Holiday

Thaisa Galvão

4 de fevereiro de 2019 às 23:35

Nomeação de Andréa Dias para Semtas no Diário Oficial desta terça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Q. Foi publicada no Diário Oficial do Município nesta terça-feira, a nomeação de Andréa Dias.

Irmã do prefeito de Natal Álvaro Dias, ela assume a titularidade da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social.

A pasta está sem titular desde outubro.

4 de fevereiro de 2019 às 18:10

Garibaldi Filho é o aniversariante desta segunda-feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-senador Garibaldi Filho é o aniversariante desta segunda-feira.

Garibaldi chega aos 7.2 e comemora com a família.

No instagram do filho deputado Walter Alves, a homenagem com foto dos 7.1, no ano passado.

4 de fevereiro de 2019 às 12:03

Ativista que denunciou médium e cometeu suicídio havia informado sobre suicídio de vítima de João de Abadiânia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A ativista Sabrina Bittencourt, que coletou denúncias contra o médium João de Abadiânia, se suicidou no sábado à noite.

Morando em Barcelona, na Espanha, ela criou o movimento Combate ao Abuso no Meio Espiritual (Coame).

A notícia foi confirmada, porém a tese de suicídio não chegou a ser divulgada, mas o filho de Sabrina, Gabriel Baum, escreveu em uma rede social: “Ela não queria ser morta pelas quadrilhas nem pelo câncer. Minha mãe lutou até o final. Ela não desistiu. Ela só se libertou do inferno que estava vivendo”, disse Baum, afirmando que a mãe enfrentava um câncer, mas não morreu por causa da doença.

+

Em dezembro, Sabrina Bittencourt deu entrevista à jornalista Mônica Bérgamo, na Folha, e contou que uma outra ativista, que também denunciou o João de Abadiânia, havia cometido suicídio.

Leia a reportagem publicada em 12 de dezembro:

 

Uma das vítimas de João de Deus cometeu suicídio nesta quarta, diz ativista

‘Ela se desesperou quando viu que ele foi trabalhar hoje de manhã’, afirma Sabrina Bittencourt

12.dez.2018 às 19h48

A ativista social Sabrina Bittencourt, que recebeu as primeiras denúncias contra João de Deus, afirma que uma das vítimas do médium cometeu suicídio nesta quarta (12), informa Bruna Narcizo.

“Ela se desesperou quando viu que ele foi trabalhar hoje de manhã”, diz a ativista. Sabrina afirma que seu advogado a orientou a não divulgar nenhum detalhe sobre a morte. “A família da vítima nunca acreditou nos relatos de abuso. São todos seguidores do médium”.

Sabrina está sendo medicada desde que soube da notícia que a deixou em choque.

O Ministério Público de Goiás pediu a prisão preventiva do médium na tarde desta quarta (12), após a série de acusações de abuso sexual feitas por mulheres nos últimos dias.

João de Deus nega as acusações.  “Agradeço a Deus por estar aqui. Ainda sou irmão de Deus. Quero cumprir a lei brasileira. Estou nas mãos da lei. João de Deus ainda está vivo”, afirmou a fiéis na primeira vez que apareceu em público após as denúncias virem à tona.

O médium falou com a imprensa na Casa Dom Inácio de Loyola, espécie de hospital espiritual criado por ele em Abadiânia, no interior de Goiás.

 

Confira a reportagem da FOLHA

4 de fevereiro de 2019 às 7:25

Mineradoras enfrentarão operações como a lava-jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O colunista Elio Gaspari disse no Globo deste domingo que depois dos casos Mariana e Brumadinho, o setor de minério merecia uma operação lava-jato.

Hoje na Folha, Mônica Bérgamo afirma que os procuradores da força-tarefa da operação Lava Jato de Curitiba estão trocando informações com os promotores envolvidos com as investigações do rompimento da barragem em Brumadinho.

Entre os assuntos tratados informalmente entre eles estão as metodologias de investigação usadas no Paraná.

4 de fevereiro de 2019 às 7:24

STJ vai decidir sobre espera em filas de bancos com base no Código de Defesa do Consumidor [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Mônica Bérgamo, na Folha:

 

STJ decide se espera prolongada em fila de banco pode gerar indenização

O Banco do Brasil foi condenado a pagar R$ 25 mil a vítima que ficou esperando por duas horas

O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decide nos próximos dias se a espera muito prolongada na fila de atendimento de um banco pode gerar indenização.

QUANTO VALE 

O caso envolveu o Banco do Brasil. Um cliente da instituição chegou a esperar duas horas por atendimento. A instituição foi condenada a pagar R$ 25 mil à vítima.

BALANÇA 

O STJ decidirá agora se mantém ou derruba a decisão, com base no Código de Defesa do Consumidor – e não de legislações locais.

4 de fevereiro de 2019 às 4:57

Styvenson serve copo de água a senador durante eleição da mesa diretora [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Foi o próprio senador Styvenson Valentim quem contou em uma live que fez neste domingo.

Quando se postou em uma porta, fazendo o papel de escrutinador para o qual foi indicado na eleição do Senado, um colega senador olhou para ele e largou um “me dá uma água”.

Styvenson foi, pegou uma água e levou para o senador, que ao ser avisado por outro colega que o cara que ele pediu água também era senador, se desmanchou em pedidos de desculpas…

“Você tá pedindo desculpas por quê? A gente não está aqui para servir?”, questionou o senador do Rio Grande do Norte.

Do Blog: o senador que pediu a água deve ser um daqueles que adoram serviçais, e que nem pedem, dão ordens…

Garçon ou senador?