#JornalismoSemFakeNews

1 de outubro de 2021 às 7:48

Pesquisa dos sonhos de Fábio Faria não inclui nome de quem lidera o ranking

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Uma pesquisa revela seu DNA quando, do nada, surgem cenários irreais…

Não é a primeira pesquisa em que cenários são criados para colocar em primeiro lugar, na carreira pelo Senado no Rio Grande do Norte, o ministro Fábio Faria.

Que não está em primeiro lugar.

Basta incluir nos cenários, os nomes que estão ou estarão participando do pleito.

A pesquisa divulgada nesta quinta-feira incluiu até a ex-prefeita de Mossoró e ex-governadora Rosalba Ciarlini como pré-candidata ao Senado, quando todo mundo sabe que todo mundo sabe que Rosalba até tinha planos de voltar a disputar o Senado, mas, somente caso fosse reeleita prefeita, o que não aconteceu.

A pesquisa parecia mais preocupada em mostrar o mais alto índice de rejeição do ministro Rogério Marinho, que assim como Fábio, quer a única vaga de senador nas eleições do próximo ano.

Dos cenários criados, dois foram feitos a partir do sonho de Fábio.

Só esqueceram de colocar o nome do ex-senador Garibaldi Filho, que vem liderando as pesquisas para Senado.

Na pesquisa dos sonhos do Ministro das Comunicações, o pleito de 2022 virá favorável a ele e ao pai, o ex-governador Robinson Faria, que lidera a disputa para deputado federal.

Voltando aos cenários para Senado, a briga segue entre os dois ministros do Rio Grande do Norte.

Certamente por desconfiarem da permanência do chefe Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto a partir de 2023, já buscam um plano B para as carreiras políticas, concorrendo a um mandato eletivo.

Mas, pelo que eles mesmos falam, os dois terão que passar por uma prévia para ter o apoio do presidente da República, como se o apoio de Bolsonaro no Rio Grande do Norte fosse fundamental para eleger.

Pela própria pesquisa do instituto Seta publicada nesta quinta, Jair está mais para deseleger do que para garantir mandato a ninguém.

No Rio Grande do Norte, 70% da população rejeitam o governo Bolsonaro.

Na intenção de votos, a pesquisa aponta que se as eleições ocorressem hoje, o ex-presidente Lula (PT) teria 39% e Bolsonaro 22%.

Lembrando que no augíssimo de sua carreira política, em 2018, ele perdeu feio para Fernando Haddd (PT) no RN. Foi 63% para Haddad e 36% para o atual presidente.

Mesmo com esse cenário, Fábio Faria e Rogério Marinho seguem se estapeando, como o Blog tem dito, para chegarem a lugar nenhum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.