#JornalismoSemFakeNews

8 de novembro de 2017 às 10:40

Contra plenário e instâncias superiores, só Procuradoria da Câmara foi desfavorável ao retorno de Raniere

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

Com a volta do vereador Raniere Barbosa (PDT) para a Câmara, e a partir do dia 22 para a presidência da Casa, vai ficar, no mínimo, incômoda, a situação do procurador geral, Waldenir Xavier.

Apesar do plenário votar favorável ao retorno de Raniere, afastado desde julho, o procurador deu parecer contrário.

Deu entrevistas, inclusive, considerando ilegal o retorno do vereador.

Além do plenário quase unânime – só o vereador Kleber Fernandes votou contra – o Ministério Público Federal deu parecer favorável à volta, e o plenário do Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi unânime.

Só o procurador da Câmara foi contra as decisões favoráveis ao presidente.

Resta saber se com a volta do presidente, Waldenir vai entregar o cargo ou Raniere vai destituí-lo.

Ou se vai engolir em seco e seguir adiante.

Mas, sabendo que as decisões da Procuradoria da Casa, que falou sozinha contra instâncias superiores, serão bem questionadas a partir de agora.

O procurador geral da Câmara é eleito pelo Colégio de Procuradores da Casa – efetivos, assim como Waldenir – para o período correspondente à legislatura, podendo ser destituído caso a Presidência assim decida.

Uma resposta para “Contra plenário e instâncias superiores, só Procuradoria da Câmara foi desfavorável ao retorno de Raniere”

  1. Sincero disse:

    Waldenir não é efetivo. Nunca fez concurso. É enquadrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.