Thaisa Galvão

19 de novembro de 2019 às 10:00

Operação no Rio e SP tenta cumprir 19 mandados de prisão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A operação deflagrada hoje no Rio de Janeiro e São Paulo, e que tem como um dos alvos o ex-presidente do Paraguai, Horacio Cartes, saiu às ruas do Rio de Janeiro e Búzios, e de São Paulo e Ponta Porã, para cumprir 16 mandados de prisão preventiva, 3 mandados de prisão temporária e 18 mandados de busca e apreensão.

Até perto das 10 horas da manhã somente 3 pessoas haviam sido presas: Myra Athayde, namorada de Dario Messer, presa no Rio; Najun Azario Flato Turner, doleiro, preso em São Paulo; e Orlando Stedile, preso no Rio.

A operação foi batizada de Patrón e é um desdobramento da Câmbio, Desligo. Em espanhol, a palavra significa “patrão” e é o termo reverencial que Messer se referia a Cartes. O ex-presidente é amigo da família Messer.

Desta vez, a ação tem como alvos pessoas que o ajudaram a fugir ou ocultar seu patrimônio.

Myra Athayde

Orlando Stedile

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*