#JornalismoSemFakeNews

23 de outubro de 2020 às 10:38

Rosalba chama Allyson de ‘pobrezinho’ e dá ao principal adversário o ‘tamborete’ que garantiu a vitória a Geraldo Melo em 86

[3] Comentários | Deixe seu comentário.

No primeiro e único confronto direto entre a prefeita Rosalba Ciarlini e o deputado Allyson Bezerra, no debate da TCM em Mossoró, na noite desta quinta-feira, Rosalba perdeu o controle…

O fato de Alyson citar um processo que sua gestão no Governo do Estado responde, por suposto desvio de 12 milhões de reais da construção do Hospital da Mulher, tirou Rosalba do sério.

E ela perdeu o controle e desviou a resposta mesmo antes dele falar no Hospital da Mulher.

Aí…terminou chamando Allyson de ‘pobrezinho’, dizendo que se tivesse os 12 milhões do suposto desvio, daria para ele…’para ajudar’…

Rosalba fez a besteira que não poderia ter feito.

Foi preconceituosa e humilhou o candidato que nunca escondeu de ninguém a origem humilde.

A prefeita deu a Allyson o ‘tamborete’ de Geraldo Melo em 1986, o ‘gentinha’ de Aluízio Alves em 1960, o ‘galego do Alecrim’ de José Agripino Maia…

O pejorativo que pega, que tem efeito contrário.

Veja o trecho do debate onde Rosalba humilha Allyson pela sua condição social:

https://youtu.be/-6P1UOIBrGM

E a resposta de Allyson:

O candidato Allyson Bezerra tem 23 dias para trabalhar na campanha, a marca que lhe foi dada pela adversária Rosaba.

3 respostas para “Rosalba chama Allyson de ‘pobrezinho’ e dá ao principal adversário o ‘tamborete’ que garantiu a vitória a Geraldo Melo em 86”

  1. Ricardo Costa disse:

    Rosalba tá mais perdida do que cega em tiroteio…

  2. Antonia Edilene de Sousa disse:

    Concordo com o entendimento, o Deputado Alisson ganhou o maior presente que poderia receber na campanha. O menino chegou! Já tava sendo gritado, agora, dou pobre voto no pobrezinho. Rosalba perdeu o senso de humildade e a prefeitura

  3. […] passeio da narrativa rosalbista, tanto na campanha (ao atribuir ao prefeito o apelido de “pobrezinho”) ou já após sua gestão (atribuindo um tal genocídio), o resultado não imprimiu qualquer […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.