Thaisa Galvão

17 de janeiro de 2020 às 12:43

Presidente demite secretário de Cultura mas continua poupando auxiliares envolvidos em denúncias de corrupção [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O estilo nazista de impor um novo modelo de arte no Brasil, rendeu demissão ao secretário de Cultura, Roberto Alvim.

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir.

Mas…

Não tomou a mesma medida com o chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten, denunciado por receber dinheiro de empresas contratadas pela própria Secretaria, por meio de uma empresa da qual é sócio.

Mesmo após assumir o cargo no Planalto, o publicitário continua como principal sócio da FW Comunicação e Marketing, que tem contratos com pelo menos cinco empresas que recebem verbas do governo, como as emissoras Band e Record.

A demissão de Roberto Alvim vai mudar o foco das denúncias contra Wajngarten.

Entendeu?

Bolsonaro também não demitiu o ministro do Turismo ´Marcelo Álvaro Antônio, indiciado pela Polícia Federal em investigação de esquema de laranjas do PSL.

A investigação policial concluiu que o ministro comandou esquema de desvio de recursos públicos por meio de candidaturas femininas de fachada nas últimas eleições.

Mas Bolsonaro continua com Marcelo Álvaro Antônio.

Avisou, inclusive, a ele, que vai demitir Roberto Alvim.

Mas Marcelo fica.

O presidente Jair Bolsonaro também não substituiu o líder do Governo no Senado.

O atual, senador Fernando Bezerra Coelho, foi alvo de busca e apreensão em setembro passado.

Ele é alvo de denúncias sobre irregularidades em obras no Nordeste, como a transposição do Rio São Francisco, no período em que Bezerra foi ministro da Integração Nacional, no governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Mas…continua líder do Governo Bolsonaro.

As denúncias que envolvem o filho senador Flávio Bolsonaro – caso da rachadinha – e os que incluem o nome do filho Carlos Bolsonaro – caso Marielle – são rechaçados pelo presidente.

Então…

A frase do secretário rendeu demissão.

Mas as denúncias contra os ministros…vão sendo guardadas debaixo do travesseiro do presidente que se elegeu garantindo acabar com a corrupção no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*