#JornalismoSemFakeNews

13 de novembro de 2021 às 21:18

Como o PL conquistou Bolsonaro

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o presidente Jair Bolsonaro foi parar no PL?

Leia trecho da reportagem que está nas páginas da revista Veja.

-Coube a Valdemar Costa Neto dar o passo necessário para que o impasse fosse resolvido. Ele fez chegar ao Palácio do Planalto o recado de que, se o PL fosse preterido, romperia com o governo e apoiaria em 2022 o ex-presidente Lula, de quem foi aliado. Valdemar também lembrou do tamanho de cada legenda do Centrão no governo.

O PP tem a Casa Civil e a presidência da Câmara, enquanto o PL comanda a Secretaria de Governo, que, apesar do status de ministério, desempenha um papel de coadjuvante na administração.

A balança, portanto, estava desequilibrada. Tais argumentos ajudaram Bolsonaro a se decidir. No próximo dia 22, ele se filiará ao PL, que tem 43 deputados, quatro senadores, 345 prefeitos e 3 438 vereadores.

Em 2020, o partido recebeu 63 milhões de reais do fundo partidário e mais de 117 milhões de reais do fundo eleitoral. Vitorioso na corrida pela filiação, Valdemar Costa Neto divulgou um áudio, por meio de sua assessoria, em que diz que todos do Centrão devem crescer juntos, de mãos dadas com o presidente. Foi difundida até a versão de que o PP pode indicar o vice na chapa, o que, por enquanto, não passa de um balão de ensaio.

O fato é que, até a eleição, novas concessões devem ser feitas ao Centrão em nome do projeto de reeleição. Entre elas, a manutenção das polêmicas emendas de relator, que têm como principais clientes justamente os congressistas do grupo.

Abaixo o print da reportagem completa:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.