#JornalismoSemFakeNews

11 de dezembro de 2018 às 10:53

MPE pede investigação de integrantes da coligação de Carlos Eduardo por showmício em evento da Prefeitura de Patu

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Eleitoral ingressou com ação de investigação judicial eleitoral (Aije) por abuso de poder econômico contra os deputados federais Walter Alves e Antônio Jácome, o deputado estadual Raimundo Fernandes, o prefeito de Patu, Rivelino Câmara, o candidato derrotado a governador, Carlos Eduardo Alves, o senador José Agripino Maia.

O MPE considerou que ato eleitoral a festa de aniversário da cidade, no dia 22 de julho, quando foi realizado um showmício no qual as candidaturas dos cinco investigados foram promovidas irregularmente.

A Aije pede a cassação do diploma dos dois deputados eleitos e do suplente de deputado José Agripino, além da inelegibilidade pelo período de oito anos para todos os seis investigados.

Rivelino publicou em sua rede social, vídeo que reforça a opinião do Ministério Público de que o “evento pouco teve de celebração do natalício do prefeito de Patu”.

Segundo a Aije, o microfone foi “praticamente monopolizado” para enfatizar a presença, as realizações e as “maravilhas” que estariam por vir para o estado quando fossem eleitos os cinco beneficiados.

“Cuidou-se de um indisfarçado ato antecipado de campanha eleitoral, um comício, ou melhor, um showmício, já que animado pelas bandas Forró dos Três e Cachorrão do Brega”, relata a Aije.

A ação é assinada pela procuradora regional eleitoral Cibele Benevides.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.