#JornalismoSemFakeNews

3 de agosto de 2022 às 2:16

Depois de dizer que gestão de Rosalba foi um “retrocesso”, Carlos Eduardo implora o apoio dela para seu projeto de ser senador

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Candidato a senador, Carlos Eduardo está no pé da ex-governadora Rosalba Ciarlini, com quem já disputou o Governo, assim como aconteceu com a governadora Fátima Bezerra.

Carlos perdeu para Fátima em 2018, e contra Rosalba em 2010, não foi nem para o segundo turno. Obteve pouco mais de 10% dos votos.

Fátima ele já engabelou, virou seu candidato a senador.

Rosalba ele tenta engabelar, depois de ter escrachado sua gestão.

O grupo de Rosalba está de malas prontas para apoiar Fátima.

Vai polarizar com o prefeito Allyson Bezerra, que apoia a candidatura de Fábio Dantas para governador.

Já para o Senado o grupo de Rosalba terá 3 caminhos:

Se apoiar Carlos e ele ganhar, Rosalba vai dividir os louros com o PT da deputada Isolda Dantas e com a popularidade de Fátima em Mossoró, onde os números das pesquisas mostram que ela esmaga o segundo colocado.

Se apoiar Rogério Marinho e ele ganhar, os louros serão do prefeito Allyson.

Mas se apoiar Rafael Motta e ele ganhar, o grupo de Rosalba será protagonista da vitória.

*

Mesmo sem se pronunciar, o deputado federal Beto Rosado, do grupo de Rosalba, não deverá votar em Rogério Marinho para o Senado.

Beto sabe que partiu de Rogério, depois de reunião com o ministro Fábio Faria, a ‘estratégia’ que fez o PP nacional dar uma rasteira em Beto, presidente do PP no RN, obrigando o partido a se coligar, como não queria de jeito nenhum, ao PL de Rogério.

Portanto, difícil acreditar, mesmo se ele disser que sim, que Beto apoiará Rogério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil