Thaisa Galvão

29 de setembro de 2020 às 22:24

Justiça Federal do Rio suspende decisão do ministro Ricardo Salles que tirava proteção de manguezais e restingas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um freio na boiada do ministro do Meio Ambiente Ricardo Sales, que além de divulgar fake news – assumidas pelo ministro Fábio Faria – derrubou as regras que restringiam o desmatamento e a ocupação em áreas de preservação ambiental de vegetação nativa, como restingas e manguezais, em vigor desde março de 2002.

A medida de Salles liberava áreas de preservação para construção de resorts e marinas.

A Justiça Federal do Rio de Janeiro e e o suspendeu, na noite desta terça-feira (29), a 135ª reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que tinha revogado normas ambientais como as de proteção de manguezais e restingas.
A decisão é provisória, por meio de liminar da 23ª Vara Federal Criminal, e atende pedido feito em ação popular contra as medidas do Conama, presidido por Ricardo Salles, ministro do ‘Mau Ambiente’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.