Thaisa Galvão

23 de abril de 2021 às 2:02

Protocolo do CRM do RN guardado nas gavetas dos médicos anti-cloroquina [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) em vários estados brasileiros tem aberto sindicâncias para apurar a atuação de profissionais da Medicina na divulgação do “tratamento precoce” de covid, principalmente à base de cloroquina, azitromicina e ivermectina.

No Rio Grande do Norte, há médicos que não seguem a linha do tratamento precoce guardando a 7 chaves o protocolo lançado pelo Conselho Regional de Medicina.

Eles querem, mesmo diante de possíveis mudanças de narrativa, de que “não fizeram protocolo”, mostrar que os Conselhos não poderiam ter feito a indicação, já que a atribuição é das sociedades de especialistas, e que cabe aos Conselhor fiscalizar.

Eis o protocolo criado pelo Conselho Regional de Medicina do RN.

As 4 alternativas do procolo para serem ministrados em doentes de covid

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.