Thaisa Galvão

21 de julho de 2020 às 22:26

Fundeb: Câmara derrota o governo Bolsonaro em dois turnos e texto segue para o Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Derrota número 1 do presidente Bolsonaro nesta terça-feira na Câmara Federal.

Os deputados aprovaram nesta noite, em primeiro turno, o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que renova o Fundeb já em 2021.

Derrota número 2 do governo:

Os deputados aprovaram nesta noite, em segundo turno, o texto-base da PEC que renova o Fundeb já em 2021.

Com isso fica garantido o fundo que financia a educação básica, e amplia gradualmente a participação da União, até o percentual de 23% a partir de 2026.

O fundo, que vence em dezembro e precisa de renovação para continuar financiando a educação básica, estava sob ameaça….

O presidente Bolsonaro queria desviar o dinheiro da educação para um programa social…o bolsa-familia de sua gestão.

Os governadores se movimentaram sob coordenação da governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra

O governo só queria renovar o Fundeb a partir de 2022.

Iria faturar junto a educadores no ano eleitoral em que pretende se reeleger.

O texto-base da proposta foi aprovado em primeiro turno por 499 votos a 7.

Por se tratar de alteração constitucional, eram necessários pelo menos 308 votos a favor.

No segundo turno, o texto-base foi aprovado por 492 votos a 6.

Saina quais deputados votaram contra a renovação do Fundeb:

Paulo Martins (PSC-PR)

Bia Kicis (PSL-DF)

Chris Tonietto (PSL-RJ)

Filipe Barros (PSL-PR)

Junio Amaral (PSL-MG)

Luiz P. O.Bragança (PSL-SP)

Márcio Labre (PSL-RJ)

Aprovado na Câmara o projeto segue para apreciação do Senado.

Com a aprovação no Senado e participação do governo federal, veja como ficará o crescimento do Fundeb a partir do próximo ano:


12% em 2021
15% em 2022
17% em 2023
19% em 2024
21% em 2025
23% de 2026 em diante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.