Thaisa Galvão

1 de fevereiro de 2021 às 19:46

Conversas entre Sérgio Moro e procuradores da lava jato combinam ações, prisões e decisões que tinham como alvo principal o ex-presidente Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

As 50 páginas que estavam em sigilo, e foram liberadas pelo ministro Ricardo Lewandowski,do STF, já estão no Blog e podem ser lida ACESSANDO AQUI.

Os diálogos entre o ex-juiz Sérgio Moro e procuradores da lava jato como Deltan Dalagnol são mais ou menos assim: um combinado de ações, prisões, reuniões…

Confira alguns trechos:

Deltan para Moro:  Ok… fizemos com a PF e eles concordaram. Ajustamos uma data para prisão do José Antunes e, caso deferida, a do João Augusto Resende, por questões operacionais: dia 23 de setembro. Caso Vc não tenha condições de decidir antes disso, adiamos. Caso decida, pelo sim ou pelo não, melhor…

Moro: Despachei pela manhã os dois casos. Rezende só a temporária. Acho que para a preventiva a prova precisa melhorar.

Deltan: Obrigado por informar!

*

Deltan para Moro: Liguei e ele arriou. Disse que não tem nada a falar etc… quando dei uma pressionada, desligou na minha cara… Estou pensando em fazer uma intimação oficial até, com base em notícia apócrifa

*

Deltan: Vc acha que seria possível a destinação de valores da Vara, daqueles mais antigos, se estiverem disponíveis, para um vídeo contra a corrupção, pelas 10 medidas, que será veiculado na globo?? A produtora está cobrando apenas custos de terceiros, o que daria uns 38 mil. Se achar ruim em algum aspecto, há alternativas que estamos avaliando, como crowdfunding e cotização entre as pessoas envolvidas na campanha.

Segue o roteiro e orçamento, caso queria olhar. O roteiro sofrerá alguma alteração ainda. Avalie de modo absolutamente livre e se achar que pode de qq modo arranhar a imagem da LJ de alguma forma, nem nós queremos

Moro: Se for só uns 38 mil acho que é possível. Deixe ver na terça e te respondo.

*

Deltan: Confidencial. Apenas para te manter informado. Estamos vendo para executar também nosso mandado de prisão lá. In these minutes we arrested Fernando Migliaccio da Silva in Geneva. (Fala em inglês)…

Moro: Great news. Prisão deles então. Bom mandar a nossa oportunamente.

Moro: Para ciência reservada. Como caso teste mandei hj executar a pena provisoriamente de um dos condenados do merchants em decorrência do novo precedente do STF. Mas vou publicar a decisão depois do cumprimento do mandado. Progressivamente vou fazendo nos outros.

Deltan: Sensacional!!!! Crossed fingers.

*

Moro: O que acha dessas notas malucas do diretório nacional do PT? Deveríamos rebater oficialmente? Ou pela Ajufe?

Deltan: Na minha opinião e de nossa assessoria de comunicação, não, porque não tem repercutido e daremos mais visibilidade ao que não tem credibilidade.

*

Deltan: Temos receio da nomeação de Lula sair na segunda e não podermos mais levantar o sigilo. Como a diligência está executada, pense só relatório e já há relatório preliminar, seria conveniente sair a decisão hoje, ainda que a secretaria operacionalize na segunda. Se levantar hoje, avise por favor porque entendemos que seria o caso de dar publicidade logo nesse caso.

Moro: Bem já despachei para levantar. Mas não vou liberar chave por aqui para não me expor. Fica a responsabilidade de vcs. Meu receio são novas polêmicas agora e que isto tb reverta negativamente. Mas pode ser que não.

Deltan: Vamos dar segunda, embora fosse necessária a decisão hoje para caso saia nomeação.

*

Deltan: Caso não tenha visto: (link de uma entrevista ao Estadão).

Moro: Sensacional. Boa entrevista. Nobre, isso não pode vazar, mas é bastante provável que a ação penal de SP seja declinada para cá se o LL não virar Ministro antes.

*

Deltan: E parabéns pelo imenso apoio público hoje. Você hoje não é mais apenas um juiz, mas um grande líder brasileiro (ainda que isso não tenha sido buscado). Seus sinais conduzirão multidões, inclusive para reformas de que o Brasil precisa, nos sistemas político e de justiça criminal. Sei que vê isso como uma grande responsabilidade e fico contente porque todos conhecemos sua competência, equilíbrio e dedicação.

Moro: Fiz uma manifestação oficial. Parabéns a todos nós. Ainda desconfio muito de nossa capacidade institucional de limpar o congresso. O melhor seria o congresso se autolimpar mas isso não está no horizonte. E não sei se o STF tem força suficiente para processar e condenar tantos e tão poderosos.

*

Deltan: Caros, conversei com o FUX mais uma vez, hoje. Reservado, é claro: O Min Fux disse quase espontaneamente que Teori fez queda de braço com Moro e viu que se queimou, e que o tom da resposta do Moro depois foi ótimo. Disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez. Só faltou, como bom carioca, chamar-me pra ir à casa dele rs. Mas os sinais foram ótimos. Falei da importância de nos protegermos como instituições.

*

Deltan: Denúncia do Lula sendo protocolada em breve; Denúncia do Cabral será protocolada amanhã;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.