#JornalismoSemFakeNews

10 de setembro de 2018 às 3:12

Prefeito de São Gonçalo acompanha os candidatos Teresinha e João Maia em mobilização em Extremoz

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

Do prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulinho (PR), sobre a dobradinha Terezinha Maia e João Maia, do PR:

Uma resposta para “Prefeito de São Gonçalo acompanha os candidatos Teresinha e João Maia em mobilização em Extremoz”

  1. Criar conta | Entrar | Filtro familiar:seguro
    Capa
    Cadastro
    Textos
    Áudios
    Autores
    Mural
    Escrivaninha
    Ajuda
    Textos
    Textos > Poesias > Regionais
    Texto
    O EFEITO DA BUCHADA DE BODE
    NO CANDIDATO DESAVISADO.

    Poeta Cypriano Maribondo – cmgtpoeta@yahoo.com.br –Em 12 de fevereiro de 2015

    A nossa Buchada de Bode.
    Comida típica do nordeste.
    Gostosa, forte, com sustança.
    Como diz o Cabra da Peste.

    Se torna verdadeiro veneno.
    Pra quem não é acostumado.
    Dá logo uma dor de barriga.
    Com dessentiria no coitado.

    Eu vou contar uma história.
    De um Doutor Candidato.
    Que veio em busca de voto.
    Pra garantir o seu mandato.

    Pensando em agradar o povo.
    Uma Buchada de bode comeu.
    Quando discursava no comício.
    A sua barriga grã-fina gemeu.

    O seu intestino acostumado
    Com lagosta, camarão e caviar.
    Quando sentiu a nossa buchada.
    Passou logo a doer e reclamar.

    Começou a suar, ficar branco.
    As tripas começaram a roncar.
    Veio as cólicas, o nó nas tripas.
    Já não dava mais pra aguentar.

    Sacudiu pra longe o microfone.
    Em baixo do palanque pulou.
    As calças ele foi logo arriando.
    Acocorado ali ele se aliviou.

    Mas pra completar essa história.
    De dor de barriga e muito azar.
    O microfone ligado caiu no chão.
    Onde o doutor foi se aliviar.

    E seu discurso logo continuou.
    De bufas, zoadas e gemidos.
    Envergonhando o senhor doutor.
    Todo o povo cantava em gritos.

    Esse doutor é o nosso candidato.
    Vamos votar em Doutor Cagão.
    Ele vai ganhar com o nosso voto.
    Vai ser um deputado da nação.

    Ele falou a verdade pro povo.
    Comeu buchada com pimenta.
    Mostrou que é muito popular.
    Só a sua barriga não aguenta.

    Acreditem, o azar virou sorte.
    O Candidato cagão se elegeu.
    Mesmo eleito pro congresso.
    Da buchada ele não esqueceu.

    Agradece tudo isto a buchada.
    Que ele comeu, pra nos agradar.
    Mais foi com sua dor de barriga.
    Que conseguiu e eleição ganhar.

    Espero que isto sirva de alerta.
    Pra quem quer o eleitor agradar.
    Pra comer uma buchada de bode.
    Seu Doutor tem que ir devagar.

    Vá acostumando a sua barriga.
    Pra nova vergonha não passar.
    Não tente enganar o seu povo.
    Comer de tudo pode lhe matar.

    Deixe nossa buchada pra mim.
    Que sou acostumado com ela.
    Volte para sua lagosta e caviar.
    Cuidado, vá devagar na panela.

    O que o povo quer do Doutor.
    Que no congresso nos representa.
    É que seja honesto, verdadeiro.
    Corrupção o povo já não aguenta.

    Não adianta comer nossa buchada.
    Pensando apenas em nos agradar.
    Nós nordestinos não somos burros.
    Pode comer sua lagosta e caviar.

    O que importa pra nós é o caráter.
    Cumprir as promessas de campanha.
    Assim nosso eleitor vota no senhor.
    E o Doutor não vai passar vergonha.

    Que os doutores aprendam a lição.
    Que nestes versos hoje eu narrei.
    Se foi verdade ou foi uma ficção.
    Deixo a interpretação pra vocês.
    Poeta Maribondo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.