Thaisa Galvão

1 de maio de 2020 às 15:33

Assessoria do reitor temporário do IFRN diz que sentença não tem efeito imediato e não acredita que decisão se sustente [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Nomeado reitor temporário do IFRN, o professor Josué Moreira, não foi notificado sobre decisão da Justiça Federal do Rio Grande do Norte.

“Estou tranqüilo e trabalhando normalmente”, disse o professor ao Blog.

A assessoria do professor explica que, ao contrário do que ocorreu na Polícia Federal, no IFRN o professor Josué já foi nomeado e a decisão da juíza Gisele Leite “não produz efeito imediato” e é uma decisão para o Ministério da Educação.

Portanto Josué continua no cargo para o qual foi nomeado.

Caso a decisão não caia – e eles acreditam que isso possa acontecer – o professor Josué irá recorrer.

#

Do Blog – O policial federal Alexandre Ramagem havia sido, sim, nomeado para o cargo de diretor geral da Polícia Federal.

A nomeação foi publicada na edição do dia do Diário Oficial da União e revogada em uma edição extra, poucas horas depois.

2 respostas para “Assessoria do reitor temporário do IFRN diz que sentença não tem efeito imediato e não acredita que decisão se sustente”

  1. Andreilson Oliveira disse:

    Tem de se explicar até decisão judicial a ele? Ou à assessoria dele? De fato, não foi de imediato, deu 24 horas para o MEC acabar com a intervenção. Outra coisa, ele ser intimado? Vai ser informado pela portaria de exoneração, o processo não é contra ele. Aproveito e sugiro que o blog procure se informa como está o trabalho que ele vem desenvolvendo “normalmente”, uma vez que de 5 Pró Reitorias estamos com 4 desocupadas, Ensino, Administração, Extensão e Pesquisa.

  2. Carlos Oliveira disse:

    Se ei fosse esse cidadão, eu teria vergonha de fazer um papelão desse dentro da própria casa, já.que ele também é servidor de lá do IFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.