Thaisa Galvão

19 de novembro de 2020 às 10:44

Operação que envolve ex-deputado do Ceará em esquema de lavagem de dinheiro incluindo empresas de energia eólica cumpriu mandado em Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Polícia Federal cumpriu mandado em Mossoró, uma das cidades onde há envolvidos em atos que originaram a operação Km Livre.

Os mandados fazem parte da segunda fase da Operação Km Livre e ocorrem em Fortaleza, Caucaia e Russas, no Ceará; em Mossoró, no Rio Grande do Norte e no Rio de Janeiro.

O alvo número 1 é um ex-deputado cearense que a Polícia Federal preserva o nome, porém, na primeira fase da mesma operação, ainda em 2016, foram apreendidos R$ 6 milhões em dinheiro vivo no cofre de uma empresa ligada ao então deputado Adail Carneiro.

Resta saber qual a ligação do esquema criminoso desvendado no Ceará com a cidade de Mossoró.

Segundo reportagem do Diário do Nordeste, há fortes evidências, segundo a polícia, de lavagem de dinheiro ilícito por meio da aquisição clandestina de corretoras de valores e de sociedades em conta de participação do ramo de energia eólica, com a ajuda estratégica de operadores do mercado financeiro.

A polícia afirmou ainda que existem indícios da participação de agentes públicos nos crimes investigados.

Assim como aconteceu na primeira fase, os policiais flagraram e apreenderam hoje, grande quantidade de dinheiro em espécie, com suspeita de lavagem de dinheiro, ocultado na sede de uma das empresas investigadas, no bairro de Fátima, em Fortaleza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.