Thaisa Galvão

11 de março de 2020 às 20:33

Chefe da Comunicação do Planalto que foi a Miami com Bolsonaro faz exames nesta 5ª para analisar suspeita de coronavírus [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de S. Paulo…

Bianka Vieira

O chefe da Secom (Secretaria Especial de Comunicação), Fabio Wajngarten, está com suspeita de coronavírus. Ele acompanhou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em visita a Miami, nos Estados Unidos, na última semana.

Wajngarten realizou exames clínicos hoje e receberá os resultados nesta quinta-feira (12).

O chefe da Secom se manifestou no Twitter sem confirmar nem negar a informação.

“Em que pese a banda podre da imprensa já ter falado absurdos sobre a minha religião, minha família e minha empresa, agora falam da minha saúde. Mas estou bem, não precisarei de abraços do Drauzio Varella.”

Durante uma viagem de quatro dias aos EUA, Bolsonaro se reuniu com empresários e jantou com Donald Trump, no sábado (7), em Mar-a-Lago, o resort do presidente dos EUA perto de Miami. O encontro estava sendo costurado desde dezembro pelo governo brasileiro.

Em evento com a comunidade brasileira em Miami, Bolsonaro afirmou que o coronavírus está “superdimensionado”.

“Obviamente a queda drástica da Bolsa de Valores no mundo todo tem a ver com a queda do petróleo que despencou, se não me engano, 30%”, declarou Bolsonaro. “Tem a questão do coronavírus também que, no meu entender, está superdimensionado, o poder destruidor desse vírus. Então talvez esteja sendo potencializado até por questão econômica, mas acredito que o Brasil, não é que vai dar certo, já deu certo.”

11 de março de 2020 às 12:28

Natal terá Guarda Municipal na Patrulha Maria da Penha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O mês de março, historicamente, é marcado pelo reforço nas ações de combate e prevenção à violência contra a mulher. A Prefeitura de Natal tem trabalhado firme na adoção de medidas e mecanismos que contribuam para a diminuição da desigualdade de gênero, bem como protejam as natalenses. A implementação da Patrulha Maria da Penha é a mais nova ação nesse sentido. As primeiras equipes com 60 homens e mulheres da Guarda Municipal de Natal que atuarão no serviço já passaram por capacitação e em breve estarão atuando nas ruas.

A Patrulha Maria da Penha entra em ação a partir do momento em que o agressor é notificado pela Justiça sobre a medida protetiva, que o impede de se aproximar da vítima. A equipe multidisciplinar é acionada, primeiro em contato com a vítima, para que ela autorize o acompanhamento da ronda. Posteriormente, a mulher receberá visitas periódicas e será monitorada tanto presencialmente como por telefone e WhatsApp, entrando em contato com a Ronda da Guarda Municipal caso se sinta ameaçada.

Os guardas municipais passaram por uma capacitação de 40 horas que foi construída levando em consideração disciplinas e instruções que forneceram ao agente de segurança a capacidade de atender as vítimas, zelando pela sua segurança física e emocional, principalmente no ato do atendimento da ocorrência em que a mulher for alvo, como também no processo técnico efetivo de execução das medidas protetivas. A formação das equipes foi amparada em três eixos: conhecimento jurídico, atuação da rede de atendimento, e serviço operacional de proteção efetiva às vítimas de violência.

A secretária municipal de Defesa Social e Segurança Pública, Sheila Freitas, acompanhou de perto as aulas e ressaltou a sensibilidade do Poder Executivo Municipal em colocar em prática a Patrulha Maria da Penha. “Infelizmente, os casos de violência contra a mulher se avolumam. Ainda vivemos em uma sociedade machista e diariamente precisamos desses conceitos e práticas. A patrulha será uma ferramenta importantíssima no combate, prevenção e na proteção das mulheres natalenses. O nosso efetivo da Guarda Municipal é muito qualificado e tenho certeza de que vai executar um excelente trabalho à frente do programa”, aponta a titular da Semdes.

A viatura que vai operar com as equipes da Guarda Municipal já foi adesivada e está pronta. Os certificados de conclusão de curso aos profissionais da GMN que foram capacitados serão entregues até o final do mês, marcando o início da operação do programa, prevê a equipe de planejamento da Semdes.

A Guarda Municipal Judicler Cavalcante participou do curso de capacitação e não vê a hora de ir para as ruas com a patrulha. “Recomendo que todos os agentes de Segurança Pública façam o curso da Patrulha Maria da Penha. Além de nos qualificar no conhecimento da Lei e nos capacitar na atuação dela, a Patrulha Maria da Penha me levou a conhecer uma rede de pessoas que se importam e lutam para mudar uma consciência histórica patriarcal no nosso país”, avalia a secretária.

11 de março de 2020 às 11:37

Bolsonaro vai entregar helicóptero ao Governo do Rio Grande do Norte [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A agenda de Jair Bolsonaro em Mossoró, nesta quinta-feira, não está sendo divulgada ainda.

O que se diz é que Bolsonaro estará às 16 horas no Hotel Thermas.

Bolsonaro chegará ao RN com os ministros da Segurança, Sergio Moro, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e da Agricultura, Tereza Cristina.

A governadora Fátima Bezerra e o presidente da Assembleia Legislativa estarão presentes.

Pelo que o Blog apurou, além de viaturas, Bolsonaro vai entregar um helicóptero para a Segurança do Rio Grande do Norte.

11 de março de 2020 às 7:28

Em editorial, Estadão chama ocupante do Ministério da Educação de doente, vulgar e sem caráter [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Editorial desta quarta-feira do jornal O Estado de São Paulo:

A cada dia que Abraham Weintraub permanece como ministro da Educação, desmoraliza-se esta que é uma das principais – se não a principal – forças motrizes para o desenvolvimento sustentável e para a redução da brutal desigualdade no País. Consumido por desvarios persecutórios e pendor revanchista que só sua alma é capaz de explicar, Weintraub parece não dispor de tempo em seu dia útil para dedicar às questões que realmente interessam à causa da educação, supondo, evidentemente, que o ministro seja capaz de diagnosticá-las. Em vez disso, Weintraub lança-se numa cruzada permanente contra tudo e contra todos que discordam de suas visões e de seus métodos, incluídos num mesmo balaio a mídia profissional, o Congresso, os partidos políticos e estudiosos das políticas públicas para a área de educação.

Nos últimos dias, o ministro manteve-se bastante ocupado com ataques ao Movimento Todos pela Educação, uma organização que há anos dedica-se a debater a formulação de políticas educacionais, com relevantes serviços prestados ao País. O Todos pela Educação é uma entidade apartidária que congrega profissionais de todas as orientações político-ideológicas. A uni-los, a visão da educação como vetor primordial para o avanço de uma nação.

Pelo Twitter, o ministro Weintraub acusou o Movimento Todos pela Educação, em especial a presidente da organização, Priscila Cruz, de encampar uma “articulação” para a sua queda. “Foi Priscila Cruz, presidente do Todos pela Educação, quem organizou o evento de hoje (anteontem) para apresentar alternativas ao que estamos fazendo no MEC. Lembrando, Priscila Cruz, fã de Paulo Freire, quer estratégia para me derrubar”, escreveu o ministro.

Em primeiro lugar, o evento ao qual Abraham Weintraub fez alusão é o Encontro Anual Educação Já, que contou com a presença do secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), além de deputados, senadores, secretários estaduais de Educação e dirigentes das principais ONGs voltadas à educação no País. O ministro foi convidado para o evento em Brasília, mas não participou. Preferiu alimentar suas teorias conspirativas nas redes sociais a contribuir para o debate acerca das políticas educacionais.

Em segundo lugar, não seria necessária uma “estratégia” para “derrubar” o ministro da Educação. Os resultados apresentados por Abraham Weintraub – ou melhor, a falta deles – falam por si sós. Para que fosse substituído, bastaria que seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro, quisesse ter entre seus auxiliares diretos um ministro da Educação, e não só um vulgar propalador de suas próprias convicções. O presidente já advertiu que as críticas feitas a Weintraub, a depender de onde venham, são estímulos para mantê-lo no cargo. Ou seja, a inação do ministro da Educação, além de suas ofensas e grosserias, são mais propensas a lhe valer uma medalha de honra ao mérito do que admoestações, quiçá demissão.

O Estado de S. Paulo tem como marca indelével de sua história secular a defesa inarredável da educação como mola mestra do crescimento do País. Não se furtará a apontar os erros cometidos por quem quer que seja em função dos desdobramentos que essas críticas possam ter no destino do agente público criticado. Ao fim e ao cabo, é ao País que Jair Bolsonaro terá de prestar contas caso futuras gerações sejam condenadas ao atraso pela inépcia de seu ministro da Educação.

O Encontro Anual Educação Já teve de ser suspenso porque Priscila Cruz pode ter sido contaminada pelo novo coronavírus, o que ainda não foi confirmado. Diante disso, Weintraub celebrou. “Para fechar o bloco de informações sobre Priscila Cruz e sua ONG Todos pela Educação: CORONAVÍRUS!!!”, escreveu o ministro no Twitter. “Eu sou a antítese de Priscila Cruz”, prosseguiu Abraham Weintraub. Está claro. Priscila Cruz tem caráter.

11 de março de 2020 às 6:24

Minuto da Câmara – Prestando contas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em sessão na Câmara Municipal, os vereadores discutiram a mudança no prazo para retirada das carroças de Natal. A vereadora Divaneide Basílio (PT) defendeu a prorrogação do prazo.

Os parlamentares também aprovaram um projeto que obriga servidores da Saúde a fornecer informações ao Conselho Municipal do Idoso sobre casos e violência e maus tratos contra pessoas idosas. O projeto é de autoria do presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PSDB). Ainda em Sessão Ordinária, a vereadora Nina Souza (PDT) falou sobre a reabertura do Fórum Varela Barca na zona Norte de Natal.

Essas e outras notícias você acompanha no Minuto da Câmara, o resumo semanal do Legislativo municipal de Natal.

Acompanhe:

11 de março de 2020 às 5:46

Júnior Colaça comandará palanque com vice do PT em Riachuelo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Pré-candidato a prefeito de Riachuelo, Júnior Colaça já tem chapa formada.

A companheira de chapa será Jozana, do PT, indicada da governadora Fátima Bezerra.

Nesta terça-feira, em Natal, acompanhado de Jazana e de várias lideranças da regiáo.

Os deputados Francisco do PT e Raimundo Fernandes, e o secretário Fernando Mineiro.

11 de março de 2020 às 5:40

Câmara de Messias Targino reabre trabalhos com leitura da mensagem da prefeita Shirley Targino [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Câmara Municipal de Messias Targino, retomou as atividades legislativas nesta terça-feira.

E a reabertura dos trabalhos dos vereadores se deu com a leitura da mensagem anual da prefeita Shirley Targino.

Mensagem com prestação de contas, precisões da gestão e recadinhos eleitorais.

Shirley, que está no 3º mandato (não consecutivos) de prefeita, vai disputar o quarto.

Ela é pré-candidata em Messias Targino e está bem avaliada.

11 de março de 2020 às 5:31

Shirley Targino e João Maia participaram do movimento de mulheres do PL no Rio de Janeiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Prefeita de Messias Targino, no Oeste do RN, e presidente do PL Mulher no Rio Grande do Norte, Shirley Targino participou do movimento de mulheres do Partido Liberal no Rio de Janeiro.

O presidente do PL no Estado, deputado João Maia, também participou do primeiro encontro nacional do partido em 2020.

 

Na foto, João Maia, Nilcemar Nogueira (neta de Cartola), Shirley Targino e a presidente nacional do PL Mulher Soraia Santos

11 de março de 2020 às 3:20

Para ministros do STF, economia do Brasil está ‘fazendo água’ e Bolsonaro cria factóide da fraude para bombar mobilização do próximo domingo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Veja

Bolsonaro fala em fraude para tirar foco da economia, diz ministro do STF

Segundo ele, presidente tentou também turbinar manifestações de 15 de março

Por Roberta Paduan

A acusação feita pelo presidente Jair Bolsonaro — de que as eleições de 2018 foram fraudadas para que ele não vencesse já no primeiro turno — é uma tentativa ‘irresponsável’ de desviar o foco dos resultados ruins que o país está colhendo na economia. A análise é de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que pediu anonimato.

“O problema é que a economia está fazendo água. Até o Michel Temer, que era um presidente temporário e governou no meio de um escândalo de corrupção, conseguiu colocar um PIB maior que o de 2019”, afirmou o ministro.

O vídeo – em que o presidente falava a apoiadores em Miami, nos Estados Unidos – deixou os ministros do STF chocados, e aparentemente sem ação, em um primeiro momento. Todos concordaram em não se manifestar para que a resposta fosse dada pela ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), instância máxima responsável pelo processo eleitoral no país. Segundo um deles, é preciso ter a responsabilidade de não jogar mais gasolina na fogueira e aumentar a polarização em um momento de provável crise econômica mundial.

Outra avaliação entre os ministros é que Bolsonaro apelou para uma suposta fraude eleitoral na tentativa de turbinar as manifestações de 15 de março, que estavam enfraquecendo. “Ele está tentando desesperadamente encontrar uma narrativa para manter os eleitores mobilizados. Como não tem o que mostrar na economia, fica o tempo todo criando crises e se vitimizando, como se fosse perseguido”, disse um segundo ministro também do STF.

“Veja que o presidente passa a maior parte do vídeo falando sobre as agruras da campanha, mas não fala das providências do governo”, finalizou.

De acordo com o mesmo ministro, o procurador-geral da República deve abrir uma investigação imediatamente.

“É preciso investigar e esclarecer à sociedade o que, de fato, ocorreu. Se for verdade, é necessário descobrir o que aconteceu, como aconteceu e quem cometeu o crime. Se for mentira, o presidente precisa ser responsabilizado, porque não se pode sair difamando as instituições do país dessa forma. A sociedade brasileira não pode ser feita de boba”, afirmou o ministro.

A avaliação geral, dentro do Supremo e do TSE, é de que não há possibilidade de ter havido fraude eleitoral.

“Que fraude foi essa que permitiu que um candidato que saiu do nada elegesse a maior bancada da Câmara? Que fraude foi essa que permitiu que esse mesmo candidato se elegesse no segundo turno? A sociedade não é ingênua e vai se lembrar que, à exceção do Fernando Henrique Cardoso, ninguém escapou do segundo turno. Até mesmo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com a popularidade que tinha, submeteu-se ao segundo turno por duas vezes. Sinceramente, temos de assumir que Bolsonaro não sabe governar e não estava preparado para assumir um cargo com as responsabilidades e pressões de presidente da República”, afirma ministro do STF.

11 de março de 2020 às 3:09

Bolsonaro resolveu desconfiar de sistema eleitoral que garantiu 23 mandatos a ele, filhos e ex-mulher [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de se eleger 9 vezes deputado federal…

Do filho Flávio, que foi deputado estadual e hoje é senador pelo Rio de Janeiro estar no 5º mandato…

Do filho Carlos se eleger 5 vezes vereador no Rio…

Do filho Eduardo estar no segundo mandato de deputado federal por São Paulo…

E da ex-mulher Rogéria ter sido vereadora duas vezes….

Jair vem maquiar os problemas que ele mesmo cria no Brasil com essa história que o sistema eleitoral no Brasil é uma fraude e ele tem provas de que se elegeu presidente no primeiro turno mas o tal sistema fraudado o empurrou para o segundo turno.

Mais uma piada-factóide para mudar a pauta administrativa envolvendo a galera do mimimi que adora a pauta de costumes.

Ele disse que tem provas.

E como o assunto é sério, vai ter que revelar.

Jornal da Band