#JornalismoSemFakeNews

28 de dezembro de 2018 às 23:39

Executiva nacional do PSOL decide entrar na briga pelo mandato de Sandro Pimentel

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

A executiva nacional do PSOL decidiu entrar na guerra para manter o mandato do deputado eleito Sandro Pimentel.

E emitiu nota considerando de gravidade o fato ocorrido no Rio Grande do Norte, quando o deputado eleito não pôde ser diplomado.

Confira a nota:

 

EM DEFESA DO PSOL E DO SEU MANDATO NA ASSEMBLEIA DO RIO GRANDE DO NORTE

A executiva nacional do PSOL, tomando conhecimento do grave acontecido no Rio Grande do Norte, onde por obra de uma juíza com fortes vínculos com a oligarquia local e por meio de uma medida autoritária, tenta impedir a diplomação do deputado eleito Sandro Pimentel, vem tomar a seguinte medida, em defesa do Partido e do mandato, consonante com a defesa jurídica que a assessoria nacional do PSOL, em parecer, apresenta:

 

– Demandar que o filiado Robério Paulino retire imediatamente a ação que move na Justiça contra o Partido e o mandato de Sandro;

 

Demais encaminhamentos devem ser tratados nas devidas instâncias partidárias, regionais e nacionais, obedecendo o rito formal do PSOL.

Executiva Nacional do PSOL, 28 de dezembro de 2018

*

Sandro Pimentel foi impedido de ser diplomado por uma liminar apresentada pelo colega de partido, Robério Paulino, e julgada pela juíza do TRE Adriana Magalhães Ferreira Faustino.

Uma resposta para “Executiva nacional do PSOL decide entrar na briga pelo mandato de Sandro Pimentel”

  1. Francisco disse:

    Será que sandro Pimemtel é tão vítima como ele fala ou o MP é que estou ano caminho Certo.

Deixe uma resposta para Francisco Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.