#JornalismoSemFakeNews

11 de agosto de 2010 às 23:45

Com tanta antena parabólica no RN, como os candidatos vão dar seu recado pela TV?

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os candidatos apostam todas as fichas do jogo político na propaganda de TV, que começará na próxima terça-feira.
Mas há controvérsias sobre o efeito dos programas eleitorais.
Não propriamente sobre os programas, mas…sobre a penetração deles.
Essa semana recebi um monte de fotos, registro da superpoderosa câmera do natalense marcos pedroza, que tem andando pelo interior acompanhando a cena política. 
E as fotos que ele enviou, devem é preocupar os candidatos.
Em grande parte do Estado, até nos mais humildes lugarejos, o sinal de televisão que chega é através de antena parabólica. 
Aí, meu bem, o sinal…sabe-se lá de onde vem.
Nestas casas, equipadas com antenas parabólicas, o eleitor vai viajar na propaganda de paulistas, cariocas…menos de potiguares.
Quem ganha com isso?
Segundo constatou, in loco, o autor das fotos, somente os presidenciáveis, que são os mesmos tanto aqui quanto em qualquer estado brasileiro.
Já o candidato daqui…vai continuar sem ser visto em muitos, mas muitos mesmo, lares dos grotões do Rio Grande do Norte.
Até em municipios da grande Natal como Ceara Mirim, Extremoz, Nisia Floresta, São Gonçalo e Macaíba as antenas parabolicas têm uma presença muito forte.
Para garantir a boa imagem e assistir às novelas – e não à propaganda eleitoral – os moradores de localidade onde o sinal não chga lá essas coisas todas, compram a antena na porta.
Segundo Marcos Pedroza constatou, os “prestamistas” (crediaristas) oferecem no
sistema de venda porta a porta na zona rural e urbana, antenas a 420 reais em 12 pagamentos de 35 reais.
"Com o programa do governo Lula, LUZ PARA TODOS, na zona rural, todo mundo tem energia elétrica, geladeira, e TV com antena parabólica. Quem quiser discordar que viaje pelo interior no RN, converse com o povo, visite as casas e fotografe como eu", desafiou Pedroza, mandando recado para os marqueteiros dos candidatos.
"Pena que os gênios do marketing pensem tudo nas salas com ar condicionado, sentados nas giroflex, falando ao iPhone e nos bons restaurantes da cidade".
Eis uma pequena prova: 

Fotos e reportagem: Marcos Pedroza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.