Thaisa Galvão

2 de abril de 2020 às 23:04

Mortes confirmadas e investigadas no RN apontam para perfil de vítimas do coronavírus com idade inferior a 60 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Três mortes confirmadas por coronavírus no Rio Grande do Norte e uma certeza: o perfil das vítimas aponta que os cuidados tem que ser redobrados também com as pessoas com idade inferior a 60 anos, estabelecida como limite entre grupos de riscos e de grupos sem riscos.

A primeira vítima confirmada até estava na linha identificada como de risco.

O professor da Uern, Luís Di Souza, morto em Mossoró, tinha 61 anos

Já Matheus Aciole, segunda vítima, tinha apenas 23 anos e foi registrado como a vítima mais jovem do Brasil.

Hoje morre o enfermeiro Luiz Alves, de 48 anos.

E relembrando aquelas 4 mortes que estavam sendo investigadas pela Secretaria de Saúde do Estado, e até agora não informadas, uma era uma professora.

De 47 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*