Thaisa Galvão

9 de março de 2020 às 23:07

Planalto desmoraliza Regina Duarte e torna sem efeito nomeação feita pela secretária nacional de Cultura [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, começa a ser desmoralizada dentro do Governo.

Até então a hashteg #foraRegina tinha força na “facção”, como ela definiu, Olavista, formada por seguidores do guru do governo, Olavo de Carvalho.

No final do dia desta segunda-feira, Regina foi desmoralizada pelo próprio Governo.

Ela nomeou Maria Do Carmo Brant de Carvalho para comandar a Secretaria da Diversidade, mas uma edição extra do Diário Oficial da União, publicou ato tornando a nomeação sem efeito.

O ato foi assinado pelo ministro da Casa Civil, General Walter Souza Braga Netto.

Maria do Carmo sofreu críticas de aliados de Jair Bolsonaro por ter sido secretária de Assistência Social no Governo Dilma Rousseff.

No seu discurso de posse, Regina Duarte disse que estava assumindo com carta branca do presidente, e deixou bem claro: “olhe que eu vou cobrar”…

Logo em seguida Bolsonaro discursou dizendo que o poder de vetar nomeações era dele.

A carta branca de Regina Duarte começou a desbotar…

A namoradinha do Brasil, que noivou e se casou com o presidente da República, tem tudo para voltar a ser solteira.

9 de março de 2020 às 22:02

Governadora Fátima tem audiencia sobre Oiticica nesta terça-feira com o ministro Rogério Marinho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra tem compromisso com DNA potiguar nesta terça-feira em Brasília.

Ela pediu audiências com os ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas.

Com Rogério, Fátima vai tratar sobre obras da Barragem Oiticica.

9 de março de 2020 às 21:14

Comissão de Finanças da Câmara quer discutir liberação de emendas com novo chefe da Casa Civil da Prefeitura [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Comissão de Finanças da Câmara de Natal aprovou, nesta segunda-feira (09), a formalização de convite ao atual secretário do Gabinete Civil da Prefeitura de Natal, Fernando Fernandes, para comparecer à próxima reunião.

Os parlamentares querem discutir com Fernandes sobre a aplicação da lei que trata do pagamento de emendas impositivas.

“Entendemos que o secretário Fernandes é muito sensível na sua forma de acessibilidade a todos os edis que compõem esta Casa e esse convite vai ajudar para que ele tenha conhecimento e busque ser esse interlocutor de uma forma objetiva”, disse o presidente da Comissão, vereador Raniere Barbosa.

9 de março de 2020 às 17:52

Manifestação para ônibus e causa congestionamento do Centro de Natal ao Alecrim [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Manifestação provocou na tarde desta segunda-feira um congestionamento do centro de Natal até o Alecrim.

O protesto ocorria na avenida Rio Branco, no Centro, e os ônibus formaram uma fila…sem conseguir prosseguir viagem.

No vídeo abaixo, Kennedy Diniz não sabia ainda do que se tratava.

Faixas apontavam para protesto contra a reforma da Previdência e contra o governo Bolsonaro.

9 de março de 2020 às 16:45

Fátima, Bolsonaro e a mudança de discursos seguindo a liturgia dos cargos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Cada cargo com sua liturgia.

A governadora Fátima Bezerra é acusada, pela oposição, de ser contra a reforma da Previdência quando era senadora, e de ter mudado o discurso como governadora, fazendo a reforma no Estado.

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que uma coisa é o político estar no legislativo e outra coisa é estar no Executivo.

O legislativo cobra, quer ver pronto, quer pressa…independente de quem e como vai ser feito. E se vai ser feito.

Já no Executivo tem que dar conta e prestar contas.

É assim com Fátima, é assim com Jair Bolaonaro, hoje presidente, antes deputado.

Quando deputado, Bolsonaro defendia o orçamento impositivo, que foi aprovado no final do ano passado, garantindo a cada deputado e senador, como emenda individual, o calor de 16 milhões de reais por ano.

O projeto defendido pelo deputado Bolsonaro, foi aprovado já com Bolsonaro presidente.

E em vez de receber 16 milhões por ano para emendas do seu mandato, terá que pagar 16 milhões a cada gabinete de deputado e senador.

A liturgia do cargo mudou e o discurso, claro, mudou junto.

A oposição que faz de conta que nada entende sobre liturgia de cargo, poderia dizer que o discurso de Bolsonaro era um e agora é outro.

O fato é que a liturgia do cargo obriga o mandatário a mudar o discurso.

Puxando para outro exemplo bem potiguar.

Como presidente da Assembleia Legislativa, o então deputado Robinson Faria trabalhou para aprovar, e aprovou, implantação de cargos e salários de servidores públicos, garantindo reajustes a várias categorias.

Porém, como governador, não conseguiu pagar a conta fechada, lá atrás.

O presidente do legislativo acabou aprovando o que não seria interessante para o Executivo, sem imaginar que a conta chegaria no seu colo.

Daí Bolsonaro hoje ter trabalhado para vetar o trecho do orçamento impositivo que ele tanto defendeu.

Portanto, cabe à classe política não enrolar a cabeça do eleitor, e sim fazê-lo entender que ao mudar de cargo, o político muitas vezes é obrigado a mudar de discurso.

Como aconteceu com Fátima, Bolsonaro, Robinson…ou qualquer outro que saiu do Legislativo para o Executivo.

A proposta sancionada no fim do ano aumenta o poder dos parlamentares para indicar gastos públicos, mas algumas regras foram vetadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

9 de março de 2020 às 15:53

Comissão da reforma da Previdência define presidente e relator [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Assembleia Legislativa instalou nesta segunda-feira a Comissão Especial da reforma da previdência do Estado, formada pelos deputados George Soares (PL), Bernardo Amorim (Avante), Raimundo Fernandes (PSDB), Albert Dicson (PROS) e Souza (PSB).

Após instalada, a Comissão definiu que terá George Soares como presidente e Raimundo Fernandes como relator.

A oposição que vai votar pela aprovação da reforma da Previdência do Estado, ficou de fora da Comissão.

9 de março de 2020 às 11:43

Bolsonaro entre Regina Duarte e Sergio Camargo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Fundação Palmares, Sergio Camargo, apontado pela secretária nacional de Cultura, Regina Duarte, como um “problema” a ser resolvido no futuro, curtiu com a cara sa namoradinha do Brasil e noiva-esposa de Bolsonaro.

Ele usou o twitter para debochar da chefa.

Acusado de não reconhecer a existência de racismo no Brasil, Sergio tem costas largas para peitar a chefa.

As costas largas dele tem nome: Jair Bolsonaro, que agora terá que apagar o fogo entre líder e liderado.

Há 5 dias recebeu Sergio Camargo e postou a visita como quem dá um recado.

Se Bolsonaro der moral a Sergio Camargo neste caso, estará desmoralizando a secretária Regina Duarte.

9 de março de 2020 às 11:21

Bolsonarista critica entrevista de Regina Duarte e diz que ela chamou apoiadores do governo de ´facção´ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diante de tantos mimimis que tomam conta do Brasil conectado, dizer que a atriz-secretária Regina Duarte chamou de facção o grupo que não lhe quer no cargo é atacar o Planalto.

Dizer que Regina Duarte chama de facção o grupo do guru dos filhos de Bolsonaro, Olavo de Carvalho, e os próprios filhos do presidente, é querer derrubar o governo.

Por isso, mesmo entendendo que a entrevista da atriz-secretária foi exatamente isso, o Blog exibe vídeo do Canal Universo, do Youtube, apresentado pelo bolsonarista-olavista Roberto Boni.

Ele tanto critica Regina Duarte por ter chamado seu grupo de facção, como compreendeu que o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, mesmo com apoio incondicional de Bolsonaro, está com os dias contados no cargo…na visão de Regina.

Acompanhe os comentários bolsonaristas sobre o caso.

Olavo de Carvalho não vai sossegar enquanto Regina Duarte não voar do governo.

 

O canal Universo tem a cara e as cores de Olavo de Carvalho.

9 de março de 2020 às 9:59

Senador Tasso Jereissati ameaça rompimento do Nordeste com o governo Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Tasso Jereissati (PSDB) ameaçou o rompimento do Nordeste com o Governo Bolsonaro.

Claro que, com um mandato de senador eleito pelo Ceará, ele não pode falar em nome da região.

Mas, pelo que postou nas suas redes sociais, vai convocar a bancada nordestina no Senado a espalhar sua voz contra uma possível decisão do governo federal de reduzir a distribuição de recursos para o Bolsa Família no Nordeste.

Jereissati vai convocar o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para ir ao Senado ainda esta semana, para esclarecer as informações de que o Nordeste está sendo discriminado pelo governo de Jair Bolsonaro.

9 de março de 2020 às 9:37

Minuto da Câmara – Prestando contas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vice-presidente da Comissão de Planejamento Urbano da Câmara, vereador Sueldo Medeiros (PHS), participou de audiência pública para discutir o processo de erosão da Praia de Ponta Negra, na zona Sul de Natal.

Já o presidente da Comissão de Turismo da Casa, vereador Fúlvio Saulo (SD), comentou a decisão da Inframérica em devolver a concessão do aeroporto da Grande Natal.

O presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Paulinho Freire (PSDB), recebeu uma comissão de aprovados do último concurso público da Saúde para debater sobre a convocação dos profissionais.

Essas e outras notícias você acompanha no Minuto da Câmara, o resumo semanal do Legislativo municipal de Natal.

Acompanhe:

9 de março de 2020 às 2:55

Temendo adversários em 2022, Bolsonaro se afasta de governadores que se unem em torno de pautas importantes parabo Brasil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mesmo afirmando que é presidente do Brasil e que governa para todos, Jair Bolsonaro tem evitado conversar com governadores.

E tudo por causa da pretensa reeleição, ainda em 2022.

O que significa que o distanciamento – péssimo para o país – terá ainda 3 anos.

Bolsonaro, que quer continuar na Presidência, vê como adversários pelo menos 4 governadores: João Doria PSDB), de São Paulo; Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro; Flávio Dino (PCdoB), do Maranhão e Rui Costa (PT), da Bahia.

Os 4 são cotados para disputarem a Presidência, mas ao contrário de Jair, não começaram a disputa e se uniram em torno de pautas que interessam aos Estados.

São cerca de 20 governadores, de diferentes partidos, discutindo pautas em conjunto.

Eles fazem parte do Forum de Governadores e estão afinados a partir de um grupo de whatsapp.

A união dos governadores tem rendido frutos, como publicado no Globo deste domingo, em reportagem assinada por Thais Arbex.

Leia trecho final da reportagem que revela, por exemplo, resultado positivo do Consórcio Nordeste, criado a partir da união dos governadores de estados nordestinos: