Thaisa Galvão

17 de maio de 2020 às 17:06

Ex-deputado Henrique Alves entra com ação na justiça contra o filho [14] Comentários | Deixe seu comentário.

Em plena pandemia do coronavírus, quando profissionais da Saúde estão sendo homenageados e apontados como heróis em todo o mundo, um estudante de Medicina, aprovado em duas faculdades de São Paulo em 2019, recebeu a desomenagem… do próprio pai.

No espaço público do twitter, o ex-deputado Henrique Alves clama pelo reconhecimento aos profissionais de saúde.

Na vida privada, o ex-deputado entra com ação contra o filho caçula, estudante de Medicina, Pedro Henrique Alves.

Neste domingo, em casa, em São Paulo, o filho de Henrique com a ex-mulher Priscila Gimenez, recebeu a visita de um oficial de justiça, com um documento dando direito a Pedro contestar a ação de revisão de alimentos impetrada pelo pai Henrique Alves, assinada pelo advogado Esequias Pegado e acatada por uma juíza, que tramita em segredo de justiça.

Em 2017, na justiça do Rio Grande do Norte, a ex-mulher de Henrique entrou com ação de alimentos, e depois em São Paulo com pedido de revisão.

À época o ex-presidente da Câmara Federal havia deixado de pagar a pensão.

Mesmo preso mantinha aposentadoria integral como deputado federal com 11 mandatos e a sociedade na afiliada da TV Globo, como detentor de 21% das ações.

Sem conclusão na justiça, sem pagamento de pensão alimentícia ao filho caçula, sem ter pago escola, mas agora, mesmo com atrasos, pagando faculdade, Henrique entrou com pedido de revisão de alimentos contra o filho, que por ter atingido maioridade, foi o alvo da ação.

E não mais a mãe.

Mas a ação não é de agora. Foi impetrada há mais de dois anos.

14 respostas para “Ex-deputado Henrique Alves entra com ação na justiça contra o filho”

  1. Nikolas disse:

    Fracassou como político….
    Fracassou como homem….
    E agora fracassa como pai….

  2. Luiza disse:

    O deputado é tao pobre, tão pobre que só sobrou o dinheiro do recalque, escroto! Com o filho? Contrassenso!

  3. Márcia disse:

    Sem respeito, sem amor. Frio, calculista e apegado. Algumas pessoas são tão pobres que lhes restam apenas dinheiro.

  4. Rodrigo disse:

    E o amor fica aonde deputado?

  5. Fernanda Haddad disse:

    Em tempos de pandemia onde o mundo pede mais amor e compaixão e essa pessoa entra com ação contra o próprio filho ? ???? Onde vamos parar ?

  6. Cinthya disse:

    Esse senhor chegou no fim da linha mesmo. Nao basta responder criminalmente, tem
    Que se rebaixar a ofender um filho! Que recalque..
    Eu sinceramente não.consigo.compreender como esse Sr. Não parou ainda pra reavaliar sua vida. Estamos vivendo um momento tão difícil onde alguns estão buscando evoluir….serem mais gerosos ter mais percepção sobre o outro é suas necessidades reais. Sr. Henrique o momento é out4o ….se o senhor se quer paga a pensao de alimentos co.o pode contestar…pedir reavaliação …. Lembra na vida as boas lembranças para um filho marcam sua história…e as mas lembranças para um filho marcam muito mais. Que tal.parar pra pensar e encostar de leva a mão na consciência e pensar o que o Sr. Tem feito de sua vida. Gastando os dias mantendo-se trancado em casa por epidemia? Aproveita o momento é pense melhor sobre suas atitudes. Lembrando que o Sr. Pode ter poucas oportunidades nessa vuda de concertar seus erros. Estou muito indignada mesmo . Domingo e ser abordado por um oficial de justiça intimando um.filho ….nao deve está tendo um bom dia seu filho. Pensou sobre isso.? Acho que nao. Naonpode tempo com coisas pequenas né?

  7. hermane disse:

    o deputado estar certo , isso é um direito dele , parece que vc tem muita inveja dele , todo dia vc fica buscando mi mi mi pra divulgar no seu blog , isso é falta de noticia . ou uma perseguiçao ?

  8. Márcia disse:

    Uma pena, pior sentimento que poderia sentir destino ao “nobre” Debutado. Falta de consciência, amor, empatia. Como senão bastasse tudo o que o filho enfrentou, visitando o pai presidiário aos sábados, ainda mais essa pérola. Faça uma reflexão, Deputado. Como dizem: mulher barata cega homem “caro”. Lastimável. PAGUE A PENSÃO!

  9. Helena disse:

    INVEJA que horror . Quem teria inveja da vida desse deputado tao honrado .

  10. Maria disse:

    O deputado não pode pagar pensão ao proprio filho, mas em seu apartamento nababesco recebe para jantares regados a prataria e vinhos de rara cepa. Desde o vergonhoso divorcio, onde deixou sua ex mulher com um bilhete e jamais voltou sequer para fazer o que pessoas adultas fazem, ter responsabilidade com suas escolhas. Precisa chamar o MP fora do RN para que com isenção vasculhem paraísos fiscais sem tratado de repatriamento de dinheiro , como países árabes. Fracassou como homem, como político, como gestor , agora fracassou como pai! Dinheiro para compras milionárias em SP e os melhores restaurantes ele tem !!!!

  11. Jeniffer disse:

    Direito? Parece que nem a pandemia muda taopouco melhora os políticos.

  12. Melinda Dias disse:

    Difícil entender como é que o sujeito se presta a um papel desses. Uma vergonha dessas. VEXAME. Atitude indigna a qualquer pai, fazer o filho jovem passar por uma situação dessas, receber uma intimação das mãos de um oficial de justiça. Ao deputado, receber intimações, processos, investigações, é coisa corriqueira, afinal ele não preza pela retidão de caráter e isso o Brasil todo sabe. Mas submeter o próprio filho a essa humilhação… É indigno deputado. É vergonhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*