Thaisa Galvão

19 de fevereiro de 2021 às 21:34

Angustiado diante de doentes com sintomas graves de covid, mas sem vagas em UTI, médico Auderley Torres diz que viveu hoje um dos dias “mais difíceis” [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Desabafo do médico Auderley Torres, no plantão desta sexta-feira no Hospital dos Pescadores de Natal, que atende pacientes em sistema de pronto-socorro, com sintomas graves de covid, mas que são obrigados a entrar numa fila para uma UTI que não existe.

Porque elas estão ocupadas.

100% oculadas em vários hospitais de Natal.

Eis o desabafo do médico que circulou em grupos de whats app:

Meus amigos, a impressão que tenho é que estamos vivendo o pior momento da pandemia. Não há vagas de UTI para nenhum paciente na rede pública do município. O Hospital de Campanha está lotado e não para de chegar novos pacientes no PS.
Estava no plantão hj, responsável pelos pacientes críticos!!! Uma loucura!!!
Estou na luta desde o início da pandemia. Hoje, certamente foi um dos mais difíceis!!!

*

Conversei com o médico Auderley Torres que segue no plantão do Hospital dos Pescadores.

Onde os pacientes que chegam, e são muitos, são atendidos em salas de estabilização.

“Em seguida esses pacientes precisam de suporte de UTI, mas não há vagas. Uma angústia enorme”, disse o médico que está na linha de frente da covid desde o início da pandemia.

Ele foi instrutor de intubação orotraqueal no Hospital Municipal de Natal, que era o hospital de referência do município no início da pandemia e foi um dos médicos a receber o primeiro paciente de covid na unidade.

3 respostas para “Angustiado diante de doentes com sintomas graves de covid, mas sem vagas em UTI, médico Auderley Torres diz que viveu hoje um dos dias “mais difíceis””

  1. SORMANIA TRINDADE disse:

    Amigo a sensação é que voltamos ao início, princípio de tudo; as vagas de UTI não suprem a nossa necessidade e a maioria das pessoas não conseguem enxergar o que estamos vivendo novamente. Os pacientes tem chegado mais graves como se ignorassem os primeiros sintomas! Difícil!

  2. Cléa Maria Gomes disse:

    Tudo é muito triste, porem o povo é culpado.

  3. Ainat Miroma disse:

    Muito triste esta situação…Governo deixar chegar a esse ponto….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.