Thaisa Galvão

11 de outubro de 2020 às 4:29

Candidato que não liga para possível segunda onda de covid é porque não pensa no povo e só quer saber de voto [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Álvaro Dias, candidato à reeleição, já decidiu: vai seguir levando em consideração o decreto que publicou e a justiça eleitoral derrubou.

Pensando como médico e gestor, e vendo uma possível nova onda da covid batendo à porta, não vai fazer comícios, passeatas, carreatas, e mobilizações que venham a provocar aglomerações.

Os países da Europa começam a viver a segunda onda e a fechar tudo de novo.

Foi da Europa que o vírus chegou ao Brasil e causou o estrago que está aí, embora os candidatos do ano não levem em consideração.

Candidatos adversários do prefeito Álvaro Dias consideraram que o decreto foi feito em benefício da candidatura dele próprio, na tentativa de impedir que os concorrentes façam campanha, e ele, como prefeito e como líder nas pesquisas, se reeleja.

Porém, quem pensa assim não pensa como gestor.

E sabe por quê?

Porque não pensa nas pessoas, no risco de contaminação…

Só pensa em votos.

E ainda quer ser prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.