Thaisa Galvão

8 de setembro de 2020 às 3:42

No interior do Piauí, ex-prefeito que foi preso duas vezes, confessa que roubou, mas roubou menos do que o atual gestor [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nada mais, nada menos do que o retrato do Brasil.

O ex-prefeito do município de Cocal, no Piauí, José Maria Monção, do MDB, participou da convenção do partido neste domingo e chocou.

Comparando sua gestão com a do atual prefeito Rubens Vieira (PSDB), disse que roubou…mas roubou menos do que Vieira.

Foi por ter “roubado”, como ele mesmo declarou, que chegou a ser preso em 2009.

José Monção foi preso durante a Operação Harpia da Polícia Federal, acusado de participar de um esquema que desviou mais de R$ 2,6 milhões do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica.

Detalhe: mesmo dizendo que roubou menos do que o atual prefeito, foi preso de novo em 2015, por crimes de responsabilidade praticados quando estava no cargo.

Na convenção o ex-prefeito cara de pau levou seu apoio ao candidato do MDB a prefeito de Cocal, que deve ter começado a campanha perdendo, e não ganhando votos.

Veja o discurso do ex-prefeito.

Que ainda recebeu palminhas dos aliados caras-de-pau como ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.