Thaisa Galvão

14 de agosto de 2015 às 23:54

Agência com conta na Suíça e ligada ao PT pagou fatura do cartão da mulher do governador de Minas [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Época:

Agência Pepper Interativa, ligada ao PT, tinha conta na Suíça para receber da Queiroz Galvão

A agência de comunicação admite que pagou ao menos duas faturas de cartão de crédito da mulher do governador Fernando Pimentel

FILIPE COUTINHO

A agência de comunicação Pepper Interativa cresceu na esteira das duas campanhas da presidente Dilma Rousseff ao Palácio do Planalto. Notória por realizar ataques virtuais contra grupos críticos ao PT, a Pepper, da publicitária Danielle Fonteles, caiu nas graças de próceres do partido, como o ex-tesoureiro João Vaccari Neto e o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel. Graças à proximidade com eles, a Pepper mantém contrato com o PT. É o maior cliente da agência – quase 70% do faturamento dela vem do partido. ÉPOCA descobriu que, em 2012, a Pepper montou uma operação intrincada no exterior para receber valores da construtora Queiroz Galvão. Meses antes, a empreiteira recebera do BNDES para financiar serviços na África. A Pepper criou, em nome de laranjas, a Gilos, uma offshore no Panamá. Criou também uma conta secreta na Suíça para movimentar a dinheirama de um contrato de fachada com a filial da Queiroz Galvão em Angola. A conta, cuja identificação é CH3008679000005163446, foi aberta por Danielle Fonteles no banco Morgan Stanley. Na ocasião, não foi declarada à Receita ou ao Banco Central. 

 ÉPOCA obteve cópia do contrato entre a offshore Gilos Serviços e a empreiteira, devidamente assinado por Danielle. Foi formalizado em setembro de 2012. A Gilos recebeu US$ 237 mil (R$ 830 mil, ao câmbio de hoje) da Queiroz Galvão para fazer marketing digital em Angola. O contrato, que elenca seis serviços, parece uma peça de ficção. Não há uma linha sequer sobre qual obra ou projeto da Queiroz Galvão deveria ser divulgado na internet pela Pepper. Naquele país, a Queiroz Galvão operou graças a financiamentos do BNDES. Em março de 2012, a empreiteira recebera US$ 55 milhões do banco. Naqueles tempos, Pimentel era ministro do Desenvolvimento e presidente do Conselho de Administração do BNDES.

  
  
Danielle e a Pepper estão sendo investigados nas operações Lava Jato e, especialmente, Acrônimo. Nesta, que mira Pimentel e operações de lavagem de dinheiro do PT, a PF chegou a fazer buscas na sede da Pepper, num shopping de Brasília. Segundo a Polícia Federal, há evidências de que a Pepper foi usada para intermediar dinheiro do BNDES a Pimentel. Durante o primeiro mandato de Dilma, Pimentel era, na prática, o chefe do BNDES. A mulher de Pimentel, Carolina Oliveira, é apontada como uma espécie de sócia oculta da Pepper. Funcionou assim: entre 2013 e 2014, a Pepper recebeu R$ 520 mil do BNDES por serviços de publicidade e repassou R$ 236 mil a Carolina Oliveira. A Polícia Federal descobriu indícios de que Carolina Oliveira era mais que uma simples parceira da agência. A mulher de Pimentel distribuía cartões no mercado como se fosse representante da Pepper.
Na casa de Carolina Oliveira e Pimentel, em Brasília, a PF apreendeu uma tabela com valores. De um lado, aparece o nome Dani – o mesmo apelido da proprietária da Pepper. Os valores de “Dani” somam R$ 242.400. Do outro, há valores de Carol: R$ 143.982,95. Duas anotações chamam a atenção: R$ 11.100 e R$ 20 mil, registrados como “cartões”. Na tabela, a diferença dos valores, incluindo as vírgulas, entre “Dani” e Carolina é contabilizada como “crédito Carol”: R$ 98.417,05. Ou seja, é como se fosse um controle de caixa, de “Dani” para “Carol”, em que despesas de cartões de crédito de Carolina eram pagas pela Pepper e contabilizadas. A Pepper admite ter pago ao menos duas faturas do cartão de crédito da mulher de Pimentel, em razão da “amizade” entre Dani e Carol. A mulher de Pimentel, suspeita a PF, era funcionária do BNDES nesse período.

  
  
Após ÉPOCA procurar Danielle, a conta na Suíça foi declarada à Receita. “Carolina nunca recebeu qualquer repasse da Pepper quanto a operações realizadas junto ao BNDES”, diz a Pepper, em nota. A empresa diz que desconhece a tabela apreendida na casa da mulher de Pimentel. Sobre a criação da Gilos em 2012, no Panamá e em nome de laranjas, com conta na Suíça, Danielle afirma que seguiu orientações de advogados. “A Pepper foi orientada a constituir empresa no exterior e abrir uma conta em instituição bancária idônea. A existência dessa conta, assim como os valores recebidos, são de conhecimento da Receita Federal do Brasil. Todos os impostos oriundos das transações havidas no exterior foram recolhidos.” Danielle não explicou por que declarou a conta somente após ser procurada por ÉPOCA. A Pepper afirma que não há relação entre os serviços prestados à Queiroz Galvão e financiamentos do BNDES. O advogado de Carolina Oliveira, Igor Tamasauskas, disse que a defesa não poderia se manifestar porque não teve acesso à integra do processo, mas ressaltou que “toda a relação comercial entre nossa cliente e a referida empresa foi legítima”. A Queiroz Galvão afirma, ainda, que o contrato era para promover a empresa no exterior. “Todos os pagamentos foram efetuados de maneira absolutamente legal e transparente, seguindo os termos previstos em cada contrato. Esses trabalhos nunca estiveram vinculados a qualquer pagamento por parte do BNDES”. A reportagem pediu à Pepper e à Queiroz Galvão provas de que os serviços da agência de comunicação foram executados. Nenhuma delas respondeu ao pedido da revista. 

14 de agosto de 2015 às 23:33

Os milhões pagos por empreiteiras investigadas a palestras do ex-presidente Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Veja Online

O negócio milionário de Lula

Relatório de órgão de fiscalização do governo mostra que a empresa de Lula faturou 27 milhões de reais — sendo 10 milhões apenas das empreiteiras envolvidas no escândalo de corrupção da Petrobras
Por Rodrigo Rangel

Para um presidente da República de qualquer país, é enaltecedor poder contar que teve origem humilde. O americano Lyn­don Johnson mostrava a jornalistas um casebre no Texas onde, falsamente, dizia ter nascido. A ideia era forçar um paralelo com a história, verdadeira, de Abraham Lincoln, que ganhou a vida como lenhador no Kentucky. Lula teve origem humilde em Garanhuns, no interior de Pernambuco, e se enalteceu com isso. Como Johnson e Lincoln, Lula veio do povo e nunca mais voltou. É natural que seja assim. Como é natural que ex-presidentes reforcem seu orçamento com dinheiro ganho dando palestras pagas pelo mundo. Fernando Henrique Cardoso faz isso com frequência. O ex-presidente americano Bill Clinton, um campeão da modalidade, ganhou centenas de milhões de dólares desde que deixou a Casa Branca, em 2001. Lula, por seu turno, abriu uma empresa para gerenciar suas palestras, a LILS, iniciais de Luiz Inácio Lula da Silva, que arrecadou em quatro anos 27 milhões de reais. Isso se tornou relevante apenas porque 10 milhões dos 27 milhões arrecadados pela LILS tiveram como origem empresas que estão sendo investigadas por corrupção na Operação Lava-Jato.
Na semana passada, a relação íntima de Lula com uma dessas empresas, a empreiteira Odebrecht, ficou novamente em evidência pela divulgação de um diálogo entre ele e um executivo gravado legalmente por investigadores da Lava-Jato. O alvo do grampo feito em 15 de junho deste ano era Alexandrino Alencar, da Odebrecht, que está preso em Curitiba. Alexandrino e Lula falam ao telefone sobre as repercussões da defesa que o herdeiro e presidente da empresa, Marcelo Odebrecht, também preso, havia feito das obras no exterior tocadas com dinheiro do BNDES. Os investigadores da Polícia Federal reproduzem os diálogos e anotam que o interesse deles está em constituir mais uma evidência da “considerável relação” de Alexandrino com o Instituto Lula.

Fora do contexto da Lava-Jato, esse diálogo não teria nenhuma relevância especial. Como também não teria a movimentação financeira da LILS. De abril de 2011 até maio deste ano, a empresa de palestras de Lula, entre créditos e débitos, teve uma movimentação de 52 milhões de reais. Na conta-corrente que começa com o número 13 (referência ao número do PT), a empresa recebeu 27 milhões, provenientes de companhias de diferentes ramos de atividade. Encabeçam a lista a Odebrecht, a Andrade Gutierrez, a OAS e a Camargo Corrêa, todas elas empreiteiras investigadas por participação no esquema de corrupção da Petrobras. Essas transações foram compiladas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Fazenda. O Coaf trabalha com informações do sistema financeiro e seus técnicos conseguem identificar movimentações bancárias atípicas, entre elas saques e depósitos vultosos que podem vir a ser do interesse dos órgãos de investigação. Neste ano, os analistas do Coaf fizeram cerca de 2 300 relatórios que foram encaminhados à Polícia Federal, à Receita Federal e ao Ministério Público. O relatório sobre a LILS classifica a movimentação financeira da empresa de Lula como incompatível com o faturamento. Os analistas afirmam no documento que “aproximadamente 30%” dos valores recebidos pela empresa de palestras do ex-presidente foram provenientes das empreiteiras envolvidas no escândalo do petrolão.
O documento, ao qual VEJA teve acesso, está em poder dos investigadores da Operação Lava-Jato. Da mesma forma que a conversa do ex-presidente com Alexandrino Alencar foi parar em um grampo da Polícia Federal, as movimentações bancárias da LILS entraram no radar das autoridades porque parte dos créditos teve origem em empresas investigadas por corrupção. Diz o relatório do Coaf: “Dos créditos recebidos na citada conta, R$ 9  851 582,93 foram depositados por empreiteiras envolvidas no esquema criminoso investigado pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lava-­Jato”. Seis das maiores empreiteiras do petrolão aparecem como depositantes na conta da empresa de Lula (veja a tabela na pág. 51).
O ex-presidente tem uma longa folha de serviços prestados às empreiteiras que agora aparecem como contratantes de seus serviços privados. Com a Odebrecht e a Camargo Corrêa, por exemplo, ele viajava pela América Latina e pela África em busca de novas frentes de negócios junto aos governos locais. Outro ponto em comum que sobressai da lista de pagadores da empresa do petista é o fato de que muitas das empresas que recorreram a seus serviços foram aquinhoadas durante seu governo com contratos e financiamentos concedidos por bancos públicos. Uma delas, o estaleiro Quip, pagou a Lula 378 209 reais por uma “palestra motivacional”. Criada com o objetivo de construir plataformas de petróleo para a Petrobras, a empresa nasceu de uma sociedade entre Queiroz Galvão, UTC, Iesa e Camargo Corrêa – todas elas investigadas na Lava-­Jato. No poder, Lula foi o principal patrocinador do projeto, que recebeu incentivos do governo. Em maio de 2013, ele falou para 5 000 operários durante 29 minutos. Ganhou 13 000 reais por minuto.

14 de agosto de 2015 às 23:07

Conversa de Lula com executivo da Odebrecht que está preso vai parar em relatório da Lava Jato [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Veja Online:

PF intercepta conversa de Lula com executivo da Odebrecht preso na Lava Jato

Relatório da PF indica ex-presidente preocupado com ‘assuntos do BNDES’ na ligação para Alexandrino Alencar. Inquérito do MPF investiga se Lula praticou tráfico de influência para favorecer empreiteira com empréstimos do banco

 

A Polícia Federal interceptou uma conversa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar, poucos dias antes de o executivo ser preso na Operação Lava Jato. Em relatório final sobre a gravação, feita durante a Operação Erga Omnes, 14ª fase da Lava Jato, a PF informa ao juiz federal Sérgio Moro que Lula falou por telefone no dia 15 de junho de 2015 com Alexandrino, parceiro do ex-presidente em viagens patrocinadas pela empreiteira. Quatro dias depois do telefonema, Alexandrino foi preso junto com o presidente da empresa, Marcelo Odebrecht.
Segundo o relatório, Lula e Alexandrino estariam preocupados com “assuntos do BNDES”. A PF não grampeou Lula. Os investigadores monitoravam os contatos do executivo, até então investigado na Lava Jato, e por isso a conversa foi gravada.
Diz o relatório da gravação: 

“Outro contato considerado relevante ocorreu em 15 de junho de 2015 às 20:06, entre Alexandrino Alencar e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Nele ambos demonstram preocupação em relação aos assuntos do BNDES, referindo-se também a um artigo assinado por Delfim Netto que seria publicado no dia seguinte sobre o tema. Alexandrino disse também que Emilio (Emilio Odebrecht) teria gostado da nota que o Instituto Lula (“criado pelo ex-presidente em 2011, depois que ele deixou o governo, para trabalhar pela erradicação da fome no mundo, aprofundar a cooperação com os países africanos e promover a integração latino-americana, entre outros objetivos”) teria lançado depois da divulgação do laudo pericial acerca da contabilidade da empresa Camargo Corrêa, que teria doado três milhões de reais ao Instituto entre 2011 e 2013 e efetuado pagamentos a LILS Palestras Eventos e Publicidade LTDA na ordem de R$ 1,5 milhão no mesmo período”. 

O documento é assinado pelo delegado federal Eduardo Mauat da Silva, que integra a força-tarefa da Lava Jato. LILS Palestras Eventos e Publicidade é uma das empresas de Lula cujos negócios aparecem nos autos da Operação Lava Jato.
O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é alvo de uma CPI no Congresso, que investiga suspeitas de empréstimos contrários ao interesse público feitos durante as gestões de Lula e da presidente Dilma Rousseff, entre 2003 a 2015. Lula também é alvo de inquérito aberto pelo Ministério Público Federal para apurar a relação dele com a Odebrecht e investigar a possível prática de tráfico de influência em favor da empresa por parte do petista entre 2011 e 2014. Para o MPF, é preciso apurar se Lula atuou para beneficiar a Odebrecht com a concessão de empréstimos pelo BNDES.
Em nota divulgada nesta sexta-feira, o banco comentou a divulgação do relatório da PF sobre a conversa de Lula e Alexandrino. O BNDES afirma lamentar “tentativas, na imprensa e em redes sociais, de manipular e distorcer informações buscando envolver” a instituição em “algo supostamente nebuloso” a partir da divulgação do diálogo por telefone do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) com o executivo da Odebrecht.
Outro nome citado no relatório é de Marta Pacheco Kramer, executiva da Odebrecht. Segundo a PF, Alexandrino Alencar disse que Marta seria ligada ao Instituto Lula. “O investigado também recebeu ligações de Marta Pacheco Kramer na data da deflagração da operação as 06:06 da manhã do dia 19 de junho de 2015. Curiosamente, Marta foi identificada pelo próprio Alexandrino como vinculada ao “Instituto Lula” o que restou consignado junto ao auto de arrecadação lavrado na residência do investigado acerca dos contatos telefônicos feitos pelo mesmo quando da chegada da equipe”, informou o delegado Eduardo Mauat da Silva.
Procurado, o Instituto Lula disse que não vai comentar a referência ao ex-presidente no relatório da Polícia Federal. A entidade nega que Marta Pacheco Kramer tenha qualquer vínculo com o instituto.

14 de agosto de 2015 às 22:54

Rodrigo Janot não vai poupar Renan Calheiros que deverá ser denunciado em setembro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O procurador geral da República, Rodrigo Janot, ia sim, poupar o presidente do Senado, Renan Calheiros, e denunciar o presidente da Câmara, Eduardo Cunha.

Mas o que era um assunto discreto, se espalhou, e agora vai pegar mal fazer de conta que não deu pra ver o que estava tão explícito, e Janot vai denunciar Renan.

Vem chumbo grosso por aí.

Leia nota da coluna Expresso, na Época Online:

Procuradoria Geral da República esmiúça seis fatos antes de denunciar Renan

Denúncia pode sair depois da recondução do procurador-geral Rodrigo Janot em setembro

MURILO RAMOS

Os procuradores da Lava Jato esmiúçam seis fatos capazes de embasar a denúncia – ou denúncias – contra o presidente do Senado, Renan Calheiros, e ainda estão em busca de mais. Até agora o que mais agrada aos investigadores são as informações vindas do empreiteiro da UTC, Ricardo Pessôa. A denúncia contra Renan pode até ficar para depois da recondução do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em setembro. Até lá, contudo, Renan e sua turma terão surpresas desagradáveis. 

*

Do Blog: Quem é a turma de Renan?

14 de agosto de 2015 às 22:28

Governador Robinson Faria prestigia festa de Nossa Senhora da Guia em Acari [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria está neste momento em Acari.

Prestigia a festa de Nossa Senhora da Guia, que será encerrada amanhã com a tradicional missa das 10, e a procissão marcada para as 16h.

O governador circula com a vereadora Albervânia.

Fotos Glorimar Araújo

   
 

14 de agosto de 2015 às 17:19

Vereadora de Mossoró apresenta projeto que desconta dos salários as faltas não justificadas pelos parlamentares [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A vereadora de Mossoró, Izabel Montenegro, apresentou projeto de resolução que prevê punições aos vereadores que não justificarem suas ausências na Câmara.Pelo projeto da vereadora, a justificativa pela ausência precisaria ser encaminhada à secretaria legislativa em até dois dias, para posterior apreciação por parte do presidente do parlamento.

14 de agosto de 2015 às 16:31

Pré-candidato a vereador, Nildo Rodrigues deve assumir comando do diretório municipal do PRP [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Pré-candidato a vereador em Natal, o dono do jornal Tribuna de Notícias, Nildo Rodrigues está prestes a assumir a presidência de um partido.

Nildo deve assumir o diretório municipal do PRP, pelo qual disputará uma vaga na Câmara.

  

14 de agosto de 2015 às 15:15

De chapeu de vaqueiro na cabeça, Dilma entrega casas no interior da Bahia e diz que crise é passageira [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A presidente Dilma Rousseff participou foi hoje a Juazeiro, na Bahia, para entregar 1.480 unidades do programa Minha Casa Minha Vida. 

Sobre crise, passou de raspão no assunto e ainda garantiu que é passageira.

“Estamos numa travessia e nós vamos fazer dar certo. Podem ter certeza: o país vai voltar a crescer e vamos reduzir a inflação”, afirmou a presidente, de chapéu de vaqueiro na cabeça.

Disse que a região passa por uma das piores secas dos últimos anos mas tentou justificar a construção de um milhão de cisternas pelos governos do PT como sendo uma prevenção.

De Juazeiro Dilma embarcou para Salvador.

Mais uma reunião do programa Dialoga Brasil, que deu que falar ontem quando o presidente da CUT mudou o tom do diálogo e convocou movimentos sociais para saírem às ruas com armas na mão caso a oposição tente tirar a presidente do mandato.

Em Salvador esperavam por Dilma cerca de 300 líderes de entidades civis organizadas alinhadas ao PT.

  

14 de agosto de 2015 às 14:56

Jornalista Alexandre Mulatinho na blogosfera jurídica [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O jornalista Alexandre Mulatinho, que passou pelas redações dos maiores jornais impressos de Natal e foi secretário de Comunicação do Governo do Estado, entrou para a blogosfera.

E lançou o blog de notícias jurídicas www.tribunadajustica.com.br

  

14 de agosto de 2015 às 14:44

As histórias do ABC em 67 crônicas assinadas pelo jornalista Rubens Lemos Filho [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Abecedista de carteirinha e dono de um texto primoroso, o jornalista Rubens Lemos Filho vai lançar quinta-feira, 20, o livro “O Rosto Alegre da Cidade”.

A publicação reúne 67 crônicas ilustradas sobre momentos importantes da história do ABC. 

O lançamento acontecerá na sede do Clube dos Radioamadores do RN, a partir das 19h.

Abecedista por influência do pai, o saudoso jornalista e comentarista Rubens Lemos, Rubinho acompanha o Alvinegro desde os sete anos de idade.

“Faço uma espécie de testemunho da convivência de um torcedor com o ABC. É o resgate de um tempo. Aí estão presentes os ídolos que foram meus ídolos, as grandes vitórias, as derrotas que chorei na arquibancada, os episódios que considero importantes na história do clube que eu vivi, e também os episódios que foram narrados pelo meu pai”, conta o autor.

“Lembro dos craques desse tempo, os locutores esportivos desse tempo. E há um momento, para mim foi o mais bonito, que foi o time de 1983, o time de 114 gols. Quem imagina hoje um time fazer 114 gols num campeonato? E a dupla de atacantes fazer 63? Isso não existe mais no futebol”, resume Rubinho.

“Eu relembro, por exemplo, José Prudêncio Sobrinho, que hoje está esquecido. Ele foi o diretor que exauriu o seu patrimônio para se doar ao ABC. Prudêncio foi goleiro, técnico, dirigente, supervisor, foi tudo no ABC”, diz. 

E complementa: “Cito também Ernani Alves da Silveira, que foi o eterno presidente do Conselho Deliberativo do ABC. Um homem que conseguia abrandar as crises só com a sua presença, a sua moral, com o carisma que tinha. Não existem mais homens assim”.

“O Rosto Alegre da Cidade trata de uma homenagem também ao Juvenal Lamartine e principalmente o meu desagravo ao Castelão, ao Machadão, do qual sou viúvo. Os dois estão aí em imagens e jogos memoráveis”, aponta.

“Quero mostrar para a próxima geração, para o meu filho e para os filhos do meu filho que houve um ABC vitorioso, grandioso, altivo e especialmente um ABC popular. Era um clube alegre, que reunia a massa da cidade, os mais simples, em torno do futebol. Um futebol bonito e bem jogado”, finaliza o jornalista escritor.
  

14 de agosto de 2015 às 11:00

Mulher do vereador Júlio Protásio se filia ao PSDC para substituir o marido na disputa pela vaga na Câmara [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O vereador Júlio Protásio (PSB) já começa a trabalhar a manutenção de seu mandato na Câmara Municipal de Natal. 

Respondendo a processo na operação Impacto, Júlio não deverá ser candidato.

Mas seu candidato – candidata – tem nome: Ana Paula, sua esposa.

Partido ela já tem.

Ontem Ana Paula se filiou ao PSDC

  
  

14 de agosto de 2015 às 10:50

PR Mulher promove encontro estadual neste sábado e terá participação do ministro dos Transportes [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, é um dos participantes do encontro do PR Mulher, que acontecerá amanhã, em Natal, reunindo filiados de todo o Rio Grande do Norte.

O evento será comandado pela presidente do PR Mulher, Shirley Targino, e contará com a presença da presidente nacional do PR Mulher, deputada Gorete, do Ceará.

Também presentes o presidente estadual da legenda, ex-deputado João Maia, a deputada federal Zenaide Maia, o estadual George Soares, o vereador de Natal, Adão Eridan, além de prefeitos, vices e vereadores de todo o estado.

Em entrevista ontem ao Jornal da Noite95, que apresento diariamente das 18h às 19h na 95FM com os jornalistas Juliana Celli e Eugênio Bezerra, Shirley disse que o PR espera um grande público para o evento marcado para coneçar às 9 horas no Versailles Recepções, em Cidade Jardim.

O ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, já está em Natal reunido com superintendentes do DNIT do Nordeste.

Foto Erick Nobre

  
 

14 de agosto de 2015 às 10:33

Filiada ao PR, mulher do empresário Marcelo Alecrim pode entrar na lista de prefeitáveis de Natal? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o PR em 2016 e 2018 foi assunto também da entrevista com a ex-prefeita de Messias Targino e presidente do PR Mulher, Shirley Targino.

Ela garantiu que não vai disputar a Prefeitura de Messias Targino pois o atual prefeito, Arthur Targino, vai para a reeleição e ela apóia.

Em Natal, pelo que a republicana falou, há probabilidade do PR se manter no palanque do ano passado, apoiando a reeleição do prefeito Carlos Eduardo.

Mas, como se trata de outra eleição, uma candidatura própria não é descartada ainda já que não há definições.

E um nome surgiu como forte durante a entrevista: da empresária Elinor Barbalho Alecrim, casada com o presidente do Grupo ALE, Marcelo Alecrim, recém filiada ao PR.

Segundo Shirley, durante visita de Elinor ao Senado, na sua companhia e do ex-deputado João Maia, Elinor Alecrim foi questionada pelos senadores Garibaldi Filho e José Agripino sobre a filiação.

De acordo com Shirley, Elinor justificou que os dois nunca lhe convidaram para se filiar.

Então, o nome de Elinor estaria na lista dos prefeitáveis de Natal?

Pode ser que sim…pode ser que não.

A nova filiada já confirmou presença no encontro do PR Mulher, amanhã.

14 de agosto de 2015 às 10:32

Filiada ao PR, mulher do empresário Marcelo Alecrim pode entrar na lista de prefeitáveis de Natal? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o PR em 2016 e 2018 foi assunto também da entrevista com a ex-prefeita de Messias Targino e presidente do PR Mulher, Shirley Targino.

Ela garantiu que não vai disputar a Prefeitura de Messias Targino pois o atual prefeito, Arthur Targino, vai para a reeleição e ela apóia.

Em Natal, pelo que a republicana falou, há probabilidade do PR se manter no palanque do ano passado, apoiando a reeleição do prefeito Carlos Eduardo.

Mas, como se trata de outra eleição, uma candidatura própria não é descartada ainda já que não há definições.

E um nome surgiu como forte durante a entrevista: da empresária Elinor Barbalho Alecrim, casada com o presidente do Grupo ALE, Marcelo Alecrim, recém filiada ao PR.

Segundo Shirley, durante visita de Elinor ao Senado, na sua companhia e do ex-deputado João Maia, Elinor Alecrim foi questionada pelos senadores Garibaldi Filho e José Agripino sobre a filiação.

De acordo com Shirley, Elinor justificou que os dois nunca lhe convidaram para se filiar.

Então, o nome de Elinor estaria na lista dos prefeitáveis de Natal?

Pode ser que sim…pode ser que não.

A nova filiada já confirmou presença no encontro do PR Mulher, amanhã.

14 de agosto de 2015 às 10:19

João Maia prestigia festa de Acari onde PR acena com apoio  à reeleição do prefeito Isaías, do PMDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente estadual do PR, o ex-deputado federal João Maia foi prestigiar a festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Acari. 

Como faz todos os anos, João Maia participou da novena na Igreja Matriz ao lado de amigos e aliados, e depois foi ao pavilhão.

Maia circulou em Acari com os vereadores Leonardo Ferreira e Nenem, com o empresário José Vijânio, além de correligionários de Parelhas.

Em Acari, o PR que elegeu o prefeito Tom, tende a apoiar a reeleição do prefeito Isaías Cabral (PMDB).

  

 

14 de agosto de 2015 às 10:12

Robinson se reúne com presidente da Azul e pede voo para Mossoró [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria se reuniu ontem com o presidente da empresa aérea Azul, Antonoaldo Neves, em Barueri-SP.

Aconpanhado do secretário de Turismo, Ruy Gaspar, o governador solicitou, além de mais voos para Natal, um voo ligando Natal a Mossoró, e outro ligando Mossoró a Recife.

A Azul ficou de avaiar levando em consideração a redução do ICMS sobre o querosene de aviação realizada pelo Estado no início do ano.

“Ter voos comerciais para Mossoró ajudará a interiorizar o nosso turismo. Temos muitas belezas além do Sol e mar da capital”, disse Robinson.

  

14 de agosto de 2015 às 9:49

Em evento nacional com 2,5 mil jovens, José Agripino fala sobre seu projeto que regulamenta empresas juniores no país [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador José Agripino Maia (DEM) foi convidado para abrir o XXIII Encontro Nacional de Empresas Juniores (ENEJ 2015), nesta quinta-feira, em Brasília.

O evento contou com a participação de cerca de 2,5 mil universitários de várias partes do país.

O senador aproveitou para falar da aprovação, por unanimidade, na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados, de seu projeto de lei que regulamenta a criação das empresas juniores no país. 

Se sancionada, a lei será pioneira no mundo.

“Sou defensor convicto de que, se um país que quer crescer, tem que investir no jovem, prepará-lo para seu futuro profissional, torná-lo mais atraente e capacitado para um mercado de trabalho cada dia mais competitivo. Por isso, tanto meu mandato quanto meus projetos de lei têm sido voltados para a juventude”, disse Agripino. 

“Não tenho dúvidas de que o amparo jurídico que meu projeto propõe será fundamental para estimular o crescimento das empresas juniores e capacitar os jovens de todo o país”, acrescentou.

Para o presidente da Brasil Júnior, Victor Casagrande, a regulação das empresas juniores, proposta pelo senador, será um avanço para os universitários do país. 

“Vivemos uma crise política, econômica e de identidade, e sabemos que nossa geração não quer só apontar problemas, e sim soluções. A presença do senador no encontro reforça nossa parceria com o Congresso Nacional porque sabemos que ele defende e atua para incentivar o empreendedorismo”, disse.
O evento acontece até domingo no Centro de Convenções de Brasília. 

Do Rio Grande do Norte presente uma comitiva de 66 universitários. 

Fotos Mariana Di Pietro 

  

14 de agosto de 2015 às 8:16

Ex-candidato a vice de Lula e fundador do PT, Hélio Bicudo revela o que Dirceu pensava do Bolsa Família e questiona fortuna do ex-presidente [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um vídeo que está circulando na internet mostra o jurista e professor Hélio Bicudo convocando a população brasileira a ir às ruas no domingo para protestar contra o governo da presidente Dilma Rousseff.

O detalhe é que Bicudo é um dos fundadores do PT, partido do qual se desfiliou em 2005 quando surgiu o mensalão.

Hélio Bicudo é jurista, professor e é respeitado internacionalmente por sua integridade e coragem.

Ele era editorialista do jornal O Estado de S. Paulo e deixou a missão jornalística para fundar o PT, pelo qual foi deputado federal.

Foi vice-prefeito de São Paulo na gestão da prefeita Marta Suplicy (2001-2005) e presidente da Comissão Interamericana dos Direitos Humanos.

Antes, foi candidato a vice-governador de São Paulo na chapa encabeçada por Lula.

Com a eleição perdida, Bicudo hospedou Lula em sua casa por 30 dias e garante que conheceu ele muito bem.

Pois muito mais grave do que a convocação que Bicudo faz para o movimento de domingo, é uma entrevista dele, no ano passado, onde ele explica o porquê do seu desencanto com o ex-presidente Lula.

Na entrevista, Hélio Bicudo fala da casa de 40 metros quadrados do ex-presidente e questiona a fortuna de hoje, dizendo que o ex-predidente da República “nunca foi o pai dos pobres, ele quis tutelar os pobres”.

  
VÍDEO 1 Hélio Bicudo falando que não tinha ideia que Lula queria o poder “para se locupletar”

Nesta outra parte do vídeo, ele conta uma conversa que teve com o então ministro José Dirceu sobre o significado eleitoral do Bolsa Família para o PT.
VÍDEO 2 Hélio Bicudo contando que José Dirceu pensava o Bolsa Família como um programa para dar 40 milhões de votos

14 de agosto de 2015 às 0:30

Ministro das Comunicações garante ao deputado Ezequiel Ferreira expansão da rádio e TV Assembleia do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, garantiu ao presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza: 

O Ministério, além de autorizar a expansão da cobertura da TV Assembleia do RN para mais 40 municípios do Estado, concederá licença para que a Rádio Assembleia, hoje operando como rádio web, passe a operar como FM, em parceria com a Câmara dos Deputados. 

Ezequiel foi ao gabinete do ministro com os senadores Garibaldi Filho (PMDB) e Fátima Bezerra (PT), e do deputado federal Fábio Faria (PSD).

Acompanharam o presidente da Assembleia, o secretário geral da Fundação Djalma Marinho, Júlio César Queiroz e o diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni.
“A ampliação da TV e rádio Assembleia garante que o trabalho dos 24 deputados seja acompanhado em todas as regiões do Rio Grande do Norte”, justificou o presidente da AL.

“Estamos empenhados para iniciar essa expansão ainda este ano”, disse   o diretor da TV.