Thaisa Galvão

4 de abril de 2020 às 20:15

Durante live de Xand Avião, Produmar faz doação de 3 toneladas de peixe para populações necessitadas do RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A noite parou para o Rio Grande do Norte ouvir Xand Avião na live que arrecadou toneladas de alimentos, cestas básicas, quentinhas, produtos de limpeza, material de construção para populações mais necessitadas dos estados doadores: RN, Pernambuco, Ceará, estado onde estava Xand…

A live transmitida pelo canal de Xand no Youtube e teve mais de 6 milhões de reproduções.

E 5.269 pessoas doaram pelo QRCode.

Do Rio Grande do Norte doação significativa feita pelo empresário Arimar França, da Produmar: 3 toneladas de peixe para ser entregues em comunidades carentes do estado.

Ao ser informado da doação potiguar, o cantor mandou abraço para Arimar.

Todo ano, a Produmar, em parceria com um grupo de colaboradores como o advogado Sebastião Leite – que faz parte de apoio da empresa, faz doação de 8 toneladas de peixe durante a semana da Páscoa.

4 de abril de 2020 às 17:52

Secretário de Saúde diz que comparação de unidades de saúde do RN ce SP foi feita ‘por desinformação ou má fé’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do secretário de Saúde do Estado do RN, Cipriano Maia, sobre as denúncias formuladas pelo sindicato dos médicos do RN, mas derrubadas pelo Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual e Tribunal de Justiça:

“Foi feita uma grande confusão, por desinformação ou má fé, tentando comparar Natal com São Paulo. São instalações e estruturas e equipamentos diferentes”, explicou, acrescentando que o prazo para entrega de propostas previsto para o dia 3 fica prorrogado para que as instituições interessadas possam ter mais tempo para realizar possíveis adequações. Em Natal serão ofertados 100 leitos, sendo 53 de UTI’s adulto, 45 leitos de retaguarda clínica e 2 de isolamento”.

O secretário justificou que, por má fé, espalharam nas redes sociais que um dos hospitais de campanha de São Paulo custaria 8 milhões de reais e o do estado do Rio Grande do Norte, 37 milhões.

Ele explicou que esse valor de São Paulo corresponderia à construção da estrutura.

O do Rio Grande do Norte, à estrutura, equipamentos e pessoal.

Também participaram da coletiva o vice-governador Antenor Roberto e o secretário de Segurança, Coronel Araújo.

Foto Demis Roussos

4 de abril de 2020 às 17:15

Despacho de procurador da República permite que Arena das Dunas abrigue hospital de campanha do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte, em despacho assinado pelo procurador da República, Fernando Rocha de Andrade, encaminhado à Arena das Dunas, afirma que ‘nada impede o chamamento público de organização social ou entidade filantrópica para assunção de obra ou serviço público com prazo definido, obedecendo todas as normas estabelecidas’.

Segundo o despacho, as normas estabelecidas são as seguintes:

  1. a) a impessoalidade e publicidade, evitando o direcionamento do certame
  2. b) a probidade e economicidade, expressadas em mecanismos de controle que inibam o superfaturamento ou sobrepreço da obra ou serviço
  3. c) eficiência, elidindo que a gestão realize contratação de obra ou serviço desnecessária ou mal alocadas.

O Ministério Público Federal determinou:

10 que seja oficiada à SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO do RN, dando-lhe ciência do presente despacho, solicitando ainda que informe:

I – a fonte dos recursos indicados no chamamento nº 14.636, de 01.04.2020, informando se há alocação de recursos federais e o meio estabelecido para obtê-los;

II – a justificação dos preços nela estabelecidos;

III – demonstração da necessidade da contratação, considerando informações da possível existência de leitos em outras unidades hospitalares que estariam subutilizadas;

2) que oficie-se à CGU para que realize o acompanhamento do chamamento nº 14.636, de 01.04.2020 da Secretaria DE SAÚDE DO ESTADO do RN, em caso de existência de recursos públicos federais, remetendo o seu resultado.

Confira a íntegra do despacho no anexo: Despacho – ARENA

4 de abril de 2020 às 17:06

Depois do apoio do Ministério Público, governadora Fátima vai buscar apoio do TCE ao projeto de instalação de hospital de campanha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da governadora Fátima Bezerra sobre o papel do Sinmed na tentativa de impedir a construção de um hospital de campanha para salvar vidas de pessoas que nem tem planop de saúde, nem dinheiro para buscar um hospital privado:

“No nosso governo, a legalidade, impessoalidade, transparência e eficiência são princípios constitucionais que nós não abrimos mão. Esse é o segundo Termo de Ajustamento de Conduta que firmamos com os órgãos de controle – no caso MPE e MPF – no enfrentamento da pandemia do coronavírus. Consideramos muito importante não só o acompanhamento, mas a contribuição dessas instituições frente ao processo conduzido pelo Governo do Estado. Vamos, inclusive, estender o convite para o TCE se juntar a nós nessa força-tarefa que só tem um objetivo: salvar vidas”.

4 de abril de 2020 às 16:59

Em nota, Secretaria de Saúde estranha críticas de sindicato a medidas tomadas pelo Estado para salvar vidas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Secretaria de Saúde, diante da iniciativa do Sindicato dos Médicos do RN em tentar suspender uma medida que vai atender os cidadãos mais necessitados que não têm acesso a planos de saúde privados e hospitais particulares durante a pandemia, se posicionando contrário à instalação de um hospital de campanha pelo Governo do Estado:

Nota

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) estranha o comportamento de alguns profissionais médicos nas críticas que vêm fazendo às ações empreendidas pela Pasta no que diz respeito ao combate a Covid-19, que virou uma pandemia e que preocupa as autoridades sanitárias globais.

A Sesap lembra que o Rio Grande do Norte foi o primeiro Estado da Federação a elaborar um Plano de Contingência Estadual para Infecção Humana pelo Covid-19.

O plano, de conhecimento de todos principalmente da classe médica, serve para fundamentar a atuação do Estado, direcionando os municípios na elaboração e efetivação de seus planos, visando a organização da rede assistencial e de vigilância, em conformidade com o Ministério da Saúde.

O Plano foi concluído em fevereiro de 2020 a partir da constituição de comitês de enfrentamento de emergência e eventos de importância de saúde pública coordenador pela Sub-Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica efetiva participação do corpo técnico da Sesap, Conselhos de Secretarias Municipais de Saúde do RN e Município de Natal por meio dos responsáveis pelas áreas temáticas que compõem o Plano.

 

O objetivo geral é minimizar os efeitos da disseminação de uma cepa pandêmica sobre a morbimortalidade e suas repercussões na economia e no funcionamento dos serviços essenciais como:

1 – Monitorar a entrada de uma cepa pandêmica no estado

2 – Retardar a disseminação de uma cepa pandêmica entre a população

3 – Reduzir a morbidade, principalmente das formas grave da doença e mortalidade por Covid-19

4 – Fortalecer a infraestrutura do Estado para lidar com situações de emergência epidemiológica em doenças de transmissão respiratória: vigilância em saúde, diagnóstico laboratorial, assistência e comunicação

5 – Fortalecer as ações realizadas nos municípios do RN para vigilância ativa e assistência aos possíveis casos

6 – Identificar grupos prioritários de acordo com os distintos níveis de progressão da dispersão do vírus e da disponibilidade de drogas

4 de abril de 2020 às 16:06

Desembargador Glauber Rêgo nega ação de sindicato que queria impedir construção do hospital de campanha do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O desembargador Glauber Rêgo negou o mandado de segurança impetrado pelo Sindicato dos Médicos do RN para suspender a instalação, pelo Governo do Estado, do Hospital de Campanha para atender pessoas contaminadas pelo coronavírus na Arena das Dunas.

Para o magistrado, o Sindicato dos Médicos não tem legitimidade para fazer o pedido.

O sindicato alegou que o edital de chamamento público para contratar Organização Social e implantar e fazer a gestão via contrato emergencial, deixaria a medida do governo sob suspeita de favorecimento e supervalorização.

O Sindicato dos Médicos também alegou que a rede estadual dispõe ao menos de 130 leitos no Hospital da Polícia Militar, tornando desnecessária a construção de uma unidade temporária.

4 de abril de 2020 às 15:55

Governo do RN tem apoio do Ministério Público – Estadual e Federal – para construir hospital de campanha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público Estadual do RN e o Ministério Público Federal firmaram Termo de Ajustamento de Conduta com o Governo do Estado, no que se refere à instalação de um hospital de campanha na Arena das Dunas, para atendimento a pessoas com coronavírus.

O TAC permite que a chamada pública para contratação do construtor da referida unidade, inclua também na concorrência, sociedades empresariais hospitalares e de saúde em geral.

No TAC assinado nesta sexta-feira (03 de março), o MPRN e o MPF aprovam o ajustamento no chamamento público para a contratação do hospital em caráter emergencial, sob Decreto Estadual que regulamenta a compra direta de bens, medicamentos, insumos, leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e serviços a serem empregados pelo Sistema de Saúde Pública do Rio Grande do Norte.

O hospital terá 100 leitos, sendo 53 de UTI adulto, 45 leitos de retaguarda clínica e 2 de isolamento, a serem utilizados exclusivamente para fins de tratamento de pacientes contaminados com o Covid-19.

De acordo com o TAC, caso não apareça nenhum interessado no chamamento público, o Governo do Estado se compromete a empregar todos os meios legalmente cabíveis para a imediata instalação e funcionamento do Hospital de Campanha.

Neste caso, o Governo pode realizar a contratação de Instituição Filantrópica, Organização Social ou sociedade empresarial hospitalar, inclusive mediante a locação de bens e equipamentos.

A celebração de contratos de gestão também pode ser celebrada com uma ou mais instituições para objetos distintos, por exemplo: um ajuste para gestão e contratação de pessoal, outro contrato para locação de equipamentos, entre outras possibilidades.

O termo foi assinado pela governadora Fátima Bezerra; o secretário de Saúde, Cipriano Maia; o procurador-geral do Estado, Luiz Antônio Marinho; o procurador-geral de Justiça do RN, Eudo Rodrigues Leite; a promotora estadual de Justiça da Saúde, Iara Maria Pinheiro de Albuquerque; o promotor estadual de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, Thibério César do Nascimento Fernandes; a procuradora Regional dos Direitos do Cidadão da Procuradoria da República no RN, Caroline Maciel da Costa Lima da Mata; e o procurador da República no RN, Fernando Rocha de Andrade.

Clique abaixo para acessar a íntegra do Termo de Ajustamento.

TAC do Hospital de Campanha

4 de abril de 2020 às 15:15

Dom Jaime Vieira fará abertura da Semana Santa pela internet neste domingo de Ramos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Semana Santa será aberta neste domingo de Ramos, pela internet.

O arcebispo metropolitano Dom Jaime Vieira Rocha vai usar uma cadeia de rádio e as redes sociais para falar aos fiéis.

Às 10 horas, direto da Catedral Metropolitana, ele falará a partir da 91.9FM, que pertence à Arquidiocese, para 28 emissoras de rádio espalhadas pela capital e interior.

A palavra do Arcebispo será transmitida simultaneamente pela página facebook.com/arqnatal e pelas páginas de mais de 50 paróquias. Logo depois, às 11 h, Dom Jaime presidirá a missa do Domingo de Ramos, na Catedral, com portas fechadas, transmitida pela Rádio 91.9 FM e pelas páginas da Arquidiocese e da Paróquia da Catedral, no Facebook.

4 de abril de 2020 às 14:52

Dono da Globo se submete a transplante de fígado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo, Roberto Irineu Marinho se submeteu a um transplante de fígado.

Em carta divulgada nesta sexta-feira, ele explica o que vinha acontecendo com sua saúde:

“Dia 23 de março passei por um transplante de fígado realizado pela equipe do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e que opera também no Hospital Sírio Libanês de SP. Eu tinha uma cirrose hepática não alcoólica devido à gordura depositada no fígado e também ao estresse acumulado durante alguns anos. 

Decidi fazer o transplante com os médicos brasileiros inscritos no Sistema Nacional de Transplantes e na Central de Transplantes da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que administra a doação e a alocação de órgãos neste estado.

Fiquei na fila por quatro semanas esperando que meu índice MELD (no Brasil se transplanta usando-se o critério de gravidade) subisse para me tornar o próximo candidato.

Na segunda-feira dia 23 de março, recebi um telefonema me informando que tinham achado um fígado compatível e que eu era o próximo por ter cumprido todas as exigências da gravidade.

A operação foi um sucesso apesar das dificuldades que uma operação desse porte traz. Já tive alta hospitalar, estou em plena recuperação e só posso agradecer a todos da espetacular equipe de transplantes de fígado do Hospital das Clínicas de SP liderada pelo Prof. Dr. Luiz Carneiro de Albuquerque.

Roberto Irineu Marinho”

4 de abril de 2020 às 12:52

O recado de Shirley aos moradores de Messias Targino para evitar a chegada do coronavírus no município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Fique em casa.

De casa, em sua conta pessoal do Instagram, a prefeita Shirley Targino manda recado à população de Messias Targino.

Sem custos para a Prefeitura, o vídeo encomendado por ela viralizou na região e já tem prefeito produzindo seus recados à população.

A dica que vale: quanto mais conscientizar, melhor.

4 de abril de 2020 às 12:12

Pré-candidato a prefeito de Macau, Rodrigo Aladim filia vereadores ao PSDB fortalecendo o partido no município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Também na Capital do Sal, o PSDB terá candidatura própria a prefeito

Na região Salineira do Estado, o PSDB de Macau também se fortaleceu.

Pré-candidato a prefeito de Macau, o atual vice Rodrigo Aladim, do PSDB, assinou a ficha de filiações de três vereadores e de vários pré-candidatos a uma vaga na Câmara.

Vereadores que deixaram o PHS, o PRB e o PT.

4 de abril de 2020 às 11:15

Eduardo Bolsonaro volta a atrapalhar relação do Brasil com a China e em carta aberta, cônsul chinês pergunta se ele é ‘ignorante’ [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mais arranca rabo entre Brasil e China, países parceiros comercialmente desde sempre.

E confusão criada sabe por quem?

Claro que sabe.

Pela família Bolsonaro.

O zero Dois que é deputado voltou a chamar o Covid-19 de vírus chinês e mais uma vez a China reagiu.

Aí me vem à tona o ocorrido dessa semana: a China suspendeu a entrega ao Brasil de equipamentos de segurança para profissionais de saúde em ação no combate ao coronavírus.

E forneceu aviões lotados dos equipamentos para os Estados Unidos.

Aí fica a certeza: a família Bolsonaro não cuida do Brasil.

Atrapalha o Brasil.

Leia a carta escrita pelo cônsul-geral da China no Rio de Janeiro, Li Yang, para o zero Dois.

Ele questiona se o Bolsonaro2 é “realmente tão ingênuo e ignorante”. Diz que “seria mais prudente não criar mais confusões” e reforça dizendo que a China não entra em confusão, mas “se algum país insistir em ser inimigo da China, nós seremos o seu inimigo mais qualificado”.

É essa a parceria com a China que o Bolsonaro2 busca.

Leia a íntegra da carta:

“Deputado Eduardo, no tuíte que você postou no dia 1 de abril, chamou o Covid-19 de “vírus chinês”, o que se trata de mais um insulto à China que você fez depois de ter postado tuítes em 18 de março para atacar maliciosamente a China.

Você é realmente tão ingênuo e ignorante?

Como deputado federal da República Federativa do Brasil que possui alguma experiência em tratar dos assuntos internacionais, você deveria saber que os vírus que causam pandemia são inimigos comuns do ser humano, e a comunidade internacional nunca chama os vírus pelo nome de um país ou região para evitar a estigmatização e a discriminação contra qualquer grupo étnico específico.

A Organização Mundial da Saúde seguiu esta regra do direito internacional para chamar o novo coronavírus de “Covid-19”. Além disso, ainda está por confirmar a origem deste vírus. O surto de Covid-19 em Wuhan não significa necessariamente que Wuhan foi a fonte inquestionável do novo coronavírus. O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos já reconheceu que, durante a chamada “epidemia de gripe” nos Estados Unidos, no ano passado, algumas pessoas teriam morrido por Covid-19.

Isso justifica que, muito provavelmente, os Estados Unidos foram a fonte de Covid-19. Mas podemos batizar o Covid-19 como “vírus norte-americano”? Não! Do mesmo modo, ninguém no mundo pode chamar o Zika como “vírus brasileiro”, apesar do fato da epidemia de Zika ter acontecido e ainda acontecer casos frequentemente no Brasil.

É por causa do seu ódio à China que ataca frequentemente à China? Mas de onde vem esse ódio?

A aproximação entre a China e o Brasil é resultado de um desenvolvimento histórico com alicerce natural. Tanto a China como o Brasil são grandes países emergentes com território e população gigantes, com culturas ricas e coloridas e povos simpáticos e amigos. Ambos os países possuem planos grandiosos para promover a prosperidade e riqueza nacionais, bem como ambição para salvaguardar a paz e justiça internacionais. É ainda mais importante o fato de que não há divergências históricas nem conflitos atuais entre os dois países que já se tornaram parceiros estratégicos globais.

O povo chinês sempre abraça o povo brasileiro com sincera amizade, tratando o Brasil como nosso país irmão e parceiro. O respeito recíproco e a cooperação de ganhos mútuos de longo prazo entre os dois países trazem benefícios pragmáticos para os dois povos. Por dois anos consecutivos, dois terços do superávit do comércio exterior do Brasil vieram da China, o seu maior parceiro comercial! É por isso que tanto a geração do seu pai como a da sua idade estão todos se dedicando a promover a cooperação amigável sino-brasileira.

Em resumo, os seus comportamentos remam contra a maré e não só colocam você no lugar adverso do povo chinês de 1,4 bilhões, mas também deixam a maioria absoluta dos brasileiros com vergonha, bem como criam transtornos ao seu pai, que é o Presidente da República.

É realmente uma prova de ignorância a respeito do tempo atual!

Será que você recebeu uma lavagem cerebral dos Estados Unidos e quer ir firmemente na esteira deles contra a China? Os Estados Unidos eram realmente um país grande e glorioso. No entanto, neste ponto crítico do avanço da civilização humana, os EUA perderam sua posição histórica e o sentido de desenvolvimento, tornando-se quase totalmente causadores de problemas nos assuntos internacionais, e uma fonte de ameaça à paz e segurança mundiais.

Os líderes atuais norte-americanos já se esqueceram dos ideais dos fundadores do país de assegurar a justiça. Ademais, tornaram-se monstros políticos cheios de preconceitos ideológicos contra os outros países e sem capacidade de governar, o que pode ser justificado pelo desempenho horrível no combate à pandemia de Covid-19 nos EUA.

Por outro lado, sendo uma potência cheia de vitalidade e em ascensão, o Brasil deve e é capaz de fazer contribuições importantes para o progresso da civilização humana, desde que tenha sua própria visão estratégica, possua sua perspectiva correta sobre os assuntos internacionais e desempenhe seu próprio papel construtivo.

O Brasil não deve tornar-se um vassalo ou uma peça de xadrez de um outro país, senão o resultado seria uma derrota total num jogo com boas cartas, como diz um provérbio chinês.

Deputado Eduardo, há pelo menos uma semelhança entre a cultura confucionista chinesa e a cultura cristã brasileira que é a crença em que sempre existe a causalidade em tudo, razão pela qual a gente tem que pensar nas consequências antes de fazer qualquer coisa. Como não é uma pessoa comum, você deveria entender melhor essa razão.

O que é o mais importante para o Brasil agora? Sem dúvida, é salvaguardar a vida e a saúde de centenas de milhões de pessoas, e reduzir ao mínimo o impacto da pandemia na economia do Brasil, da China e do mundo, através da cooperação China-Brasil no combate ao Covid-19.

A China nunca quis e nem quer criar inimizades com nenhum país.

No entanto, se algum país insistir em ser inimigo da China, nós seremos o seu inimigo mais qualificado!

Felizmente, mesmo com todos os seus insultos à China, você não conseguirá tornar a China inimiga do Brasil, porque você realmente não pode representar o grande país que é o Brasil.

Porém, como é um deputado federal, as suas palavras inevitavelmente causarão impactos negativos nas relações bilaterais. Isso seria uma grande pena! Contaminaria e poluiria totalmente o ambiente saudável que China e Brasil conquistaram até aqui”.

Portanto, é melhor ser mais sábio e racional.

Você pode não pensar na China, mas não pode deixar de pensar no Brasil.

O demônio do Covid-19 chegou finalmente à maravilhosa terra brasileira. Neste momento crucial da cooperação bilateral no combate à pandemia de Covid-19, seria mais prudente não criar mais confusões. Ainda mais importante, seja um verdadeiro brasileiro responsável, ao invés de ser usado como arma pelos outros!

Li Yang, Cônsul-Geral da República Popular da China no Rio de Janeiro

4 de abril de 2020 às 10:55

Em postagem que foi apagada, mulher de Sérgio Moro diz que entre a ciência de Mandetta e o achismo ela fica com a ciência [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A mulher do ministro Sergio Moro, advogada, Rosângela Moro, rasgou elogios ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Ela disse que entre a ciência e o achismo ela fica com a ciência.

Tipo…no embate entre Mandetta e Bolsonaro ela fica com Mandetta.

Logo depois da postagem….ela foi apagada.

Mas aí já havia sido printada.

E fica a certeza: se ela escreveu isso, é porque é nisso que ela acredita.

Se ela apagou isso, é porque alguém achou prudente evitar a criação de uma nova confusão.

4 de abril de 2020 às 2:48

São Gonçalo: Poti Neto quase vai para o PSDB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O pré-candidato a prefeito de São Gonçalo do Amarante pela oposição, Poti Neto, deixou o MDB.

Iria para o PSDB, a convite do deputado estadual José Dias.

Iria, até que foi procurado pelo ex-deputado Henrique Alves que pediu para a troca ter outro destino: em vez do PSDB, o PSB.

Poti foi para o PSB.

E Henrique mostrou que está incomodado com as ações do PSDB, que em São Gonçalo do Amarante terá como articulador o deputado Gustavo Carvalho.

4 de abril de 2020 às 2:41

Ministério da Saúde prevê aceleração descontrolada do coronavírus em São Paulo, Rio, Ceará e Amazonas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No novo boletim epidemiológico sobre coronavírus, elaborado pelo Ministério da Saúde e previsto para ser divulgado neste sábado (4), a previsão é de uma aceleração descontrolada em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas.

O jornal Folha de S. Paulo teve acesso ao documento e mostra gargalos diante de uma possível fase aguda da epidemia, como a falta de testes e leitos suficientes.

O documento aponta quatro fases para a epidemia: localizada, aceleração descontrolada, desaceleração e controle.

A avaliação da pasta é que, em São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas e no Distrito Federal, a taxa de incidência já fica acima da nacional, de 4,3 casos por 100 mil habitantes. No Distrito Federal, já é quase o triplo: 13,2 casos a cada 100 mil habitantes.

4 de abril de 2020 às 2:30

Ator global que apoiava Bolsonaro, Carlos Vereza retira seu apoio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ator global Carlos Vereza, bolsonarista de primeira, rompeu com Bolsonaro.

Ele mesmo postou.

4 de abril de 2020 às 2:18

Filho zero Dois de Bolsonaro critica vice-presidente por ter se reunido com governador [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Alvo constante dos Palácios do Planalto e da Alvorada, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta ganha uma ‘parêa’ nesses dias: o vice-presidente Hamilton Mourão.

Bastou se reunir com um governador para ser atacado pelo zero Três da família Bolsonaro.

Confira:

A ira de Carluxo se deu porque Dino tornou pública a reunião, em entrevista à revista Época, e ainda sugeriu, na entrevista, que Bolsonaro deveria renunciar.

4 de abril de 2020 às 2:03

Com textos prontos e ensaiados, eleitores de Bolsonaro se aglomeram diante dele na frente do Palácio da Alvorada [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sexta-feira de aglomeração na frente do Palácio da Avorada onde mora Jair Bolsonaro.

Representantes de igrejas e empresários, mais uma vez com textos prontos para produzir vídeos.

Bem ensaiadinho.

Mesmo numa multidão, ninguém fala em cima da fala do outro.

Todos passam o texto direitinho e só depois do ponto final o outro começa a falar.

Pelas imagens, a desobediência às orientações do Ministério da Saúde.

4 de abril de 2020 às 1:43

Ministro da Saúde manda recado para postadores de fake news [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para quem você acha que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, estava mandando este recado nesta sexta-feira, ao pedir a colaboração da população, inclusive dos postadores de fake News para tentar impedir a propagação do vírus Covid-19 no Brasil?

Mandetta falou assim:

“Se você costuma postar 10 fake news posta apenas duas que já vai estar ajudando”…

Para quem foi o recado?

 

4 de abril de 2020 às 1:25

Bolsonaro produziu e vai ter que continuar engolindo um candidato que ainda não existia para enfrentá-lo nas urnas em 2022 [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Prevendo que o pior ainda não aconteceu no Brasil, referindo-se aos casos de coronavírus, o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta segue fazendo ouvido de mercador para as tumultuadas declarações de Jair Bolsonaro.

Não mais com ciúmes, mas com inveja do preparo e da inteligência do seu subalterno, Bolsonaro ameaçou demiti-lo, tão logo termine a pandemia.

Ficou claro isso quando ele falou que nenhum auxiliar de seu governo é indemissível, mas que não iria demitir o ministro da Saúde em plena guerra.

Mandetta faz ouvido de mercador porque sabe que tem a responsabilidade de um ministro da Saúde numa crise de saúde pública.

“O compromisso do médico é com o paciente. E o paciente agora é o Brasil”, disse Mandetta nesta sexta-feira.

“Um médico não abandona o paciente”, assegurou Mandetta, reforçando uma declaração de dias atrás, quando falou que não deixaria o governo, a menos que fosse demitido.

Não vai ser demitido agora.

Ou não vai deixar o cargo agora.

Mandetta, que hoje tem a credibilidade de, segundo pesquisas, quase 80% da população brasileira, assustada com a pandemia, e enxergando no Ministério da Saúde, e só no Ministério da Saúde, o equilíbrio capaz de segurar o país, não vai virar as costas para o país.

Segue sabendo que sua missão tem o tempo que durar a pandemia.

Burramente, Bolsonaro faz de inimigo o auxiliar que poderia estar lhe dando a credibilidade de um país sério.

Burramente, Bolsonaro não mostra para o Brasil que é o governo dele que está se saindo bem em relação a pandemia.

Não tem como, diante do descrédito que ele teima em dar às orientações da Medicina e da Ciência.

Bolsonaro dissociou o governo do Ministério, e virou adversário do ministro.

Produziu um candidato a presidente da República bem avaliado por mais da metade dos brasileiros e terá que engolir sua popularidade enquanto durar o coronavírus.

O ministro da Saúde é a personalidade brasileira mais ouvida hoje.

E isso Bolsonaro vai ter que engolir.

As pesquisas que apontam a credibilidade de Mandetta, apontam também o descrédito total de Jair Bolsonaro.