Thaisa Galvão

18 de março de 2020 às 1:39

Executivos de plano de saúde de SP falam em 9 mortes em dois dias, alertam para colapso no sistema de saúde e pede fechamento de fronteiras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Enquanto se fala em primeira morte por coronavírus em São Paulo, um plano de saúde da capital paulista, que atende em sua maioria o público acima de 49 anos, registra 9 óbitos entre seus clientes entre a segunda e terça-feira.

Executivos do plano falam em mais de 100 pessoas internadas em UTIs do Hospital Albert Einstein e Sírio Libanês, contrariando o que tem sido divulgado.

Eles fazem alerta para o governador João Dória para que feche as fronteiras com outros países e para as autoridades de saúde que divulguem os reais números do coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*