#JornalismoSemFakeNews

15 de setembro de 2018 às 9:45

Os #FATOS e #FAKES da entrevista de Haddad ao Jornal Nacional

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Veja o que foi #FATO e o que foi #FAKE na entrevista do presidenciável Fernando Haddad (PT) ao Jornal Nacional nesta sexta-feira:

 

O PT em 2016 perdeu 60% dos votos no país. Em São Paulo, nós puxamos a média do PT para cima” – #FATO

*

Os presidentes nomeados para a Petrobras pelo PT, pelo presidente da República, não são indiciados em nenhum inquérito, não foram processados em nenhuma ação criminal” – #FAKE

Desde o primeiro governo Lula, 4 presidentes foram indicados para a presidência da Petrobras em gestões petistas: José Eduardo Dutra, Sergio Gabrielli, Graça Foster e Aldemir Bendine. Dos quatro, três não respondem a processos criminais. No entanto, Bendine, indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff em 2015, já foi condenado e preso por lavagem de dinheiro e corrupção. Ele foi condenado, em março deste ano, a 11 anos de prisão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro pelo juiz federal Sergio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba.

*

O Luiz Gushiken, por exemplo, ficou quase até o leito de morte sendo acusado de corrupção, pra ser absolvido ao final do processo” – #FATO

*

Fizemos a maior expansão de empregos na história do país. Geramos 20 milhões de empregos. Uma fração do que foi perdido” – FATO

*

Eu entreguei a cidade com dívida reduzida nos termos da Lei de Responsabilidade Fiscal, com custeio controlado. Entreguei a chave com tudo em ordem. Com selo de bom pagador como se diz no jargão” – #FATO

*

As ações contra mim foram protocolizadas agora depois que eu fui indicado como vice do Lula. Eles nunca ganharam ação contra mim. Ações de improbidade administrativa” – #NãoébemAssim

A indicação de Haddad como vice na chapa de Lula aconteceu no dia 6 de agosto e há ações de improbidade contra ele anteriores a esta data.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.