Thaisa Galvão

13 de novembro de 2019 às 23:33

Colégio CEI Romualdo perde Pelé, funcionário querido por várias gerações de alunos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Várias gerações de estudantes do Colégio CEI terminam a quarta-feira tristes com a notícia da morte de Pelé, o funcionário querido que diariamente recebia crianças e adolescentes com um sorriso largo e muitas vezes o tom de cumplicidade.

Pelé sofreu um infarto e se foi.

O Colégio CEI Romualdo emitiu nota de pesar.

O velorio de Pelé será realizado nesta quinta-feira (14), na casa funerária Sempre, localizada na Avenida 8, no Alexrim.

O horário ainda está sendo ajustado pela família.

13 de novembro de 2019 às 18:31

Cliente reclama de ar-condicionado no Atacadão da BR-101 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Leitor do Blog pede socorro.

Diz que há tempos o supermercado Atacadão, na BR-101, está com o ar-condicionado quebrado, “causando bastante desconforto” aos clientes.

Dado o recado na tentativa que a loja tome providências em respeito à clientela.

13 de novembro de 2019 às 18:15

Medida de Bolsonaro descredenciando o trabaho de jornalista é mais um daqueles casos que vão sobrar para o estagiário [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Medida Provisória editada pelo Governo Bolsonaro, que enfraquece a profissão de jornalista, é mais um ato de vingança do presidente da República Jair Bolsonaro, que ontem anunciou o fim do DPVAT, imposto pago junto ao IPVA de veículos, como vingança contra o presidente do PSL Luciano Bivar, seu ex-aliado e atual desafeto.

É a empresa de Bivar que mais fatura com o DPVAT, então, nada como enfraquecê-lo.

Com os profissionais do jornalismo a mesma coisa.

Bolsonaro não gosta do noticiário que não o agrada.

O Caso Queiroz, o Caso Marielle, o fracasso na Embaixada americana, o laranjal do PSL, os ataques do seio familiar ao próprio governo, as brigas na internet, as homenagens pouco republicanas a milicianos…

Tudo notícia divulgada por jornalistas profissionais, registrados, que não agradam o presidente nem seus filhos.

Daí a Medida Provisória revogando a obrigatoriedade de registro para atuação profissional de jornalistas.

Uma medida que vai desagradar muito mais os novos profissionais que chegam ao mercado.

Vai sobrar para o estagiário.

Quem já está destacado no mercado e tem nome respeitado, credibilidade e fontes, não será a desobrigação de um registro que vai descredenciá-lo.

E são exatamente profissionais respeitados, com fontes e credibilidade, que incomodam Bolsonaro, o senador Flávio, o deputado Eduardo, o vereador Carlos…

E vão continuar incomodando nos próximo anos.

Já o estagiário…entrará para o mercado sem espaço e desrespeitado pela Presidência.

13 de novembro de 2019 às 17:52

Irritado com o noticiário da vida real, governo Bolsonaro edita MP que enfraquece a profissão de jornalista [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Federação Nacional dos Jornalistas:

A Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e seus sindicatos filiados em todo o país denunciam a inconstitucionalidade da Medida Provisória 905/2019, que revoga a obrigatoriedade de registro para atuação profissional de jornalistas (artigos do Decreto-Lei 972/1969) e de outras 13 profissões.

A Medida Provisória mantém o registro de classe somente para as profissões em que existem conselhos profissionais atuando (como advocacia, medicina, engenharias, serviço social, educação física, entre outros).

Dez anos depois da derrubada do diploma de nível superior específico como critério de acesso à profissão pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a MP publicada ontem (12/11) no Diário Oficial da União é mais um passo rumo à precarização do exercício da profissão de jornalista, uma atividade de natureza social ligada à concretização do direito humano à comunicação. Na prática, sem qualquer tipo de registro de categoria, o Estado brasileiro passa a permitir, de maneira irresponsável, o exercício da profissão por pessoas não-habilitadas, prejudicando toda a sociedade.

A FENAJ denuncia que o governo de Jair Bolsonaro constrói uma narrativa, desde a posse na Presidência, para deslegitimar a atuação dos jornalistas no exercício profissional. Agora, utiliza a MP 905/19 para, mais uma vez, atacar a profissão, os jornalistas e o produto da atividade jornalística: as notícias.

A FENAJ entende que a MP estabelece uma nova Reforma Trabalhista com a criação da carteira “Verde e Amarela” e a alteração de diversos itens da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), especialmente os relacionados a controle de jornada diária e trabalho aos fins de semana para o setor de comércio e serviços, o que também prejudica a categoria dos jornalistas profissionais. A jornada de trabalho de cinco horas diárias para jornalistas é estabelecida no artigo 303 da CLT e sua ampliação para até duas horas diárias está estabelecida no artigo 304. A MP estabelece o fim da notificação da ampliação de jornada aos órgãos de fiscalização.

Mais grave ainda é o fato de o governo Bolsonaro utilizar medidas provisórias de maneira abusiva, usurpando do Congresso Nacional a atribuição de legislar, sem o devido processo de tempo para reflexão e debates com toda a população sobre as alterações nas leis, que são garantidas nas tramitações que passam pela Câmara Federal e pelo Senado.

É preciso que as diversas categorias de trabalhadores afetadas profissões (jornalista, agenciador de propaganda, arquivista, artista, atuário, guardador a lavador de veículo, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em arquivo, técnico em espetáculo de diversões, técnico em segurança do trabalho e técnico em secretariado) se unam para dialogar com senadores e deputados a fim de que o Congresso Nacional derrube essa medida provisória e restabeleça a obrigatoriedade de registro nas Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego que vinha sendo, desde 2009, o único critério legal de acesso a essas atividades profissionais.

A FENAJ vai tomar as medidas judiciais cabíveis e, junto com os Sindicatos de Jornalistas do país, vai buscar o apoio dos parlamentares, das demais categorias atingidas, das centrais sindicais e da sociedade em geral para impedir mais esse retrocesso. E a Federação chama a categoria dos jornalistas em todo o país a fazer o enfrentamento necessário à defesa da atividade profissional de jornalista, que é essencial à Democracia.

Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ)

Brasília, 13 de novembro de 2019

13 de novembro de 2019 às 14:54

Prefeito Álvaro Dias e empresário Eduardo Vila serão homenageados pelo apoio à Cultura do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal Álvaro Dias vai ser homenageado com a comenda e o troféu ‘Mecenas Potiguar’, concedidos pela Academia Norte-rio-grandense de Letras.

O empresário Eduardo Vila, do Grupo Vila, também receberá a honraria concedida ao prefeito da capital.

Os dois foram destacados como personalidades, das áreas pública e privada, no apoio à cultura local.

A cerimônia será nesta quinta-feira às 19 horas.

13 de novembro de 2019 às 14:38

Comissão aprova projeto de João Maia que garante recursos extras para municípios brasileiros [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal emitiu parecer favorável ao projeto de lei do deputado potiguar João Maia, que beneficiará as Prefeituras de todo o Brasil com a destinação de 40% do Fundo de Eficiência Energética para a iluminação pública.

Os recursos extras poderão ser investidos na modernização dos sistemas de iluminação pública dos municípios.

Segundo o parecer do relator Leur Lomanto Júnior, “com a aprovação do projeto as prefeituras poderão acelerar os ganhos de eficiência com a adoção de novas tecnologias, como lâmpadas LED e iluminação inteligente, o que reduzirá as despesas das prefeituras com as faturas de eletricidade”.

“O projeto garante recursos na ordem de R$ 200 milhões anuais para as prefeituras, garantindo um incremento importante na iluminação pública que, por sua vez, irá trazer mais conforto, segurança para a população e uma economia. Eis a importância da aprovação do nosso Projeto”, explicou João Maia.

Após aprovação na Comissão de Minas e Energia, o Projeto será encaminhado para as Comissões de Finanças e de Constituição e Justiça, e caso seja aprovado, será encaminhado ao plenário.

13 de novembro de 2019 às 12:20

Permissão de vídeos de parlamentos em plenário da Assembleia vai garantir transmissão de discursos de vereadores pela TV [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um vídeo exibido hoje no plenário da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, de uma sessão na Câmara Municipal de João Câmara, provocou uma polêmica:

Permitir ou não permitir a exibição de vídeos durante a sessão do legislativo estadual?

Uma norma definida pelos líderes definiu que pode.

Mas aí surgiu outra questão.

Pode exibir vídeos de sessões de outros parlamentos?

O tema será levado a uma nova reunião de líderes.

Fica a dica:

Se ficar permitida a exibição de vídeos de outros plenários, vereadores de todos os municípios do Rio Grande do Norte vão fazer discursos direcionados a serem exibidos no painel da Assembleia e transmitidos pela TV Assembleia.

A visibilidade que os vereadores do interior não tem, porque não tem uma emissora de televisão, passarão a ter.

Farão discursos direcionados e enviarão para o deputado que apoiam.

E o plenário da Assembleia Legislativa passará a exibir sessões de legislativos municipais.

Com um detalhe besta: daqui a um mês e meio começa o ano eleitoral, e os municípios farão eleições.

E os candidatos terão a TV Assembleia como aliada.

13 de novembro de 2019 às 0:20

Prefeita Fátima Marinho lamenta morte de auxiliar do Município e e ex-prefeito de Canguaretama [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da prefeita de Canguaretama, Fátima Marinho, sobre a morte do ex-prefeito Edmilson Faustino dos Santos:

Nota

Canguaretama adormece mais triste nesta terça-feira (12) e eu também.

O sentimento que predomina em nossos corações é o de pesar. Todos sofridos com a perda de Edmilson Faustino dos Santos.

Ex-prefeito, ex-vice-prefeito, ex-vereador e atual secretário municipal, Edmilson dedicou a maior parte da sua vida ao nosso município.

Com uma constante preocupação social, atuou em favor dos mais pobres, em seus projetos e ações, deixando uma marca respeitosa na história de Canguaretama.

Além do auxiliar competente, despeço-me também de um grande amigo e entusiasta da nossa administração. Suas palavras e gestos farão muita falta.

Minha solidariedade aos seus amigos e aos seus familiares. A todos que, como eu, sofrem com a sua partida.

O ponto nas repartições públicas nesta quarta-feira (13) será facultativo, mas a nossa referência à sua colaboração com o avanço de Canguaretama será sempre e obrigatória.

Que Deus o receba na Sua infinita glória, meu amigo, e lhe conceda a paz eterna!

Fátima Marinho, prefeita de Canguaretama-RN