Thaisa Galvão

7 de fevereiro de 2021 às 17:40

Imortal da Academia de Letras, Vicente Serejo agradece a Álvaro por ter vacinado os intelectuais mas prefeito diz que notícia está equivocada [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Como assim?

Quem disse que o fato de escrever um livro e ser recebido na Academia de Letras como imortal dá direito a furar a fila?

A notícia do colunista Vicente Serejo na Tribuna do Norte deste domingo diz que sim.

Serejo até agradece o gesto do prefeito de Natal, Álvaro Dias, por ter vacinado os intelectuais….

Claro que liguei para o prefeito.

Por que os idosos que até tem comorbidade mas não escreveram um livro, foram ultrapassados pelos ditos imortais da Academia de Letras?

O prefeito disse que nem recebeu a solicitação da Academia nem mandou vacinar os “imortais”.

Disse que a nota publicada está equivocada.

Mas…

Serejo é imortal da Academia e pode responder:

Está vacinado? Furou a fila?

Ou publicou notícia errada?

O prefeito afirmou ao Blog que a vacinação em Natal continua seguindo os protocolos e calendário do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde nem fala em imortais…

7 de fevereiro de 2021 às 14:30

Avião retorna ao aeroporto momentos após decolagem para Polícia Federal retirar passageiro que se negou a usar máscara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando o negacionismo dá cadeia.

Do G1-Bahia:

Um voo da companhia Gol retornou para o aeroporto de Salvador logo depois de decolar, na manhã deste sábado (6), após um passageiro se recusar a utilizar máscara durante a viagem. Depois que o avião retornou ao terminal da capital baiana, o passageiro foi retirado do voo por agentes da Polícia Federal.


Em nota, a empresa informou que o caso ocorreu no voo G3 1865 (Salvador – Brasília) e que, após o desembarque do passageiro, “o restante dos clientes seguiu viagem normalmente, pousando com segurança no Aeroporto de Brasília”.


O voo G3 1865 estava previsto para sair da capital baiana às 6h10 e chegar em Brasília às 8h10. Com o problema, os passageiros só chegaram ao destino por volta das 10h10.
O médico Juscelino Santos, que era passageiro no voo, relatou como ocorreu todo o caso:
“Com 30 minutos de voo, começou todo o mal estar. Alguns passageiros, principalmente umas senhoras idosas pediram pra ele colocar a máscara, e ele disse que não ia colocar, que era besteira, e que não tinha prova de que aquilo servia pra alguma coisa. As senhoras ficaram indignadas, uma até teve um pico hipertensivo. Um dos rapazes foi lá discutiu, e eles foram às vias de fato. Depois um outro senhor também foi às vias de fato com ele”, falou.

Ainda de acordo com o passageiro, as aeromoças e o chefe da cabine conversaram com ele, mas mesmo assim ele não quis colocar a máscara. Com isso o comandante decidiu retornar para o aeroporto de Salvador.
“A Polícia Federal chegou e ia só conduzir ele, mas na hora que pararam, ele deu um solavanco nos policiais, e aí ele tomou voz de prisão por desacato, falou o médico. A PF confirmou que, a pedido do comandante da aeronave, agentes da corporação retiraram o passageiro que se recusava a utilizar máscara.
Um vídeo gravado por Juscelino mostra o momento em que policiais federais entram no avião e leva o passageiros que não queria colocar a máscara. Quando os agente entram, são aplaudidos pelos outros passageiros.

A Gol também afirmou que o uso de máscaras é uma questão de segurança coletiva, sendo “obrigatório para todos, com raras exceções”.

7 de fevereiro de 2021 às 3:19

O jacaré mentiroso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do jornalista Carlos Brickman, no seu portal Chumbo Grosso:

-A melhor maneira de desmentir uma notícia falsa é publicar a verdade. A destruição das fake news não se faz por censura ou por arbítrio, mas trocando o falso pelo verdadeiro. Já ninguém diz, hoje, que quem toma vacina vai virar jacaré: a imbecilidade se desfez sozinha e sozinha mostrou quem é o jacaré.

7 de fevereiro de 2021 às 3:12

Senadora Zenaide apresenta emenda à Medida Provisória do governo para aumentar o valor do salário mínimo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A senadora Zenaide Maia apresentou emenda à Medida Provisória 021/2020, que aumenta o valor do salário mínimo.

Segundo justificou a senadora, por dois anos consecutivos o governo federal se limitou a repor as perdas da inflação na hora de reajustar o mínimo e o resultado é o salário com menor poder de compra dos últimos 15 anos.

O levantamento apresentado pela senadora do Rio Grande do Norte foi feito pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos).

“Comida, gasolina, remédio, aluguel. Tudo aumentou demais, menos o salário. Apresentei emenda à MP 1021 para dar ganho real ao mínimo, com reajuste de 5,45% (INPC de 2020) + 1,41% (variação real do PIB de 2019)”, explicou Zenaide, criticando a

Descontinuidade, por parte do governo federal, da política de valorização do salário mínimo.