Thaisa Galvão

11 de fevereiro de 2021 às 9:44

Mossoró e a despedida da professora Inalda Cabral Rocha [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Teve despedida sim.

Em Mossoró, o velório e sepultamento da professora aposentada Inalda Cabral Rocha, nesta quarta-feira, que repentinamente faleceu na noite da terça, reuniu familiares e amigos, o Padre Charles encomendando o corpo, seguindo os protocolos como uso de máscara e distanciamento.

Dona de um humor inteligente, dona Inalda teve muitas de suas histórias engraçadas lembradas com carinho pelos filhos, netos, amigos como a vereadora Larissa Rosado e a ex-deputada Sandra Rosado, e por pessoas que contaram como foram ajudadas por ela em seus 94 anos de vida.

Vida ainda pulsante, quando ‘importunava’ os netos acompanhando cada um pelas redes sociais.

Não conheci dona Inalda, mas senti a dor da partida dela através da filha, minha amiga querida de tempos, a jornalista Lúcia Rocha.

Que ainda na noite de terça me surpreendeu com a mensagem: “Minha mãe foi morar no céu essa noite”.

Coincidentemente, há duas semanas o Jornal de Fato publicou sua biografia, que o Blog reproduz:

Inalda Cabral RochaInalda Cabral Rocha nasceu no dia 25 de janeiro de 1927, no Sítio Riacho do Meio, município de Pau dos Ferros. filha do agricultor Pedro Alves Cabral e Antônia Neri Cabral. Iniciou seus estudos aos seis anos de idade, no Grupo Escolar Joaquim Correia, em sua cidade natal, tendo como primeira professora Carmelita Rocha, passando apenas dois anos nesta escola. No final de 1934, migrou com a família para Mossoró, onde passou a estudar no Ginásio Sagrado Coração de Maria, de 1935 a 1942. No ano seguinte, passou a estudar na Escola Normal de Mossoró, colando grau em 12 de dezembro de 1944. Em 1978, prestou vestibular para Pedagogia, pela UERN, sendo aprovada com êxito. Desde criança, acalentava o sonho de ser educadora, formando com as irmãs, Adelzira e Guiomar, um trio de educadoras que formou gerações em Mossoró e outras cidades do oeste potiguar, chegando à gestão administrativa educacional em órgãos públicos na cidade. Inalda Cabral Rocha tem passagens por diversas escolas, em agosto de 1945, retornou a Pau dos Ferros, onde passou a lecionar no Grupo Escolar Joaquim Correia; em 1947, assumiu a direção daquele Grupo Escolar. Em 1952, foi transferida para o Grupo Escolar Padre João Maria, na cidade de Jardim de Piranhas; No seguinte foi transferida para Mossoró, passando a lecionar no Ambulatório Padre Dehon; em 1957, assumiu a direção da Escola Estadual Moreira Dias; em 1961, passou por outra transferência para o Grupo Escolar 30 de Setembro; em 1963, foi transferida para o Grupo Escolar dos Excedentes, que ficava no município de Assú; em seguida, retornou para o Grupo Escolar 30 de Setembro, onde permaneceu até o ano de 1966; Grupo Escolar Modelo; Escola Municipal Joaquim da Silveira Borges; Diretora de Educação do Município de Mossoró - Secretária de Educação - na gestão de Raimundo Soares de Souza-Joaquim da Silveira Borges; Escola Princesa Isabel; Escola Lions e Escola Estadual Sólon Moura. Mais tarde, investiu e numa escola particular, na Rua Mário Negócio, denominada Educandário Nossa Senhora Aparecida, em 1970. Em 27 de maio de 1971, foi nomeada Chefe do II NURE, atualmente XII DIREC – Direção Regional de Ensino e Cultura, onde aposentou-se nesta função, em 1976. Voltou a se dedicar ao seu Educandário Nossa Senhora Aparecida, mas surgiu o convite para assumir a Coordenação Municipal Mobral, nomeada pelo então Prefeito João Newton da Escóssia, em 9 de agosto de 1977, pela portaria 73/77, dispensando uma atenção maior a sua escola. Em 1986, recebeu uma homenagem em vida, na gestão do Governador José Agripino Maia, quando foi inaugurada a Escola Estadual Professora Inalda Cabral, edificada no bairro Santo Antônio. Em 1947, casou-se com o paraibano Pielson Dantas Rocha e desta união nasceram doze filhos, dos quais sobrevivem oito: Terezinha, Jacinta, Aparecida, Rocha Neto, Canindé, Lúcia, Filomena e Conceição. Inalda Cabral Rocha ganhou o título de Cidadã Mossoroense, outorgado pela Câmara Municipal de Mossoró, por indicação do vereador Lupércio Luiz de Azevedo e, em março de 2014, foi agraciada com o Troféu Ana Floriano, pelo prefeito Silveira Júnior, comenda que a Prefeitura Municipal de Mossoró dedica a uma mulher de destaque por serviços prestados em qualquer área na cidade, em homenagem ao Dia da Mulher. Em 2011, a Professora Inalda Cabral Rocha lançou na Feira do Livro de Mossoró suas memórias na área da educação em livro intitulado A Escola do Meu Tempo, bem aceito na comunidade e logo esgotado, porém, carece de mais de edições.

(Lindomarcos Faustino Vieira
Pesquisador mossoroense)

2 respostas para “Mossoró e a despedida da professora Inalda Cabral Rocha”

  1. Filomena Cabral Rocha disse:

    Minha mãezinha, tão linda. Escreveu muito bem, minha mãe é essa pessoa maravilhosa que a senhora descreveu, apesar de não te-la conhecido, mas foi mesmo que ter conhecido.

  2. Keitha Paiva Cabral disse:

    Parabéns Pesqusadot Lindomarcos, sucinta, mas justa fala.
    Nossa educadora mudou o endereço, entretanto, nos deixa em seu endereço terreno, uma gestora d
    ímpar, que ao longo dos últimos anos, no comando de Deus, ajudou a forjar: sua filha, a Jornalista Lucia Cabral Rocha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.