#JornalismoSemFakeNews

2 de setembro de 2021 às 13:45

Aposentada de Umarizal também caiu no empréstimo consignado do Bradesco e teve que pagar parcelas do que não contraiu

[3] Comentários | Deixe seu comentário.

Pelo jeito, é fato recorrente do Bradesco no Rio Grande do Norte, as pegadinhas criminosas com aposentados rurais.

Duvido que o banco faça empréstimo consignado sem autorização do cliente, em contas de correntistas com muito dinheiro e com poder para levar o caso à frente.

É fraude o que está acontecendo e escritórios de advocacia estão cheios de casos.

Nesta quarta-feira contei aqui o caso de uma aposentada de Elói de Souza, que sem saber nem autorizar, está sendo obrigada a pagar por um empréstimo que não contraiu.

CLIQUE AQUI PARA SABER SOBRE O CASO

Hoje um leitor da região Oeste informou ao Blog que o mesmo problema aconteceu com a irmã dele, na agência do Bradesco, em Umarizal.

Bom dia

Isso aconteceu também com minha irmã, agricultura aposentada, nesse mesmo banco, aqui em Umarizal. Ela devolveu o dinheiro do empréstimo, que ela não pediu, porém, veio descontado o valor da parcela. Absurdo.

*

Depois da nota do Blog, a gerência do Bradesco em Macaíba entrou em contato, afirmando que não havia nenhuma reclamação sobre o caso.

Nem haveria de ter.

Quando as famílias humildes e desinformadas vão reclamar, como aconteceu com o caso citado pelo Blog, são orientadas a buscar a solução “pelo telefone”.

Sabe aquelas ligações em que você fala com uma gravação e não vê nenhum resultado?

Aí o tempo vai passar, passar e passar, e a vítima vai perdendo, perdendo e perdendo, até pagar todo o empréstimo que não pediu.

No caso da aposentada de Elói de Souza, o empréstimo foi feito para descontar da aposentadoria de salário mínimo dela, 84 prestações de mais de 300 reais.

Segundo a gerência do banco em Macaíba, depois do contato da nora da vítima através do Blog, empréstimos são feitos pela BRADESCO FINANCEIRA.

Não importa se o problema é na sala, no banheiro ou na cozinha, o BRADESCO é um só e a agência que mantém a conta do aposentado tem que tirar o seu cliente da roubada que lhe enfiaram.

É isso o que a família da aposentada de Elói de Souza espera.

Ela quer garantir a aposentadoria dela, e nenhum centavo dos 15 mil reais que depositaram na sua conta, e que por isso está tendo, pelo segundo mês seguido, que descontar mais de 300 reais de seus vencimentos.

No primeiro contato presencial, ali naquele ‘atendimento público’, que trata de tudo, não se detendo a casos específicos, a aposentada foi informada que terá que pagar ao banco o que teria recebido para depois ser ressarcida.

Ao Banco, que praticou o erro, não cabe nada?

Vai continuar rindo da cara de quem se humilha para receber um salário mínimo de aposentadoria?

3 respostas para “Aposentada de Umarizal também caiu no empréstimo consignado do Bradesco e teve que pagar parcelas do que não contraiu”

  1. SEVERINO RAMOS PEREIRA disse:

    Amiga Thaisa, aconteceu com minha cunhada também, isso em caicó. a sorte que minha sobrinha é esclarecida e levou o caso para judicializar.

  2. No caso da minha irmã, foi descontado uma parcela, no mês seguinte veio o valor normal, e ainda veio o ressarcimento do valor da parcela da cobrada no mês anterior.

  3. Helder alves de oliveira disse:

    Aqui na agencia do bradesco de felipe guerra tem uns 100 aposentados com esse problema é todo mundo reclamando um verdadeiro massacre com os idosos.

Deixe uma resposta para Gilvan de Souza Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.