Thaisa Galvão

10 de outubro de 2020 às 1:28

Se o liberou geral de decretos foi para salvar a economia, o liberou geral das campanhas políticas foi para salvar quem? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Concordo que não foi só a justiça eleitoral que liberou geral no Rio Grande do Norte.

E que outros decretos da Prefeitura de Natal e do Governo do Estado liberaram…

Sim.

Mas não foi para fomentar a economia?

Liberaram para não deixar amargar ainda mais prejuízos os setores de bares, restaurantes, produções de eventos…

Para tentar reverter a onda de demissões, de fechamentos de empresas, de quebradeira registradas nos últimos meses…

Não foi?

Quem vai perder o emprego, passar fome e fechar a empresa se não tiver um comício, uma carreata ou uma passeata na campanha eleitoral?

Muito pelo contrário.

As pessoas podem manter os empregos, as empresas, os serviços, sem ter que começar tudo de novo caso haja uma segunda onda do coronavírus.

A economia pode estar sendo ameaçada mais uma vez.

Né?

Não seria forçar a barra comparar o aglomerado da retomada da economia com o aglomerado de campanhas eleitorais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.