Thaisa Galvão

29 de julho de 2015 às 22:42

Eduardo Cunha diz que demandas dos governadores dependem “da boa vontade do governo federal” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do portal da Câmara dos Deputados

Cunha espera ajuda do governo federal para votar pauta de governadores

A presidente Dilma Rousseff reúne-se com governadores nesta quinta-feira (30), às 16 horas
O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, disse que espera ajuda do governo para a votação de propostas de interesse dos governadores na Casa. Em entrevista na noite desta quarta-feira, ele falou sobre a reunião da presidente Dilma Rousseff com governadores marcada para esta quinta-feira (30), às 16 horas. Até agora, 24 governadores confirmaram presença.

 
“Nós aqui, eu e o Renan [Calheiros, presidente do Senado], já reunimos os governadores e os prefeitos das principais cidades do Brasil. E muitas das demandas que os governadores precisam e colocaram aqui dependem da boa vontade do governo. Depende inclusive de pauta legislativa às quais o governo concordando ajudaria muito”, disse.
Em maio, governadores de 22 estados e do Distrito Federal queixaram-se de dificuldades para cumprir obrigações constitucionais e para sanar dívidas com a União. Eles estiveram no Congresso Nacional para debater com os presidentes da Câmara e do Senado propostas de revisão do atual pacto federativo – modelo de repartição de receitas e obrigações constitucionais entre os entes federados (União, estados, municípios e Distrito Federal).
Transferência de encargos

Um dos consensos entre os governadores na reunião de maio foi a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 172/12, do deputado Mendonça Filho (DEM-PE), que proíbe o governo federal de transferir novos encargos aos entes federados sem a devida previsão de recursos.
Cunha afirmou que o texto será votado no Plenário até o final de agosto, quando termina o prazo da comissão especial que discute o tema. “A solução dos problemas de estados depende muito da União. Há interesses simultâneos de um lado e divergentes de outro”, afirmou Cunha.
Unificação ICMS

Cunha também falou que os governadores têm receio sobre a viabilidade do Fundo de Auxílio Financeiro à Convergência de Alíquotas do ICMS (FAC-ICMS), criado pela Medida Provisória 683/15. Um dos meios de financiamento do fundo viria da tributação sobre recursos repatriados de brasileiros no exterior (Projeto de Lei do Senado 298/15). “Há uma receita incerta, eles querem que o governo dê a fonte correta, de preferência colocando como mandamento constitucional, dessa compensação que vai integrar o fundo para que esses estados não percam.”

29 de julho de 2015 às 20:30

Colunista fala em saída de Henrique do Ministério do Turismo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na coluna que publica em vários jornais do país, o jornalista Cláudio Humberto fala em saída do ex-deputado Henrique Alves do Ministério do Turismo.

 
Não é a primeira vez que CH fala no assunto.

Resta saber se Henrique está mesmo de malas prontas ou se há um embate entre o colunista e o ministro, desde que este, em retaliação a uma nota pouco simpática a sua pessoa, cancelou o contrato de publicação da coluna de CH na Tribuna do Norte. 

29 de julho de 2015 às 16:30

Associação de Distribuidores e Atacadistas do RN abre inscrições para a Convenção da ABAD que acontecerá em  Fortaleza [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A ADARN – Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Rio Grande do Norte, uma das 27 filiadas da ABAD – Associação Brasileira do Atacado Distribuidor, está preparando a sua delegação para representar o      RN na 35ª edição da Convenção da ABAD – Fortaleza 2015. 

A Convenção Anual do Atacadista Distribuidor é o maior encontro de negócios do segmento na América Latina, onde profissionais da cadeia de abastecimento encontram produtos, equipamentos e serviços que geram grandes oportunidades.

Esse tradicional evento, com quatro dias de duração, é o local ideal para conhecer lançamentos e novas tendências. 

É também a melhor oportunidade para estreitar relacionamento e fechar parcerias com integrantes da cadeia de abastecimento nacional, incluindo agentes de distribuição, palestrantes, fornecedores do setor e indústria, com destaque para fabricantes de alimentos, bebidas, produtos de higiene pessoal, limpeza, candies, artigos de bazar, entre outros. 
A Convenção se destaca também no aspecto da capacitação. 

Visitantes e expositores podem participar das palestras técnicas de alto nível oferecidas pela ABAD, aperfeiçoadas a cada ano. 

Essas palestras, ministradas por especialistas, visam promover o conhecimento e divulgar novas tecnologias que aumentem a competitividade do setor.

Além disso, a ABAD oferece diversos serviços que visam dar segurança e comodidade aos profissionais que comparecem ao evento, como transporte gratuito entre os hotéis e o pavilhão de exposição, quatro edições do ABADNEWS – informativo diário impresso e online, business center, posto médico, entre outros.

Frequentada por um público de alto poder de decisão, a Convenção Anual do Atacadista Distribuidor é um evento internacionalmente reconhecido, focado em negócios, relacionamento e resultados.

Por tudo isso, a ABAD 2015 FORTALEZA tem tudo para ser mais um grande sucesso!

 

Um evento anual, único, de um segmento que movimenta  anualmente mais de R$ 211,8 bilhões em negócios.

 

29 de julho de 2015 às 16:17

TCU: Relator das contas do governo alertou à própria Dilma que 2,3 trilhões não foram contabilizados da previdência autuarial [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Época Online:

Augusto Nardes: “O Tribunal já havia alertado para as pedaladas”

O relator no julgamento das contas do governo diz que as irregularidades são graves. Uma reprovação do Tribunal pode dar munição aos que querem o impeachment de Dilma Rousseff

LEANDRO LOYOLA E MURILO RAMOS

O ministro Augusto Nardes voltou ao Tribunal de Contas da União (TCU) há duas semanas, após sete dias de afastamento. “Saí um pouco para evitar a pressão”, afirma. As circunstâncias transformam Nardes em um dos personagens mais visados hoje por governo e oposição. Ele é o relator das contas do governo da presidente Dilma Rousseff em 2014. São significativas as chances de, no julgamento em agosto, ele e os colegas reprovarem as contas devido às alquimias da contabilidade criativa da equipe do então ministro Guido Mantega. Na pior delas, por falta de dinheiro do governo, bancos oficiais pagaram benefícios sociais para receber depois, uma inversão de papéis proibida e que ficou conhecida como “pedalada”. Caso isso aconteça, o Congresso pode rejeitar as contas de Dilma – e fornecer um argumento concreto para os que querem o impeachment da presidente. “O Tribunal já vinha alertando o governo para a questão das pedaladas”, afirma Nardes nesta entrevista a ÉPOCA. Até o julgamento, Nardes andará acompanhado por seguranças.

  
ÉPOCA – Como está a pressão sobre o senhor e o Tribunal por causa das pedaladas?

Augusto Nardes – Faz parte do jogo. Recebi quatro ministros do governo. O mais importante foi o (ministro da Fazenda) Joaquim Levy. O (advogado-geral da União, Luís Inácio) Adams veio várias vezes.
ÉPOCA – O que eles disseram ao senhor?

Nardes – O (ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio) Mercadante disse que as pedaladas já tinham acontecido em outros anos, o Adams também falou. Mas nós já estamos alertando o governo sobre as pedaladas há algum tempo.
ÉPOCA – O que disse o ministro da Fazenda, Joaquim Levy?

Nardes – Ele tentou ponderar esses aspectos, mas não entrou muito nos detalhes da situação anterior, que era do ministro Guido Mantega. O Levy está fazendo um trabalho muito importante para o país, de tentar acertar uma situação pela qual ele não é responsável. Eu o achei muito equilibrado. 

ÉPOCA – Ele se comprometeu em acabar com as pedaladas?

Nardes – Ele colocou isso, mas não com uma ênfase maior. Contou o que estava fazendo para tentar buscar o equilíbrio do país, todo o esforço que estava fazendo. 
ÉPOCA – O que os ministros querem?

Nardes – Eles defendem as posições do governo que estão aí em público. Faz parte. Eu recebi também pessoas da oposição, senadores, o Aécio Neves, o Aloysio Nunes, o Ronaldo Caiado, deputados. Acho que faz parte do jogo democrático. O TCU é um dos guardiões da Lei de Responsabilidade Fiscal e tem de ficar atento ao que está acontecendo. Nossa decisão não foi inventada por mim: foi feito um trabalho técnico, pelos auditores, e o ministro José Múcio relatou. Há dois pontos que considero mais importantes: as pedaladas e o contingenciamento. Sobre as pedaladas, já foi tomada uma decisão, há um acórdão. O ministro José Múcio disse: o caso das pedaladas é como se fosse um cheque especial. Sem autorização do Congresso, o governo gastou próximo de R$ 40 bilhões. E tem o contingenciamento, outro aspecto importante. Eu mostro o que aconteceu em 2011, 2012 e 2013. No caso de 2014, período de eleição, não foi feito contingenciamento de R$ 28,5 bilhões – e, além de não fazer, foram autorizados (gastos) de R$ 10 bilhões a mais. As contas não fecharam de forma positiva, tivemos um deficit de R$ 22,5 bilhões. São dois fatos importantes. Há também a questão do FGTS: foram usados R$ 6,5 bilhões do trabalhador, sem data de retorno.

ÉPOCA – O governo trata as pedaladas como uma operação rotineira, um ajuste de cálculos. O que o senhor acha desse argumento?

Nardes – O Tribunal já vinha alertando o governo para essa questão, como também para a contabilidade criativa. Já vínhamos alertando de que excessos vinham sendo cometidos. No ano passado, conversei longamente com a presidente Dilma, tentando auxiliar o governo. Disse a ela que R$ 2,3 trilhões – não estou falando de bilhões, estou falando de trilhões – não foram contabilizados da previdência autuarial, que é a projeção da aposentadoria de todos os brasileiros. Por que isso é importante? Porque, se não tomarmos medidas preventivas, iremos pelo mesmo caminho de países como Espanha, Portugal e Grécia – e, em curtíssimo espaço de tempo, não poderemos pagar os aposentados. Eu alertei a presidente Dilma. Eles contabilizaram uma parte neste ano, não tudo. Mas, mesmo com a contabilidade, não dá para fazer uma avaliação se o patrimônio do país é positivo ou negativo.

Eu alertei a presidente Dilma no ano passado, durante o período da Copa

ÉPOCA – Quando foi isso?

Nardes – Eu alertei a presidente no ano passado, durante o período da Copa. Ela chamou o Mantega, e ele tomou algumas providências. A proposta no ano passado já era pela rejeição das contas (do governo). Eu disse no meu voto que as contas “não estão em condições de ser aprovadas”. O ministro Raimundo Carreiro falou comigo, eu estava na presidência, eu falei com o governo e chamamos o Mantega aqui.

ÉPOCA – O que o ministro Guido Mantega disse?

Nardes – Ele foi chamado, veio aqui. O Mantega conversou com o ministro Raimundo Carreiro e tomou algumas providências. No ano passado, o Tribunal propôs aprovar com ressalvas as contas do governo. Mas aí nós fomos ver, as pedaladas eram graves. O fato de eu propor 30 dias para o governo se defender é para estabelecer o contraditório. Estou esperando que o governo consiga trazer uma explicação plausível.
ÉPOCA – Assusta o senhor a reação do governo diante da postura do TCU?

Nardes – A reação é natural, porque qualquer governo quer que tudo corra bem. O voto foi basicamente técnico e baseado em uma decisão já tomada pelo Tribunal. O fato de termos alertado e não termos sido ouvidos leva a uma situação dessas, em que pela primeira vez se propõe um contraditório para tomar uma decisão sobre um tema que há muitos anos o Congresso não examina (desde 1992 o Congresso não vota os relatórios do TCU sobre contas dos governos). As instituições têm de ser fortes, cada uma tem de cumprir com seu papel. Nós cumprimos nosso papel técnico. Isso foi elaborado por uma equipe de mais de 30 auditores que encontraram esses números. Eu sou o porta-voz desse trabalho do Tribunal de Contas da União. O governo tem de responder a isso, porque a sociedade quer transparência em relação aos recursos pagos pelos impostos.
ÉPOCA – O governo argumenta que as pedaladas existiram nas gestões anteriores e que o TCU nunca ligou. 

Nardes – O Tribunal alertou o governo várias vezes.

ÉPOCA – O julgamento no TCU poderá levar o Congresso a rejeitar as contas do governo Dilma e abrir caminho para o impeachment. O senhor pensa nisso?

Nardes – Nosso juízo é técnico. Estamos fundamentados em números, feitos por uma equipe de excelência. 
ÉPOCA – A AGU estuda, se perder, contestar o julgamento no Supremo Tribunal Federal. Vai dizer que o senhor não poderia se manifestar antes do voto. 

Nardes – Eu não me manifestei antes. Estou falando em cima do relatório que foi feito pelo ministro José Múcio. Eu não me manifestei em relação ao meu voto futuro.
ÉPOCA – O advogado Thiago Cedraz, filho do presidente do Tribunal, Aroldo Cedraz, é acusado na Operação Lava Jato de fazer tráfico de influência aqui no Tribunal. Como fica a imagem da instituição?

Nardes – Eu não conheço bem a situação, então não posso me manifestar.
ÉPOCA – O senhor passou a andar com seguranças por causa do caso das pedaladas ou é usual?

Nardes – Eu tenho família, não é? Então, tenho de proteger a família. Eu andei mais com segurança nos dias dos votos. Agora, estou mais tranquilo.
ÉPOCA – Houve ameaças por causa desse caso?

Nardes – Por enquanto, só por mensagens. O que está acontecendo é uma guerra de informações.

29 de julho de 2015 às 15:30

Senador Garibaldi Filho confirma presença amanhã em Caicó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Garibaldi Filho confirmou presença amanhã em Caicó.

Vai participar da feirinha de Santana e da novena, celebrada às 19 horas na Matriz de Santana.

Depois o parlamentar retorna a Natal.

29 de julho de 2015 às 15:23

Robinson Faria vai a Caicó na 6ª feira lançar Programa Microcrédito do Empreendedor para 4 municípios [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria, que amanhã não participará da feirinha de Santana, em Caicó, porque vai estar em Brasília, irá sexta-feira ao município do Seridó, que festeja sua padroeira.

“Na sexta (31) lançaremos, durante a Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó, o Programa Microcrédito do Empreendedor. Nessa primeira etapa, o Programa vai beneficiar os empreendedores das cidades de Caicó, Timbaúba dos Batistas, Parelhas e Acari. A expectativa é que até o final de 2018, os recursos investidos cheguem a R$ 40 milhões, beneficiando cerca de 20 mil empreendedores. O microcrédito vai incentivar o artesanato potiguar e promover a geração de emprego e renda no Estado”, disse o governador nas redes sociais.

  

29 de julho de 2015 às 15:12

Governador Robinson Faria segue hoje para Brasília e participará amanhã de reunião com a presidente Dilma [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria confirmou presença na reunião de amanhã no Palácio do Planato.

A presidente Dilma Rousseff convocou os governadores para dividir com eles…a crise.

Os governadores da oposição estão indo contrariados a Brasília, justificando entre eles que não querem ser sócios da crise.

E nem querem pagar por ela.

A reunião está marcada para às 16 horas de amanhã.

Robinson embarca ainda hoje para Brasília.

Por causa da reunião amanhã, o governador não estará presente à feirinha de Santana, nesta quinta.

Robinson vai a Caicó na sexta-feira.

29 de julho de 2015 às 14:53

Prefeitura de Maxaranguape emite nota explicando que acusados de fraudar programas de governo atuaram em outro município [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura de Maxaranguape emitiu nota afirmando que não tem nenhum envolvimento em irregularidades nos programas Bolsa Família e Peti, do governo federal.

Eis a nota:

Pela presente a Prefeitura Municipal de Maxaranguape vem a público, a despeito de notícias veiculadas na imprensa na data de hoje acerca de medida judicial de busca e apreensão na casa da servidora pública Janaína Carla Marques de Paiva, e na Secretaria Municipal de Habitação, Trabalho e Assistência Social do Município, esclarecer o seguinte:

Trata-se de procedimento judicial nº 0000157-89.2015.4.05.8400 em que são investigadas as pessoas de Rita de Cassia Moura Bezerra e Ivoneide Moura das Chagas acerca de fatos ocorridos nos anos de 2004 a 2009 no Município de Extremoz, não guardando nenhuma relação direta ou indireta com o Município de Maxaranguape, e que não houve a apreensão de qualquer documento pessoal de referida servidora ou do Município.
Não houve a prisão de qualquer servidor municipal, tampouco da pessoa de Janaína Carla Marques de Paiva tendo havido – por determinação judicial – ordem para que a mesma fosse ouvida em razão de fatos ocorridos no período em que trabalhou como servidora Municipal de Extremoz, sem contudo haver qualquer acusação contra dita servidora.
A Prefeitura Municipal vem a público esclarecer que encontra-se integralmente à disposição das autoridades competentes para auxiliar em eventual investigação, pois compreende que dessa forma contribuirá para a solidificação da instituição e respeito à lei.
Maxaranguape, 29 de julho de 2015.
*

Pelo que o Blog apurou, as possíveis irregularidades foram constatadas entre 2004 e 2009 por pessoas que à época trabalhavam na Prefeitura de Extremoz, e hoje atuam – legalmente – na Prefeitura de Maxaranguape, daí a citação do município.

E à época, uma das pessoas envolvidas residia em Parnamirim, daí o município também ter sido citado.

29 de julho de 2015 às 14:02

Governo do Estado, que já liberou salários de servidores na região festiva do Seridó, paga folha amanhã e depois [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Governo do Estado libera o pagamento dos servidores estaduais amanhã e depois.

Os aposentados e pensionistas receberão nesta quinta-feira, dia 30 e os ativos receberão depois de amanhã, 31.

Mas, por determinação do governador Robinson Faria, todos os 26 municípios da região Seridó já receberam seus vencimentos na semana passada, véspera da tradicional festa de Sant´Ana de Currais Novos e Caicó.

O adiantamento injetou mais de R$ 20 milhões na economia da região.

“Temos empreendido todos os esforços para pagar o servidor público dentro do mês trabalhado e honrar os demais compromissos. A economia do país continua penalizando os Estados menores que dependem das transferências federais, mas temos tido êxito na política de contingenciamento e cortes que adotamos. Continuaremos em busca do equilíbrio fiscal das contas públicas e torcendo para que, em nível federal, o país volte a crescer e melhore a economia dos estados”, afirmou o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira.

29 de julho de 2015 às 13:50

Wilma discute rumos do PSB com governador de Pernambuco e recebe convite para homenagem a Eduardo Campos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente do PSB do Rio Grande do Norte, a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, foi recebida ontem em Recife pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e pelo prefeito de Recife, Geraldo Júlio. 

Com Wilma estava o secretário geral do partido, Luizinho Cavalcante.

Com os corrigionário, Wilma conversou sobre política, a conjuntura nacional, os rumos do partido, e foi convidada para o grande evento de homenagem a Eduardo Campos que será realizado no dia 10 de agosto, no Recife antigo.

O evento marcará o aniversário do ex-governador que morreu em plena campanha pela presidência da República, e que neste dia estaria completaria 50 anos de idade.

“Foi um encontro proveitoso. Nosso presidente, Carlos Siqueira, os dirigentes Renato Casagrande (governador/ES) e Beto Albuquerque (deputado federal/RS), e nossas lideranças regionais, vêm dando continuidade ao projeto iniciado por Miguel Arraes e tão bem conduzido por Eduardo Campos. Na oposição, sabemos do grande desafio que temos para fortalecer a legenda e essa troca de informações tem sido fundamental”, disse Wilma, que foi a Recife acompanhado do secretário geral do PSB, Luizinho Cavalcante.

  

29 de julho de 2015 às 13:36

Mais um ex-deputado no Ministério do Turismo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Época Online

 
RICARDO DELLA COLETTA E MURILO RAMOS

 
Mais um ex-parlamentar deve se juntar em breve à equipe do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. Teté Bezerra, ex-deputada federal e esposa do deputado Carlos Bezerra, aguarda nomeação para diretora do Departamento de Produtos e Destinos. 

A função é vinculada à secretaria Nacional de Políticas de Turismo, nas mãos de Júnior Coimbra, outro ex-deputado do PMDB.

Carlos Bezerra foi citado no escândalo do mensalão, suspeito de, quando presidente do INSS, ter favorecido operações de crédito do banco BMG.

*

Do Blog – Teté Bezerra, que será nomeada pelo ministro Henrique Alves, não é a Tetê Bezerra do Rio Grande do Norte, irmã da senadora Fátima Bezerra.

O deputado Carlos Bezerra é do PMDB do Mato Grosso.

Com a nomeação de Teté serão 3 os cargos do Ministério do Turismo entregue a ex-deputados.

O dela, o de Coimbra e o do próprio ministro.

29 de julho de 2015 às 13:16

Prefeitura de Natal se integra à campanha pelo hub da TAM [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Prefeitura do Natal se integra à campanha pelo hub da TAM nas redes sociais.

Além de foto no instagram e twitter, foi feito um vídeo também postado no facebook e outras redes, com a hashtag #NatalPeloHub.

A Prefeitura incentiva os natalenses a produzirem seus vídeos e postarem com a hashtag.

  
VÍDEO Clique Aqui para ver o vídeo da campanha

Vendo a imagem que marca a integração da Prefeitura à campanha, os ciclistas da capital potiguar certamente se animarão.

O hub da TAM estimulará a Prefeitura a construir as tão sonhadas ciclovias?

Tomara!

29 de julho de 2015 às 12:57

De 109 ‘beneficiados’ com empréstimos feito pela Prefeitura de Umarizal, 98 não são servidores do Município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na entrevista coletiva de agora há pouco, no Ministério Público Estadual, foi confirmado aos jornalistas que, dos 109 “servidores públicos do Município” que contraíram empréstimos consignados ao Banco Gerador, através da Prefeitura de Umarizal, 98 não eram servidores da Prefeitura.

A fraude contava com a confecção de contracheques e comprovantes de endereços falsos.

Dos 98 “beneficiados”, ou que tiveram os nomes utizados mas não receberam o dinheiro contraído, muitos sequer moram em Umarizal.

Os empréstimos consignados feitos a essas pessoas foram feitos através de um convênio assinado junto ao banco pelo ex-prefeito Rogério Fonsêca (PSB), que está preso, e reconhecido pelo atual prefeito Carlindson Onofre (DEM), conhecido como Mano Onofre, que foi afastado.

29 de julho de 2015 às 12:31

Obra da Caern em frente ao Aeroclube de Natal deixa trânsito lento na Hermes da Fonsêca [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Kennedy Diniz, nas ruas de Natal:

  

29 de julho de 2015 às 12:08

Ex-prefeito de Umarizal Rogério Fonsêca é preso na operação que afastou o atual prefeito Mano Onofre [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Cinco pessoas foram presas na operação do Ministério Público com apoio da Polícia Civil, que afastou o prefeito de Umarizal.

Entre os presos está o ex-prefeito Rogério Fonsêca.

Neste momento, na coletiva que concede, o procurador geral Rinaldo Reis disse que a Operação Negociata, teve a participação de membros do GAECO e promotores do caso, através de videoconferência em Martins. 

A Operação foi em Umarizal, apenas a sala de Martins foi usada para a videoconferência.

  

  

29 de julho de 2015 às 11:59

Leitora denuncia que posto de Saúde do Panatis não agenda consultas como manda lei e que só 50% dos médicos estão atendendo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Leitora do Blog, Ana Neri liga para fazer uma reclamação.

Disse que há um ano o marido fez uma cirurgia no Hospital Onofre Lopes, e agora, para a revisão pedida pelo médico à época, precisa de um encaminhamento do posto de saúde da área onde ele reside.

Para conseguir isso, Neri foi ao “postinho do Panatis” para agendar a consulta.

“A Constituição e Lei Orgânica me dão o direito de agendar minha consulta”, justificou Ana Neri, afirmando que no “postinho” foi informada que não se agenda consultas, que o agendamento é feito pelos médicos, e que em vez de 4, apenas 2 médicos atendem ali.

“Pra agendar com os médicos vou ter que ir às 6 da manhã e garantir uma das 16 fichas do dia. Onde está escrito que tenho que acordar de madrugada para agendar uma consulta?”, questionou a leitora, chamando atenção do secretário de Saúde do Município de Natal, Luiz Roberto Fonseca.

“Quero que o secretário vá ao postinho, saia do ar-condicionado e vá ver a falta de médico”, alertou a leitora, que foi informada que os médicos tem demonstrado medo de ir a postos de saúde por causa da violência, depois que levaram tudo de uma médica em um posto de saúde.

Nos postos, os servidores reclamam da falta de segurança, enquanto os guardas municipais permanecem em greve.

Ana Neri contou ao Blog que foi reclamar do serviço do “postinho do Panatis” à administração da “Norte 2”, e foi elogiada pela ação.

“Eles me disseram que eu estava fazendo um favor”, disse Ana, convocando mais uma vez o secretário  a acompanhar de perto o problema.

“Vou ao posto todo dia até eu saber que o secretário foi lá e resolveu o problema”, declarou a leitora.

29 de julho de 2015 às 11:01

MPF no RN aciona justiça para tirar do ar site que expõe dados pessoais de brasileiros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Ministério Público Federal no RN:

MPF ingressa com ação para tirar do ar site que divulga informações pessoais de brasileiros
O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) ingressou na Justiça Federal com uma ação cautelar, na noite dessa terça-feira (28), com pedido de liminar para retirar do ar o site “tudosobretodos.se”, que fornece ilegalmente informações particulares de cidadãos brasileiros, como endereço, CPF, nome de vizinhos, entre outros dados.
A ação é de autoria do procurador da República Kleber Martins e tem como ré a empresa Top Documents LLC, sediada na República de Seicheles e que mantém o site. 

Entre os pedidos do MPF à Justiça, estão um requerimento para que empresas brasileiras de Internet não permitam o acesso ao endereço eletrônico, além de uma solicitação ao Reino da Suécia, via Ministério da Justiça, para que retire do ar o “tudosobretodos.se”, tendo em vista que o site possui domínio naquele país europeu.
A medida adotada é apenas o primeiro resultado da investigação iniciada há menos de uma semana. A apuração do caso continua e novas ações judiciais poderão ser adotadas. A ação cautelar foi protocolada como processo judicial eletrônico (PJE), sob o número 0805175-58.2015.4.05.8400, e foi distribuída para a 1ª Vara Federal do Rio Grande do Norte.

29 de julho de 2015 às 10:14

MP anuncia coletiva para apresentar detalhes da operação que afastou prefeito de Umarizal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Detalhes da operação ‘Negociata’ que afastou o prefeito de Umarizal, Mano Onofre (DEM), serão apresentados à imprensa logo mais às 11 horas numa entrevista coletiva na Procuradoria de Justiça do Estado.

Participarão da coletiva o procurador geral Rinaldo Reis, o delegado Flávio Pontes, do GAECO, e o promotor Afonso de Ligório.

29 de julho de 2015 às 9:06

Polícia Federal deflagra operação em Natal, Parnamirim e Maxaranguape após investigar desvios no Bolsa Família [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Eita quarta-feira movimentada.

Enquanto o Ministério Público e a Polícia Civil fazem operação em Umarizal, a Polícia Federal cumpre mandado de busca e apreensão em Natal, Parnamirim e Barra de Maxaranguape.

Foi hoje de madrugada.

A operação “Ozius” visa combater desvios no Bolsa Família e PET, programas do Governo Federal.

Três pessoas foram conduzidas à Superintendência da Polícia Federal em Natal para prestar esclarecimentos
  

29 de julho de 2015 às 7:57

Ministério Público pediu prisão do prefeito de Umarizal, Mano Onofre, mas TJ acatou apenas o afastamento do cargo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A operação Negociata, deflagrada em Umarizal pelo Ministério Público, que afastou o prefeito Mano Onofre (DEM) por envolvimento em um esquema que desviou mais de um milhão e meio de reais dos cofres do Município, incluiu o prefeito nos pedidos de prisão.

Porém, o desembargador Expedito Ferreira de Souza indeferiu o pedido, acatando apenas o afastamento do prefeito.

O Blog não conseguiu ainda a informação se consta da lista de pedidos de prisão, o nome do ex-prefeito Rogério Fonseca (PSB).

*

Imagens de hoje em Umarizal.

Fotos Cleumy Fonsêca