Thaisa Galvão

16 de outubro de 2020 às 2:06

Aumento de casos de covid em Natal comprovam que Prefeitura não estava errada ao decretar fim das aglomerações na campanha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O aumento nos casos de covid no Rio Grande do Norte é fato e não há como esconder.

Como o Blog informou há dois dias, um estudo da UFRN apontou para efeitos pós aglomerações em datas como o feriadão de 7 de setembro.

As campanhas políticas em Natal e no interior, poderão contabilizar mais registros negativos, já que o que se vê é que ninguém está muito preocupado em cumprir os protocolos das organizações de saúde.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), candidato à reeleição, baixou decreto proibindo mobilizações com aglomerações na campanha de Natal.

Foram proibidas, segundo o decreto, realizações de caminhadas, passeatas, carreatas, comícios…

Os outros 13 candidatos e os candidatos a vereador, gritaram.

Queriam sair às ruas, juntar eleitores, movimentar a campanha.

A Justiça Eleitoral derrubou o decreto do prefeito.

Os números crescentes da covid, e de uma só vez, dois candidatos internados com a doença – um candidato a prefeito e um candidato a vereador – confirmam que o prefeito não estava errado.

Os 13 candidatos a prefeito, todos adversários de Álvaro, justificam que, como ele está bem nas pesquisas e tem mais tempo de TV, se beneficiaria com o decreto, impedindo os demais de aglomerar.

Não pensaram em nenhum momento na população.

Essa sim, beneficiada com o fim das aglomerações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.