Thaisa Galvão

7 de novembro de 2020 às 20:22

Vereador Sueldo Medeiros, que viabilizou o maior evento tecnológico do mundo em Natal, disputa mais um mandato com a bandeira da Educação [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com bandeira da inovação tecnológica, vereador Sueldo Medeiros vai em busca da reeleição em Natal.

Um dos grandes responsáveis pelas duas edições da Campus Party Natal, maior evento de tecnologia do mundo, realizadas em Natal, o vereador Sueldo Medeiros disputa mais um mandato na Câmara da capital, levantando a bandeira que o elegeu duas vezes: melhores serviços públicos e inovação.

Foi o mandato de Sueldo que viabilizou a aprovação de projetos como o Parque Tecnológico de Natal.

Também é autor de legislações na linha high-tech, como a que inclui a robótica nas escolas públicas.

“Como engenheiro de carreira, eu não poderia escolher outro caminho que não fosse o da educação e da inovação, pois acredito na ciência antes de qualquer coisa. As oportunidades hoje giram em torno das novas tecnologias e não podemos ficar para trás. Outras cidades deram essa passo e Natal deve fazer o mesmo, de olho sempre no futuro”, disse ele.

Em campanha
Com o Arcebispo Dom Jaime Vieira, entregando as propostas para um próximo mandato
Abrindo a Campus Party

7 de novembro de 2020 às 17:27

Brasil pequeno: Bolsonaro silencia e não comenta vitória de Joe Biden [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente Jair Bolsonaro baixou a cabeça e não falou nada ainda sobre a derrota do seu parça americano, Donald Trump.

Mais de uma hora depois, nem o Palácio do Planalto nem o Ministério das Relações Exteriores se pronunciaram.

O Brasil segue isolado e pequeno.

Vários chefes de Estado e governo já reconheceram a vitoria de Biden e o comemoraram nas redes sociais.

7 de novembro de 2020 às 17:07

Governadora Fátima comenta eleição de Joe Biden e comemora vitória da primeira mulher na vice-presidência dos Estados Unidos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra comemorou nas redes sociais a vitória de Joe Biden como 46º presidente dos Estados Unidos.

E festejou, principalmente, o fato da vice de Biden ser a primeira mulher, negra, ativista…como vice-presidente.

7 de novembro de 2020 às 16:19

Depois de cidades do Oeste, deputado Ezequiel leva apoio do PSDB a candidatos de João Câmara e Macau [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente do PSDB, o deputado Ezequiel Ferreira continua pela estrada afora na reta final da campanha, levando apoio a seus candidatos nos municípios do interior.
Depois de uma quinta-feira no Oeste (Martins, Patu, Olho D’Água do Borges, Caraúbas e Apodi), a sexta-feira foi de movimentação política em João Câmara e Macau.
Em Macau, o PSDB tem Rodrigo Aladim, como vice na chapa do candidato a prefeito Zé Antônio, do DEM.
Em João Câmara, o PSDB integra a aliança que apoia à reeleição do prefeito Manoel Bernardo (DEM).
Para o município de Macau, o mandato de Ezequiel já atuou para recapear a BR 406, construir e reabrir a Central do Cidadão e garantir novas viaturas e maior efetivo policial para a cidade.
Também requereu a recuperação do muro de contenção da Praia de Camapum, a iluminação da RN 221 e a retomada das obras da ponte sobre o Riacho dos Cavalos.
Em João Câmara, o mandato de Ezequiel atuou em ações de segurança, saúde pública e de convivência com a seca.
Destinou ambulância e viatura policial, requereu reformas de escolas, carros refrigerados para o transporte dos produtos da agricultura familiar, raquete de palma forrageira, barragens submersas, saneamento, recapeamento asfáltico e roço da RN-023, aumento do efetivo da polícia, abastecimento, pavimentação, recuperação asfáltica da RN-023, perfuração e instalação de poços artesianos…

João Câmara

7 de novembro de 2020 às 14:29

De Kamala Harris, 1ª negra a ocupar a Vice-Presidência dos EUA: “Estou muito pronta para ir ao trabalho” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por Folhapress

Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden abriu o laptop sobre a mesa de seu escritório e fez uma chamada de vídeo.

Do outro lado, uma voz disse “olá” quatro vezes -como se quisesse ter certeza de que estava sendo ouvida.
“Pronta para ir ao trabalho?”, perguntou o então candidato do Partido Democrata à Casa Branca.

“Ai, meu Deus, estou muito pronta para ir ao trabalho”, respondeu Kamala Harris, agora a primeira mulher negra e de ascendência asiática a assumir a Vice-Presidência dos EUA.

Biden convidou a senadora pela Califórnia para ser sua companheira de chapa em 11 de agosto.

Kamala era considerada por assessores próximos ao democrata a escolha mais óbvia entre as várias políticas negras que foram cotadas e entrevistadas para ocupar a vaga.

O ex-vice de Barack Obama havia deixado claro, ainda em março, que escolheria uma mulher para a chapa, e os protestos antirracismo que tomaram o país após o assassinato de George Floyd fizeram com que a representação da população negra no posto a seu lado se tornasse imperativa.

Aos 56 anos, Kamala é senadora desde 2017, foi procuradora na Califórnia de 2004 a 2011 e concorreu pela nomeação democrata à Presidência dos EUA, inclusive contra Biden, com quem travou um duro embate em junho do ano passado.

Durante um debate, acusou o ex-vice-presidente de ter trabalhado com políticos racistas e ser contrário ao fim da segregação racial nas escolas, na década de 1970.

“Havia uma garotinha na Califórnia que pertencia à segunda geração que ia de ônibus para a escola todos os dias. Essa garotinha era eu”, disse Kamala, emocionada, ao se referir ao “busing”, em alusão aos ônibus que levavam crianças negras para estudar em bairros de população predominantemente branca (e vice-versa) nos EUA na tentativa de integrar as comunidades.

Kamala nasceu em Oakland, na Califórnia, uma das cidades mais perigosas dos EUA. Filha de imigrantes -uma pesquisadora da Índia e um professor da Jamaica-, costuma dizer que, quando ficava chateada ou irritada com qualquer assunto, sua mãe a instigava a agir: “O que você vai fazer sobre isso?”.

Decidiu fazer direito e graduou-se na Universidade Howard, em Washington, a mais prestigiosa entre as instituições de ensino superior dedicadas a estudantes negros nos EUA.
“Fui criada para entrar em ação”, diz Kamala em um dos vídeos de campanha.

Trabalhou no escritório do procurador-geral de San Francisco e, em 2004, foi eleita procuradora-geral da cidade. Seis anos depois, venceu a disputa para o cargo de procuradora-geral no estado da Califórnia.

Apesar de se definir como progressista, sua ação como procuradora é criticada por analistas e movimentos à esquerda, sob o argumento de que, quando pressionada a adotar reformas no sistema criminal, não agiu de forma assertiva.

Críticos dizem que ela defendeu condenações ilegais que foram garantidas por má conduta de oficiais, incluindo adulteração de provas e falso testemunho, e contribuiu para a prisão injusta em diversos casos -principalmente envolvendo réus pobres e negros.

Entre temas importantes no debate progressista, como pena de morte e liberação do uso recreativo da maconha, Kamala também teve postura considerada controversa pelo campo da esquerda.

Em seu primeiro mandato como senadora, ela se tornou a mais conhecida entre as mulheres negras na política americana. Caminhou à esquerda, adotando posições duras contra Trump e bandeiras que envolvem a reforma da polícia, mas também acenou ao centro, com propostas de corte de impostos da classe média.

Antes mesmo de assumir a cadeira de vice, Kamala já era cotada para ser a próxima candidata democrata à Presidência dos EUA, em 2024, visto que Biden tem se colocado como um líder de transição –ele terá 82 anos no fim do período de seu mandato e será o presidente mais velho a tomar posse, em janeiro.

Casada desde 2014 com o advogado Douglas Emhoff, a democrata tem dois enteados que a chamam de “Momala” –desde que eles decidiram que não gostavam do termo madrasta.
Kamala deve ser também uma peça importante na relação entre Brasil e EUA. No ano passado, defendeu que os americanos suspendessem negociações comerciais com os brasileiros pela falta de compromisso do presidente Jair Bolsonaro com a Amazônia.

“Enquanto a Amazônia queima, o presidente do Brasil, como Trump, que permitiu que madeireiros e mineradores destruíssem a terra, não está agindo”, escreveu Kamala no Twitter.
“Trump não deve buscar um acordo comercial com o Brasil até que Bolsonaro reverta sua política catastrófica e resolva os incêndios. Precisamos de liderança americana para salvar nosso planeta.”

7 de novembro de 2020 às 13:42

Imprensa americana declara: Joe Biden é eleito o 46º presidente dos Estados Unidos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Finalmente e ainda bem.

O mundo se livra dos arroubos de Donald Trump.

Joe Biden é declarado o 46º presidente dos Estados Unidos, de acordo com um conglomerado de mídia americana.


A apuração ainda não terminou mas ele já conta com o número de delegados que garantem a eleição.

O estado da Pensilvânia garantiu ao ex-vice-presidentr os 270 votos necessários no Colégio Eleitoral, sem depender de outros resultados.

7 de novembro de 2020 às 12:57

Mossoró e as muitas pesquisas da reta final [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem se arrisca atender a pedidos?

Na reta final da campanha em Mossoró, 4 pesquisas, de 4 institutos diferentes, estão registradas no TRE para serem divulgadas.

Momento para atestar a credibilidade dos institutos.

Quem arriscar atender a pedidos e mexer nos números, levando irrealidade aos eleitores, será julgado.

Tem instituto que paga o preço até hoje por ter se submetido a divulgar pesquisa em 2014 apontando Wilma de Faria como senadora eleita (a eleita foi Fátima Bezerra) e Henrique Alves como governador eleito no 1º turno (foi para o 2º turno e perdeu para Robinson Faria).

Veja as pesquisas que serão divulgadas nos próximos dias em Mossoró.

O instituto Agora Sei terá pesquisa pronta para ser divulgada no dia 10.

O instituto I2, no dia 11.

No dia 12, 3 dias antes da eleição, deverão ser divulgadas pesquisas dos institutos TS2 e RF Consultoria.

Vale lembrar que novas pesquisas ainda podem ser registradas até este domingo para divulgação no dia 14, véspera da eleição.

7 de novembro de 2020 às 12:13

Para Bolsonaro, Fábio Faria vai ser sempre o “genro de Sílvio Santos” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Aconteceu no município de Piranhas, em Alagoas, onde o presidente Jair Bolsonaro fez a entrega do sistema de abastecimento de água, na quinta-feira (5):

Para Bolsonaro, o ministro Fábio Faria vai ser sempre o genro de Sílvio Santos.

E Rogério, “um exepcional entendedor das coisas do Nordeste”.

Fábio, como ministro das Comunicações, foi a Alagoas entregar ponto de internet de graça.

Mas para Bolsonaro, ele é o genro do dono do SBT.

Só relembrando…

Quando nomeou Fábio para a pasta, Bolsonaro declarou que ele não tinha experiência na área mas vinha de uma família ligada à comunicação, citando Sílvio Santos…

Fábio pode até ter competência para o cargo que ocupa, mas a propaganda que Bolsonaro faz dele é essa.

7 de novembro de 2020 às 11:40

Justiça eleitoral manda tirar do ar mais uma propaganda do candidato Sérgio Leocádio por conter informações falsas contra o prefeito Álvaro Dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A justiça eleitoral mandou o candidato Sergio Leocádio tirar do ar a propaganda em que ele atribui ao prefeito Álvaro Dias (PSDB) o gasto de R$ 13 milhões com publicidade em ano eleitoral. Afirmação inverídica, como reconheceu a juíza Tereza Maia, da 2ª Zona Eleitoral, que determinou a suspensão da peça do candidato do PSL no horário eleitoral na TV.

A magistrada acatou a argumentação da defesa de Álvaro Dias de que o valor orçado pela Prefeitura é estimado para toda a duração do contrato, não visando somente o período eleitoral. Além disso, a Prefeitura não está condicionada a aplicar todo o valor contratado.

Para evitar ainda que a veiculação da propaganda de Leocádio com a informação falsa possa causar “desequilíbrio à disputa eleitoral, potencializando eventuais danos”, a juíza Tereza Maia concedeu a liminar, suspendendo a exibição do conteúdo e estipulando multa de R$ 10 mil para cada reapresentação que for feita dele. Ela ainda vai julgar, no mérito, o pedido de direito de resposta que a coligação de Álvaro Dias também faz no processo.

7 de novembro de 2020 às 11:24

Indeferimento pelo TRE não retira candidatura de Maurício Marques que recorre ao TSE para disputar a prefeitura de Parnamirim [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mesmo com o indeferimento pelo TRE, o ex-prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, continua na disputa pela Prefeitura do município.

Por conta e risco.

Filiado ao PROS, e coligado ao PCdoB, PT e PSB, Marques está recorrendo, como disse em nota emitida à imprensa neste sábado.

“O ex-prefeito e candidato à Prefeitura de Parnamirim nas eleições municipais de 2020, Maurício Marques, entrou com recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta sexta-feira (6) para concorrer ao pleito municipal.

A confirmação do recurso processual ocorreu após reunião com integrantes da coligação “Parnamirim crescendo de novo”, formada pelos diretórios municipais do PROS, PCdoB, PT e PSB.

Os integrantes da coligação, assim como Maurício Marques, mantêm-se confiantes ao resultado do processo, que legitimará a participação do candidato às Eleições deste ano”, diz a nota.

7 de novembro de 2020 às 2:15

Moradores de Areia Preta reclamam do barulho e do risco causado por motociclistas da madrugada [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Moradores de Areia Preta, em Natal, não sabem a quem reclamar.

Eles dizem que pelo menos 3 vezes por semana, depois da meia noite, um grupo de motociclistas promovem uma barulheira sem fim e oferecem risco a quem ainda transita de carro a essa hora.

É que grande parte, além do barulho causado por alguma alteração no escape, passam empinando as motos…

Polícia de trânsito?

Seria?