Thaisa Galvão

31 de março de 2021 às 19:21

Empresários reunidos com a governadora apresentam medidas sanitárias como garantias para flexibilização da economia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Coordenando a participação do setor produtivo na reunião desta quarta-feira com a governadora Fátima Bezerra, o presidente da Fiern, Amaro Sales, disse que empresariado sempre teve um bom diálogo com a governadora e sua equipe.

Ele afirmou que neste momento, o importante é a busca por uma solução que garanta a flexibilização.

Amaro Sales citou que o plano de reabertura, apresentado com o escalonamento de horários, é uma medida viável diante do grave quadro de desemprego no estado.

“A solução é a vacina, o distanciamento social, máscaras e álcool em gel, mas temos que achar uma solução para quem está em casa”, disse Amaro Sales, referindo-se às pessoas que estão sem trabalho, e consequentemente, sem renda.

Consultor da Federação, José Bezerra Marinho falou que a crise ficou mais aguda e que o setor produtivo está recebendo pressões para o retorno das atividades.

Marinho disse que a proposta de escalonamento nos horários é baseada em levantamentos feitos por federações e associações.

“Nossa economia não resistirá a mais tempo de restrições. Temos certeza de que é possível conviver com a doença, preservando vidas e evitando a morte das empresas. Nós temos recebido, diariamente, dezenas de relatos de empreendedores que já passaram todos os limites do suportável. Gente que está se desfazendo de patrimônios familiares, vendo ir para o ralo o trabalho de uma vida inteira. Temos até mesmo casos de pessoas que cometeram atos extremos, atentando contra a própria vida no auge do desespero”, afirmou o presidente da Fecomercio, Marcelo Queiroz.

Participaram da reunião pelo governo, os secretários Fernando Mineiro (Segri); Carlos Eduardo Xavier (Tributação); Cipriano Maia (Saúde); Aldemir Freire (Planejamento) e Jaime Calado (Desenvolvimento).

Do setor produtivo também participaram o superintendente do Sebrae, Zeca Melo;  o presidente da Federação das Associações Comerciais, Itamar Manso; o diretor da CDL Natal, Afrânio Miranda; o presidente da Associação Comercial,  Luiz Eduardo Schiavo; o presidente da Abrasel, Paolo Passariello; e o presidente da Federação da Agricultura, José Vieira.

Foto Fabiano Trindade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.