Thaisa Galvão

13 de maio de 2020 às 2:55

Profissionais de salões de beleza e barbearias deverão perder o auxílio emergencial [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Manicures e pedicures, barbeiros, esteticistas, depiladores, maquiadores e demais profissionais da beleza que se cadastraram para receber os 600 reais da ajuda emergencial do governo…não irão mais receber.

Depois de decretar que as categorias passam a integrar a lista de serviços essenciais, o presidente Jair Bolsonaro deverá vetar o auxílio emergencial a estes profissionais.

Complicou a vida de muitos desses profissionais que até podem trabalhar, mas se deparam com o medo que as pessoas ainda tem de sair de casa.

Com o decreto do presidente, o governo se desobriga a ajudar esses profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*