Thaisa Galvão

22 de setembro de 2020 às 12:07

Vídeo: em discurso gravado para a ONU, Bolsonaro culpa índios e caboclos por queimadas e diz que ficar em casa na pandemia levou o país ao caos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU:

Através de um vídeo gravado, Bolsonaro participou da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas que acontece este ano de forma remota.

O presidente disse que a floresta amazônica é úmida e só pega fogo nas bordas.

Que os responsáveis pelas queimadas são ‘índios’ e ‘caboclos’.

Que o óleo derramado no litoral brasileiro em 2019 é venezuelano, foi vendido sem controle e chegou à costa após derramamento ‘criminoso’.

Que as orientações para as pessoas ficarem em casa na pandemia ‘quase’ levaram o país ao ‘caos social’.

“Mesmo assim, somos vítimas de uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal. A Amazônia brasileira é sabidamente riquíssima, isso explica o apoio de instituições internacionais a essa campanha escorada em interesses escusos que se unem a associações brasileiras, aproveitadoras e impatrióticas, com o objetivo de prejudicar o governo e o próprio Brasil”, afirmou Bolsonaro.

“Nossa floresta é úmida e não permite a propagação do fogo em seu interior. Os incêndios acontecem praticamente, nos mesmos lugares, no entorno leste da Floresta, onde o caboclo e o índio queimam seus roçados em busca de sua sobrevivência, em áreas já desmatadas”, continuou o presidente.

Assista o vídeo com a íntegra do discurso de Bolsonaro:

22 de setembro de 2020 às 11:30

Defendido por time de peso do Direito, Kerinho tem 7 dias para explicar se recebeu salário público quando já era candidato a deputado [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Publicada nesta terça-feira a intimação de Kerinho, ex-candidato a deputado federal que foi denunciado por ter continuado a receber salário como cargo comissionado da Prefeitura de Monte Alegre, mesmo depois de estar registrado como candidato, o que é vedado pela legislação eleitoral.

Com a publicação, começa a ser contado o prazo de 7 dias para que Kerinho e a coligação a qual fez parte como candidato, apresentem justificativas ‘quanto às notícias de inelegibilidade e ausência de condição de elegibilidade apresentadas nas petições’.

Portanto o prazo segue contando.

Kerinho e a coligação tem uma lista de advogados de peso incluindo a banca do ex-ministro do TSE, Henrique Neves em Brasília, e os irmãos Thiago e Felipe Cortez, em Natal.

Eis o grupo que defende Kerinho:

André Paulino Mattos

Henrique Neves da Silva

Fernando Neves da Silva

Giselle Torres Almeida

Saulo Vitor da Silva Munhoz

Lise Reis Batista de Albuquerque

Luciana Ferreira Goncalves Perfeito

Herman Ted Barbosa

Thiago Cortez Meira de Medeiros

Felipe Augusto Cortez Meira de Medeiros

22 de setembro de 2020 às 2:15

Manual Esquemático das Eleições é lançado em live dos advogados Erick, Palitot e Rafael Campello [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O advogado Erick Pereira fez o lançamento virtual da edição 2020 do Manual Esquemático das Eleições.

Edição em que Erick contou com a co-autoria dos advogados Leonardo Palitot e Rafael Campello.

O lançamento do manual foi virtual, em uma live com a presença dos autores.

Confira a live e saiba tudo sobre o manual qur interessa a candidatos e assessores de deputados…

https://youtu.be/LR5rkf-JYIE

22 de setembro de 2020 às 2:08

O crime e as redes sociais, por Erick Pereira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E o advogado Erick Pereira falou sobre fake news.

Foi no artigo que escreveu e publicou na Tribuna do Norte.

22 de setembro de 2020 às 1:43

Em entrevista no youtube, Micarla de Sousa fala de política e revela o que ouviu de Wilma de Faria sobre seu ex-companheiro de chapa Carlos Eduardo Alves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Entrevistada pelo advogado Marcelo Freitas Nobre para o programa ‘Horário Nobre’, do canal All TV, do youtube, a jornalista Micarla de Sousa, depois que saiu da política, falou pela primeira vez do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves.

Não parecia ressentida, não parecia magoada, se comportou apenas como uma pessoa que respondia sobre fatos a uma entrevista.

Micarla contou que dois dias depois que ajudou a eleger Carlos Eduardo Alves para o seu primeiro mandato como prefeito eleito, foi chamada por ele que pediu que ela voltasse para a TV Ponta Negra já que na gestão dele não tinha espaço para ela.

Micarla disse na entrevista que telefonou para a então governadora Wilma de Faria e foi conversar com ela, responsável por convidá-la para compor a chapa, já que à época estava muito bem nas pesquisas, mas estava grue não arriscou uma cabeça de chapa.

“Criamos um monstro”, disse Wilma a Micarla, sem saber que ali na frente, ocuparia o mesmo lugar de Micarla numa chapa para a Prefeitura de Natal e sofreria a mesma humilhação.

A entrevista pode ser conferida pelo link abaixo.