Thaisa Galvão

24 de novembro de 2020 às 16:51

Paulo Guedes tira salário de Rogério Marinho e passa para Fábio Faria [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Se o colunista do Globo Lauro Jardim não fosse amigo do ministro Fábio Faria não daria essa manchete.

Jardim escreveria, no mínimo, assim: Paulo Guedes usa General Ramos como ponte para tomar salário de Rogério Marinho e dar a Fábio Faria.

O “a mais” no salário que Rogério recebia, agora passa para o contracheque de Fábio.

É isso o que interessa no final das contas, vamos combinar?

Conselho do Sesc…nenhum interesse.

O engraçado é que Paulo Guedes, que não engole o fato de ter botado Rogério no governo, e ele ter crescido politicamente mais do que ele, tirou Rogério do Conselho como se fosse uma coisa ilegal.

Disse que o Conselho seria assumido pelo General Ramos, que não assumiu.

Não sei se combinado ou porque acatou o pensamento de Guedes, de que o “a mais” era vergonhoso ao ponto de Guedes ter retirado Rogério depois de uma notícia plantada na Folha em tom de “denúncia”.

O fato é que, o que era de Rogério passa para Fábio, sob as bênçãos de Guedes, deixando bem claro, no cenário potiguar, que Guedes e Fábio agem contra Rogério.

E que tudo passa pela campanha de 2022 no Rio Grande do Norte, onde a única vaga de Senado é objeto de desejo tanto de Fábio – qua quase não se reelege deputado federal – quanto de Rogério – que não se reelegeu.

Ah…

Mas… leia a nota de Lauro Jardim.

Assim…com um tom…tão bonitinho.

Valeu, migo.

Aproveitando a conta de Jardim, daqui a 11 reuniões, Fábio Faria terá recebido 189 mil reais.

Pouco mais de 17 mil reais por cada reunião.

Uma resposta para “Paulo Guedes tira salário de Rogério Marinho e passa para Fábio Faria”

  1. Luzia o. da Silva disse:

    Uma vergonha, nosso País passando por uma pandemia , enquanto esses políticos que nunca fizeram nada, nem pelo País , nem pelo Estado do RN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.