Thaisa Galvão

6 de maio de 2020 às 16:32

Juíza federal do RN obriga Bolsonaro a assinar nomeação de reitor eleito do IFRN e publicar em edição extra do Diário Oficial da União [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Presidência da República teve que publicar uma edição extra do Diário Oficial da União com a nomeação do professor José Arnóbio Araújo como reitor do IFRN.

Eleito em dezembro, ele chegou a perder o cargo para uma indicação política ligada ao presidente bolsonaro.

Decisão da juíza federal Gisele Leite, do RN, determinou a revogação da posse do professor Josué Moreira e a posse do eleito.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
DECRETO DE 6 DE MAIO DE 2020
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso XXV, da Constituição, e em estrito cumprimento à decisão proferida pelo Juízo
da 4ª Vara Federal da Seção Judiciária do Estado do Rio Grande do Norte no âmbito da Ação Popular nº 0802570-66.2020.4.05.8400/RN resolve:
N O M EA R ,
JOSÉ ARNÓBIO DE ARAÚJO FILHO, Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, para exercer o cargo de Reitor do referido
Instituto.
Brasília, 6 de maio de 2020; 199º da Independência e 132º da República.
JAIR MESSIAS BOLSONARO
Abraham Bragança de Vasconcellos Weintraub

Na frente da reitoria do IFRN, estudantes começam a chegar para acompanhar a posse protocolar do reitor eleito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*